segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Apagão à vista

Danilo finalmente jogou e o pouco que teve tempo para fazer foi bom (para quem não conhece as rotinas da equipa e treinou apenas alguns dias com os novos colegas de balneário). O jogo foi mais difícil do que o placard final parece fazer crer mas a verdade é que os coisinhos obtiveram o mesmo resultado e suaram muito mais.

O nosso meio-campo continua algures entre o "hiperdinâmico carrossel" e o "toda a gente a correr sem nexo". A esquerda vive bem só com o Álvaro Pereira mas o Varela está a melhorar e o Kleber lá fez alguma coisa que se visse (golos fica para depois...). O árbitro também se fez notar: inventou uma falta que resultou num golo e um amarelo que impossibilita o dragão em melhor forma de alinhar no próximo jogo - Fernando fica de fora em Barcelos.

Claro que estou muito mais preocupado com o tema que o Record noticia (juntamente com os habituais estratosféricos elogios ao playmaker com look de homem das cavernas da segunda circular):
"QUEBRADO CICLO SEM SOFRER" (golos no Dragão, alegadamente).
Aliás, nem vou dormir bem esta noite com a angústia. Porque pelo que vi ontem do jogo com o Gil Vicente, se o Pinto nos arranjar um "matador" decente antes do final do mês, os amigos destes gajos vão ter de apagar a Luz outra vez...

9 comentários:

Ribeiro DeepBlue disse...

"Golos, fica para depois"

he, he, boa...

Depois, tipo...2017?

André Pinto disse...

É um facto que a equipa está a melhorar, e Danilo tem jeito de craque. Esperemos que seja uma evolução em curso e não uma mehoria esporádica. No entanto, parece-me cedo para antecipar apagões seja lá onde for. Como disse o Vítor Pereira - e muito bem! - é preciso falar menos e mostrar mais.

reine margot disse...

Concordo consigo; é cedo ainda,claro, mas a convicção está cá. Tudo indica que temos equipe e que temos vontade. Já do outro lado vejo desejo, e vejo uma equipe que não é, nem nunca foi, aquelas coisas que por aí se dizem!
(mas, isso é que era ! era apagão para tantos...hahahah)

condor disse...

Esquecem um pequeno pormaior!O andor!
Esta época corremos o serissimo risco de nem água pela taça da liga beber-mos!

cian disse...

Peraí...
os chineses compraram a EDP,
começou o ano do Dragão na China...

nunca um apagão no estádio do Benfica fez mais sentido do que nesta altura,
concordo 100% contigo Poncio.

André Pinto disse...

Um pouco offtopic:

Nas últimas duas semanas, os ecos de opinião sobre Mourinho, que se fizeram ouvir de várias fontes e encontraram pasto fértil no falar das gentes comuns, abriram uma janela sobre a pequenez da mentalidade nacional, a submissão invertebrada de quem cresceu seguindo os preceitos da mais sopeira hipocrisia.

