terça-feira, 31 de janeiro de 2012

O balanço possível

Nesta época, Lucho fez 19 jogos pelo Marselha na "Ligue 1"(15 dos quais no 11 inicial), pelo que só pode ter regressado ao Dragão na perspectiva de jogar na equipa titular. Em condições normais, o argentino vai liderar a equipa e atirar com o belga para o banco de suplentes. Creio que ganhamos muito com a troca.

Quanto ao Janko, terá realizado 15 jogos no campeonato holandês, 10 dos quais no 11 inicial, tendo marcado 7 golos. Tenho imensas dúvidas que este austriaco tenha lugar na equipa inicial do FCP, mas se o Kleber continuar a revelar-se incapaz de meter a bola na baliza, enfim, dêem uma oportunidade a este "pinheiro".

Guarin e Belluschi foram para Itália, como se previa. A saída do colombiano não me perturba mas lamento a perda do criativo Samurai - não temos nenhum jogador como este no nosso plantel e acredito que a sua ausência será notada. O pequeno argentino fez 16 jogos esta época e foi titular em 10 deles, o que significa que teve influência, para o bem e para o mal, na época menos feliz que a equipa tem realizado.

Por outro lado, Guarin quase não jogou (apenas 7 jogos e 2 deles apenas como suplente utilizado), tenha sido por força das lesões, das opções do treinador ou apenas resultado de questões pessoais como a expectativa que alegadamente tinha de sair no verão de 2011.

A verdade é que, apesar da boa imagem que ficou deste corpolento médio na recta final da época passada, Guarin contribuiu relativamente pouco ao longo das 3 épocas anteriores: considerando apenas o campeonato nacional, em 2008/2009 fez 15 jogos sem nunca ter sido titular, em 2009/2010 alinhou 18 vezes mas só foi titular em metade destas aparições, e no ano passado, não obstante o brilhantismo da parte final da temporada, só entrou na equipa após a lesão do Belluschi, tendo sido titular 12 vezes e suplente utilizado em mais 10 jogos. E foi sempre um jogador inconstante, no qual nem Jesuado, nem AVB e muito menos VP confiavam. Talvez porque é algo lento e porque tanto fazia grandes passes (como o que deu o golo da final em Dublin) e fantásticos golos, como cometia erros grosseiros em zonas proibidas (lembram-se do passe de morte para o Messi no jogo da Supertaça Europeia?).

No próximo jogo, felizmente, VP vai mesmo ter de retirar o Maicon da lateral direita porque tem apenas  2 centrais disponíveis, o que abre caminho para a entrada definitiva do Danilo como lateral direito titular. Do mesmo modo, Lucho vai ter de jogar e com Fernando de volta, é mesmo Defour que terá de sair - Moutinho é fundamental e sê-lo-á ainda mais com a menor disponibilidade física do trintão argentino. Na frente, se o Hulk não puder jogar, que dêem mais uma oportunidade ao Kleber. Estamos agora mais longe do primeiro lugar do que do terceiro - é mesmo altura para mudar alguma coisa.


5 comentários:

guardabel disse...

Análise corretíssima.

Com este 11 vamos ganhar à capoeira (se Vítor Pereira quiser):

helton
danilo
rolando
otamendi
álvaro pereira
fernando
joão moutinho
lucho gonzalez
hulk
janko
james rodriguez

rbn disse...

Tens dúvidas que o "pinheiro austríaco", tenha lugar no 11 principal?

Eu já penso que se o janko estiver em condições será titular, sabes por que?

Porque kleber é uma inutilidade ambulante, que apenas faz número em campo há 7 meses e que não impõe respeito a qualquer defesa dentro e fora de portas.

Um centro-avante com 7 meses de casa, sem sombra ou concorrencia, com toda a paciencia e compreensão dos adeptos e ainda assim, não consegue render um mínimo exigível?

Se VP colocasse a estátua do marques de pombal a centro-avante fazia bem mais e melhor que aquele flop que veste o nº 11.

Quem joga no FCP sabe que vai enfrentar cobranças e pressões desde o 1º dia em que pisar o olival, e muitas 2ªs chances já foram dadas a kleber e até agora o que vemos?
O FCP a jogar com 10 e uma figura de corpo presente com a camisola 11.
Se este austríaco de quase 2 metros for e fizer metade de um jardel, já está de bom tamanho.

Abraço.

duarte disse...

Sr, guarda Abel, concordo com a disposição da Equipa, mas no sistema;4x1x2x1x2
Helton
danilo rolando otamendi a. pereira
fernando
lucho gonzalez joão moutinho
james rodriguez
hulk jank

Esta na minha opinião era o sistema para campeao.

miguel_canada disse...

Se o Vítor Pereira quiser, virgula... Se o Vítor Pereira SOUBER, o que eu duvido muuuuuito!

Tedioboy disse...

Opá, eu sempre ouvi dizer que «ao pé do cú não há manjericos...», o que por outras palavras me soa a algo parecido com «as ideias de trampa que aquela cabeça de burro produz vão qualquer dia oferecer-nos uma derrota frente à equipa B do Alguidares de Baixo!»
Está mais que provado que o homem não tem capacidade, que é uma autêntica besta quadrada, que não sabe o que fazer à equipa, que cada jogador deve pensar «vai-te foder» sempre que ele abre a boca e outras coisas do género, só que a esta hora já é tarde demais e existe dinheiro a menos para remendar a situação. Resta apenas rezar para que os Deuses nos poupem a muitas vergonhas como a derrota, mais uma, por três golos da semana passada...
É mais que evidente que esse paspalho tem a quase totalidade das culpas nos resultados desportivos deste ano. Lembro-me que apenas saiu o Falcão e que foi feito o maior investimento jamais feito pelo clube durante um defeso e no que resultou?