domingo, 28 de fevereiro de 2010

O fim da linha... com estrondo

Quem acompanhou esta temporada com atenção percebeu perfeitamente para onde tudo isto se estava a encaminhar - refiro-me aos investimentos desmedidos do SLB, à habilidades extraordinárias de alguns senhores de preto e aos jogos de bastidores das comissões da Liga. Por outro lado, também me parece óbvio que o FCP 2009/2010 com o qual iniciamos este campeonato é, já o disse aqui mais do que uma vez, uma equipa de cheia de jogadores acima da média mas à qual faltam grandes jogadores, daqueles que fazem a diferença. Claro está, ou se tem Lucho ou se tem o dinheiro que este rendeu - mas era preciso gastar tanto em gente como o Prediger e manter por cá verdadeiros "pesos mortos" como o Guarin?

Se a época tivesse arrancado com o Ruben Michael de azul e branco talvez a história fosse outra. Talvez... mas é um "se" muito grande e que não justifica, por exemplo, a atitude competitiva desta noite. Sim, porque hoje perdemos em Alvalade porque os jogadores do Sporting quiseram e fizeram por ganhar, disputando todas as bolas com garra. Não precisaram de fazer um grande jogo, apesar do 3-0: bastou-lhes apanhar as sobras dos nossos falhanços. E tiveram alguma sorte, claro, mas daquela que se busca, porque os ressaltos sobraram para eles porque eles foram sempre mais rápidos a reagir. Se quiserem um exemplo flagrante da falta de empenho e desnorte, vejam como o Bruno Alves se alheia do portador da bola no lance do 3º golo - é inacreditável!

Hoje não tivemos Ruben (que tem vindo a jogar com notório desconforto por causa da lesão no ombro), a bola quase nunca chegou ao Falcao, o Varela foi uma nulidade e o Mariano, bem, o Mariano foi o que é mais habitual nele, fora os fogachos ocasionais - um jogador a menos. Na globalidade, foi uma pobreza de exibição, coroada por erros clamorosos em zonas proibidas do terreno e muitas hesitações.

Este campeonato já se foi - façamos o possível por concluí-lo com dignidade porque está em jogo a possibilidade de ficarmos fora da Champions. E, caso o Braga se aguente, temos no mínimo a obrigação de vencer o Benfica no Dragão, para entregar o título ao Domingos.

28 comentários:

Vitor disse...

Não vi. Mas acho que não perdi muito... Infelizmente em duas jornadas ajudamos os meninos da luz... P'ró ano temos mais. Há que tentar o 2º lugar que, também não vai ser fácil...

G.B. disse...

tenho-m mantido caladinho para ver onde isto tudo ía dar, vejo gente ofendidissima por alguem dizer q o juju n vale uma merda. por isso, fui-m mantendo à parte pensando q s calhar era um grande faccioso e eu é q tava errado...
afinal n, ver o meu querido clube andar a arrastar-s, perder c mouros d todas as formas e feitios, agora perder c um lagarto q até a cauda ja tinha deixado pa trás...?!
ó juju, vai-t matar!
s n fossem alguns pirocos q tens sacado, mt graças à inspiraçao d dois ou tres jogadores +/- inspirados em determinado dia, esta época(assim como outras anteriores, q contaram,+ q tudo, c o demérito dos outros) teria sido uma vergonha à moda antiga.
o ano passado houve uma sensaçao d orgasmo geral, graças ao empate com o manchester... será só d mim ou nos n ganhamos 1 único jogo importante?!?!?
jesualdo baitafoder!!!
abraços

Gustavo disse...

Jogo miserável..como é se esquecem de como jogar á bola em tão curto espaço de tempo..enfim..lá vamos ter k ganhar a Liga dos Campeões,k chatice :) abraços portistas

Camisola10 disse...

Poncio,
sejamos justos: o problema do FCP neste campeonato não esteve nos bastidores. Esteve bem à frente dos olhos de todos: Braga e Benfica têm estado muito mais fortes do que o Porto. O Braga não tem melhor plantel do que o FCP mas joga como um bloco e com muito mais entrega. O SLB tem melhor plantel, joga assumidamente ao ataque (mais 23 golos marcados e menos 7 sofridos, do que o 3.º classificado) e se o campeonato acabasse agora era um justíssimo campeão.