Quando estava - e arrasava - no FCP, toda a opinião nacional, oficial e oficiosa, o taxava de arrogante. Ganhava de roldão e era vilipendiado na mesma proporção. Mal sai do FCP e de Portugal, nem uma semana passou, choveram os elogios, as reportagens, as elegias documentais à sua diáspora. A mesma hipocrisia esplanava-se nos bancos de taxis e mesas de café, sem que o mais leve rubor traísse a bochecha de quem afirmava ser admirador de primeira hora. Bem.
O tipo manteve-se igual a si mesmo - Mourinho não tem duas faces - ganhando entretanto mais uns importantes canecos. Em suma, o melhor treinador do mundo.
Salto temporal gordo até ao Real Madrid. Apanhando como principal adversário uma equipa que é História em curso (o Barça), Mourinho tem um desafio tremendo. À sua altura, portanto. Obviamente, o desfecho dos sucessivos encontros vão sendo desfavoráveis ao treinador portuguÊs, que tendo tudo ao seu dispor, não possui um pequeno detalhe, a chave do sucesso do Barça, chamado La Masia de Can Planes. Procurem na interné e entenderão porque jogam aqueles nanicos culés de olhos vendados, só pelo cheiro uns dos outros. Mourinho põe toda a sua arte em campo, tenta de tudo. Na semana passada tentou a abordagem ultradefensiva, já praticada com o Inter. Deu-se mal. A opinião castelhana apressou-se a lançar lama e excremento a Mourinho. Nada de extraordinário nisso. Ordinárias e boçais foram as reacções lusas que fui ouvindo de forma generalizada, de tuga invejoso, corcunda, invertebrado, que só elogia quando os estrangeiros dizem bem e guarda secretamente os tomates podres na cave, para descarregar a própria mediocridade no dia da queda dos audazes. Ontem, Mourinho e a sua equipa estiveram muito bem. Jogaram de igual para igual com o Barça e mostraram que a diferença entre os dois conjuntos são detalhes. Já começam os nacionais olhando uns para os outros, de esguelha, cúmplices no cinismo de pacóvio, dizendo que Mourinho é grande (outra vez). Bardamerda. Se olharem para cima - é essa a posição habitual do nacional em relação ao exterior civilizado, tendo já a coluna deformada a condizer - se erguerem os olhos, dizia eu, verão as nalgas do sadino no firmamento, e a valente poia que caga em vossa honra, súcia de aldeões com telemóveis, descendo sobre as vossas carecas descobertas. Para Português ver, caga-se de alto.

cian disse...

André, muito bonito, o Mourinho é grande, mas o Pepe também tem uma granda sorte no que toca à arbitragem, deveria ter sido expulso na primeira parte e no decorrer da segunda, se o Real não ganhou foi porque não merecia com um jogador daqueles em campo, e também claro pelas fitas e amuos de Coentrão e Ronaldo a seguir aos golos catalães.
No fim já estava a torcer pelo Real, eu que até detesto aqueles jogadores, mas realmente não mereciam, depois ainda queixam-se da arbitragem quando no que toca a amarelos o Pepe anda sempre protegido e o Mourinho não diz nada quanto a isso, é melhor nem dizer, é melhor falar da arbitragem que beneficiou o Barcelona e ficar calado com a que o beneficiou a ele, que fui muito mais e pior.
Mourinho é grande, mas até agora mereceu todas as derrotas frente ao Barcelona desde que está no Real.

André Pinto disse...

Não disse que Mourinho não mereceu as derrotas, nem que o Barça não foi superior. Pelo contrário. O que me interessa é o que reflecte o oscilar da opinião cá no burgo, essa é que é essa.

(Sobre Pepe, está a sobressair um Pepe que conhecemos, mal saído do Marítimo. Quem o domesticou foi certo holandês, se não estou em erro, mas o caceteiro está lá no fundo, reprimido).

cian disse...

Sim André, concordo contigo, também concordo contigo na questão do Kleber, desculpa se interpretei mal as tuas palavras, sim concordo com o que tu disses dessas oscilações, Mourinho é mais arrogante no Real do que o foi no Porto, é mais beneficiado do que o foi no Porto, mas o povo Tuga com um complexo de inferioridade com os espanhóis continua a bater na mesma tecla do Barça ser favorecido, é linguagem de calimero e não vou por aí, li até comentários que queriam que o Pepe se poupasse para defrontar os espanhóis no próximo Europeu com toda aquela "atitude", são estes os adeptos que dão lições de moral, e lutam pela verdade desportiva, agora até fizeram um musical a contar a história do Sporting, qual história?
Se o Pepe jogar na selecção portuguesa assim com toda essa "atitude" e o Ronaldo jogar com todo o seu "amuo" e fitinhas de sempre, ver o que ele fez depois do primeiro golo do Barcelona:

http://www.tvgolo.com/futebol.php?subaction=showfull&id=1324843499&archive=&start_from=&ucat=41&

, deixo de me considerar português e apoio a selecção de Inglaterra.