Falhas no FCP:

a) falta o Lucho (o Porto até poderia ter vendido o Lisandro, já que o Falcão é um jogador de topo, mas nunca o organizador da equipa, o primeiro a defender e o primeiro a sair para o ataque);

b) Jesualdo é e sempre foi banal. Só tem um esquema táctico, não retira o máximo de muitos jogadores do plantel e não preparou suficientemente bem a sucessão de Lucho. Basta pensar que o Rúben Micael só chegou em Janeiro, e não lhe podem pedir para ser Lucho ... .

c) Algumas lesões (Rodriguez, Fernando, etc) e falta de garra de um grupo que se tornou pouco humilde. Esta semana toda parecia que ninguém - incluindo por aqui - punha a hipótese do SCP ganhar. Acontece que o SCP jogou "à Porto dos anos 80" e vingou com juros a goleada sofrida para a taça. Parabéns a quem merece.

Azul disse...

Camisola 10 as minhas primeiras palavras são para ti: VAI PRÁ SANTA QUE TE PARIU! E já agora porque não uma ecografia prostatica transrectal com sonda nº8?

Lucas à parte aqui vai o meu comentário.

O que se passou ontem não pode deixar de ter consequências a nivel interno, e não me referio apenas ao Jesualdo, uma equipa que quer ser penta não pode ter jogadores tão fracos como Tomás Costa, Guarin, Mariano, Orlando Sá, etc. Também não se pode dar ao Luxo de dar 4,5 M de € por um trinco que nem para a liga intercalar serviu (será que foi por estes e outros negocios que o Fernando Gomes bateu com a porta?) Também não percebo o porquê do Jesualdo tirar da equipa o Bellushi quando este estava a fazer bons jogos (será que só gosta de ter cepos no meio campo que corram?)

E por último temos de reconhecer que a Liga está a actuar muito bem, a conferencia de imprensa para divulgar os castigos antes do jogo com o braga foi de mestre...assim os jogadores do Porto canalizaram toda a sua raiva nesse jogo fazendo um enorme favor ao SL Bosta...temos de dar mérito ao ricardo costa!

reine margot disse...

azul, essa de bater a porta depois do caldo entornado, tem bastante graça!...do meu ponto de vista (e não, nunca fui ligada aos mentideiros, e, não sei porque saiu) é de longe melhor um Angelino que um Fernando Gomes...-detesto vedetas!
E, depois, analisando o seu pensamento - se não podemos ter uma segunda linha tão má - como se pode vir dizer que o problema é do treinador?...é que ele este ano teve mesmo que jogar quase sempre com a 2ª linha!... Mas o futebol é um jogo fantástico e muito pode ainda acontecer... e só seria um atestado de qualidade ao campeonato português se acontecesse. (Wishful thinking!)
E, ainda temos muitas frentes para ganhar...

Azul disse...

reine margot leu mal o meu comentário...

"O que se passou ontem não pode deixar de ter consequências a nivel interno, e não me referio apenas ao Jesualdo..."

miguel_canada disse...

Agora, nós, adeptos do FCPorto, temos dois problemas graves para enfrentar.
Primeiro, a nossa equipa está numa ilha classificativa com 9 pontos pela frente e 11 para trás, como tal, em termos de campeonato, não há mais nada para fazer e se não foi possível injectar motivação aos jogadores quando ainda havia objectivos claros, como será agora???

Segundo, os milhões da Liga dos Campeões da próxima época, voaram e como tal, é mais do que previsível uma nova carnificina no plantel com Falcao, Rúben, Álvaro e Varela a cabeça.
Depois, venha nova reconstrução, mais um contentor com o selo de garantia do António Araújo e mais meia época para o lixo enquanto o Benfas vai ganhando avanço!

The Blue One disse...

Caros Amigos, eu já tinha avisado desde o meio da Temporada anterior que este cenário poderia ser uma realidade caso o Dragão não mudasse o seu rumo e se reforçasse verdadeiramente e não para a Comissão.

Custa-me ver o Ulkra, Castro e Tengarinha a brilharem no Olhanenses e ter no Porto toscos como o Mariano, Guarin, Tomás Costa, "aleijados" como o Valeri que vieram para o "SPA" para recuperar e Prediger que veio substituir o cliente habitual do Mac Donald Bollati.

Foram muitos erros que agora custaram um Penta ao Dragão. Mas mesmo assim o FC Porto ainda pode ganhar a Taça de Portugal, ir bem longe na Liga dos Campeões onde não tem nada a perder e tudo a ganhar.

Deixei a Taça dos Treinos de lado porque aquilo é uma bruta de palhaçada para agradar ao Benfica. Se o FC Porto a ganhar que a atire ao Rio Tejo aquando da sua viagem de regresso ao Porto.

Vamos a ver quem ganha o campeonato. Eu quero que seja o Braga, não por causa da rivalidade nem pelo facto de haver muitos Benfiquistas que não sabem ganhar e muito menos perder (a estes dou o desprezo total), mas sim porque o Braga merece ver o seu esforço compensado apesar de uns certos "tipos" o terem tentado tramar ao suspenderem o seu Jogador Vandinho.

E o mais engraçado é que o Benfica vai ficar sem pilhas ainda antes do fim da temporada e ainda tem de receber o Braga, o Sporting e visitar o Dragão...

Perder o Penta não é o Fim do Mundo como muitos Parolos de Vermelho andam para ai a cantar pela Net fora. Vai servir para o Dragão renascer e voltar a ganhar mais 4 ou 5 Campeonatos seguidos sem falar nas Campanhas Europeias, sejam elas na Liga dos Campeões ou na Liga Europa. Lembrem-se do 1º ano de Mourinho.

Claro que a Era de Jesualdo terminou. Fez muito pelo FC Porto e estou-lhe agradecido, mas está na hora de sair... Está na hora de dar lugar ao Vilas Boas.

Cumprimentos para todos e saudações Portistas!!!

Dragaopentacampeao disse...

Partilho do teu estado de espírito.

Sempre tive consciência das dificuldades que teríamos de enfrentar, face ao atraso considerável dos dois da frente, disfarçando, confesso, algum temor pela capitulação a cada jogo, atenuado é certo por resultados e exibições que a equipa, aqui e ali (Sporting para a Taça e Braga, na jornada anterior)ia desenvolvendo.

Foi ainda assim, com indescritível desilusão que assisti ao desmoronar do sonho, que lá bem no fundo o meu fervor clubista ainda alimentava.

Sem honra nem glória, são os termos exactos.

Inconcebível a forma de actuar dos nossos atletas, subjugados do primeiro ao último minuto, impotentes para esboçar que fosse qualquer tipo de reacção, deixando a nu uma catadupa de fragilidades que tem apoquentado a equipa na maioria dos jogos disputados esta época, com excepção para uma meia dúzia de exibições à campeão.

Incompreensível se atendermos às circunstâncias. O Porto vinha de um resultado gordo e uma exibição vistosa frente ao comandante do Campeonato, dando a ideia do reforço da sua candidatura ao título, enquanto o adversário, depois de batido copiosamente no Dragão para a Taça, tinha ainda contra si o esforço despendido a meio da semana na tarefa europeia.

Intolerante, pela displicência, pela falta de raça, de ambição e solidariedade, em resumo pela falta de estofo de campeão, numa altura em que era obrigatório responder no campo às provocações e injustiças de que o Clube tem sido alvo.

Estou na fossa!

Um abraço

condor disse...

O Sporting jogou á Porto dos anos oitenta...!Foda-se,que venha um raio que me parta se entendo estes vermelhos de merda!

Tasqueiro Emigrante disse...

Para os lampiões que disseram que não houve provocação pelos gajos do Benfica ao Hulk e ao Sapunaru basta verem este video:

http://www.youtube.com/watch?v=F1r_mrWP4M4

E ainda dizem que são santinhos.

André Pinto disse...

Olá cambada! Desculpas pelo comentário tardio, mas só deu agora.

O Sporting foi um justo vencedor pela simples razão de que não é preciso ser-se um génio da estratégia para saber o que Jesualdo vai fazer antes de cada jogo. A isso junte-se uma equipa altamente motivada e com a garra que o FCP nunca obteve do seu líder, e temos a fácil forma de sermos derrotados. Nada a acrescentar a não ser que os Sportinguistas têm motivos para estarem orgulhosos.

Gostava de deixar aqui uma nota sobre uma questão que parece ter passado ao lado dos amigos aqui do Pobo. Soube-se que o FCP gastou 3,2 milhões de euros em intermediários. Allôooo? Alguém mais acha isto absurdo?

É esta a "equipa em construção", razão que Jesualdo nos fornece há 3 anos para todos os seus deslizes em momentos chave? Eu não vejo uma equipa em construção em lado nenhum. Vejo, isso sim, uma estrutura vencedora desagregando-se. Os famosos ciclos, que Pinto da Costa usou como base da progressão do nosso clube, hoje não existem. Dessa época, como prática, apenas resta a manutenção de Jesualdo à frente da equipa durante tanto tempo. A política de contratações tem sido esquizofrénica e danosa para o clube. Resumindo, alguém enche os bolsos de dinheiro, dando origem a lastro no nosso plantel, e a equipa é liderada por um treinador sem carisma, que nunca conseguiu fazer uma equipa com carácter. Fosse ele qual fosse.

Estão encontrados os dois problemas do FCP, cuja solução passa pela mudança de treinador e regresso ao estilo de aquisições anterior: comprar pouco, investindo em jogadores que possam evoluir ao mais alto nível. Contra isso, não há Isabel dos Santos, nem esquemas manhosos em túneis, que valham.

(Com certeza que Guarín, Prediger, Valeri, Mariano, Tomás Costa, etc. já deram mostras de não estarem à altura do FCP e é preciso livrar-se deles)

Invicta disse...

Costuma-se dizer que 'Há males que vêm por bem'. Se o facto do Porto não ir á Liga dos Campeões no próximo ano alertar algumas mentes iluminadas na SAD de que é preciso modificar a política de contratações do clube, que assim seja. Que seja um ponto de viragem e que deixemos de receber paletes de jogadores todos os anos, em que apenas um punhado se aproveita.

O treinador também tem que seguir o seu caminho, já devia ter acontecido o ano passado, mais um tiro no pé do PC.

Basta ver que neste momento temos apenas menos dois pontos que em igual jornada do ano passado, o problema é que a concorrência está mais forte. Ou seja, no 1º ano do Jesualdo como treinador em que encontramos adversários à altura o Porto falhou redondamente, nos anos anteriores era bater em mortos.

Para mim, é um treinador que não sabe motivar os jogadores e que se agarrou a um esquema tático que não consegue abandonar sempre que a equipa necessita de o fazer.

Abraço a todos e viva o Porto.

André Pinto disse...

Para além das benficadas deste ano, dos 3,2 milhões pagos a comissões de intermediários, para além de tudo:

Que está Pedro Mendes a fazer no Sporting?? Mas anda tudo a dormir?? Com Meireles a jogar quando lhe apetece, Fernando lesionado durante meia época, temos que aturar gajos da estirpe de Tomás Costa! E o Pedro Mendes, jogador mais que pedido, com provas mais que dadas e mais que desejado por toda a gente que é amiga do Porto, vai à borliú servir a lagartage. Tá certo.

nusanto disse...

Manuel Jose no Porto.....


Vai uma aposta?

Camisola10 disse...

O Couceiro está no mercado...




Ps. Agora a sério: quem eu acho dos treinadores Portugueses que poderia ser opção para o Porto era alguém tipo o Inácio. Inteligente, conhecedor do campeonato Português, experiente (já foi campeão pelo Sporting), Não percebo a malta que acredita no Vilas Boas, ou no Domingos, ou no Jorge Costa quando ainda têm carreiras muito curtas. Mourinho só há um. E para uma solução de risco mais vale manter o Jesualdo. Pelo menos é raro levarem 3.

André Pinto disse...

Manuel José? Prefiro ficar com o Jesualdo. Inácio? Está tudo drogado, ou quê? Não tem estofo para o FCP. Isso seriam nomes que não me chocariam no quadro de treinadores do Benfica, mas no FCP estamos habituados a melhor.

O Villas-Boas tem um grande ponto a favor: demonstrou que sabe extrair o máximo da matéria-prima que se lhe ponha à disposição. Quando chegou à Académica a equipa não existia e parecia condenada à descida de divisão. Em pouco tempo, e com muito trabalho, transformou a Académica numa equipa competitiva, que pisa o relvado com segurança e se colocou em posição tranquila. Tacticamente, Villas-Boas é irrepreensível e é muito exigente com os jogadores. Domingos também deu provas muito interessantes, mas com melhor matéria-prima que Villas-Boas.

É frequente ouvir-se dizer coisas como "Mourinho só há um", com a propriedade de quem conhece tudo o que é treinador neste mundo, desde as distritais do Laos até à primeira divisão Lapona. Geneticamente, toda a gente é única. Vencedor como Mourinho o foi no FCP, de facto, é inédito. Até ao próximo. A essa balela pode-se responder que antes de o Mourinho ter tido a oportunidade que teve no FCP, não tinha nada de único. Pelo menos para o Benfica não teve. Depois, enquanto colecionou canecos de menor importância no FCP, também não era único, porque aquilo foi tudo roubado e o gajo era arrogante. Depois de sair para Inglaterra, passou a ser o maior na opinião dos benfiquistas e da imprensa em geral. Apesar de, até agora, não ter tido uma única época que se comparasse às que teve no FCP.

Isto tudo para dizer que os "mourinhos" também se fazem, apostando e dando oportunidade a quem desponta. Mourinho não tinha nada no CV quando veio para o FCP humilhar os benfiquistas, que o não quiseram, e deslumbrar o mundo do futebol por aí fora. As minhas escolhas, de longe, são Domingos, ou Villas-Boas. Domingos tem o carinho dos adeptos do FCP, coisa que Villas-Boas teria de conquistar. Mas Villas-Boas parece-me ser mais adequado ao momento de reconstrução que o FCP vai atravessar, por ser um treinador de método, de projecto.

(Acho que é óbvio que não se deve ir por um treinador estrangeiro, porque é preciso reconstruir a equipa de dentro para fora, ou seja, torná-la inatacável a nível nacional, enquanto se roda internacionalmente na liga Europa)

Vitor disse...

Perdemos (e bem) e fica tudo doido? Calma que o campeonato ainda não acabou! Muita águg ainda vai correr debaixo da ponte. Muitos jogos decisivos para se jogar, para nós e principalmente para os "outros"... E mais, o Ti Jualdo é pra ficar, que está muito bem. Calma oh pobo, calma...

Camisola10 disse...

http://www.record.xl.pt/noticia.aspx?id=520a6215-912e-44a2-838e-2a366049e0d3&idCanal=00000017-0000-0000-0000-000000000017&h=2

Afinal de contas, manteve-se foi caladinho.

André Pinto disse...

Vítor, não se trata de ficar doido, não tem nada a ver com sanidade mental. O ciclo de Jesualdo esgotou-se. Uma criança de 5 anos é capaz de ver isso. O facto de se sentir gratidão pelo trabalho que ele fez não invalida que esse projecto esteja esgotado, nem esconde as insuficiências técnicas de Jesualdo para o cargo que ocupa.

Em relação ao campeonato, gostaria de te deixar um reparo: o que querias dizer, se calhar, é que "muita água PODE correr". Estamos a 9 pontos do primeiro lugar e seria necessário que o Benfica tivesse uma sequência de derrotas inédita nesta época. Com certeza, o FCP tem que salvar a honra ganhando todos os jogos que faltam, mas, no teu lugar, eu ía-me habituando à ideia de que o campeonato para nós acabou.

Vitor disse...

Camarada André Pinto, infelizmente terás muita razão mas, até à lavagem dos cestos é vindima... No fim, e só no fim, saberemos quem é campeão, seja ele quem for!

dragaovenenoso disse...

Pois está a acontecer exactamente o que um de nós previu. A equipa está psicologicamente desmotivada, pelo que não me admira a quase derrota de hoje. Só não foi mesmo uma derrota porque o árbitro não quis, podia ter terminado o jogo mais cedo.

O que neste momento mais me custa ver é a falta de forma do Bruno Alves. Ou é falta de forma ou é falta de motivação.

Estou muito apreensivo quanto ao próximo jogo contra o Arsenal. Estou a prever uma equipa super defensiva e acima de tudo desorganizada, o que será meio caminho andado para levar uma capilota daquelas.

Luis disse...

Obrigado professor, mas faça-nos um favor vá dar aulas para um gabinete. Talvez das novas oportunidades, quem sabe.
Pinto se ainda não estás mentecapto e nos estás a ouvir: precisámos dum treinador e de jogadores á PORTO.Acho que não é pedir de mais, e esquece a merda do petróleo, lutámos contra isso toda a vida.

Vitor disse...

Puta que pariu... A esperança é sempre a última a morrer mas pelo menos podiam dar uns chutos na bola... É mau demais pra ser verdade. Vai ser lindo dia 21...

Camisola10 disse...

O que se está a passar no FCP não é assim tão diferente do que se está a passar no SCP. Está-se a passar muito simplesmente que o Benfica e o Braga estão a dar uma grande esfrega à concorrência.

Jesualdo, com o mesmo esquema de sempre? Rolando? Raul Meireles? Helton? Guarin? Mariano? Prediguer? Tomás Costa? Muito melhor que isso tem o próprio Braga, que provavelmente era capaz de colocar 5 titulares no 11 do Porto. Quanto ao Benfica nem se fala ... qualquer dos 16 seria titular indiscutível no FCP, com excepção eventualmente do Álvaro Pereira.

Já agora, sou só eu a achar que o Rodriguez, sempre em lesões, é o vencedor deste ano do prémio Tomo Sokota?

André Pinto disse...

Talvez, mas ainda está longe de ganhar o Mantorras d'Oiro, cujo galardão é uma prótese de joelho em platina maciça.

dragaovenenoso disse...

é, parece que um dia o Mantorras vai "botar a boca no trombone"...na volta ainda diz que a culpa foi do PC.