quarta-feira, 25 de maio de 2011

Vão vir charters de jogadores para os coisinhos

Como toda a gente sabe, existe uma época do ano em que o SLB é imbatível: o defeso, momento que tem inicio quando o jogo dentro do campo acaba e o jogo nas páginas d'A Bola atinge a histeria total.

Este ano, após a humilhação da Taça de Portugal, o espectáculo começou mais cedo, com ofertas mirabolantes pelos jogadores mais desvalorizados (Saviola, Cardozo e até o GR espanhol) e muitos brasileiros e sobras dos grandes da Europa alegadamente desejosos de alinhar com o milhafre ao peito.

Emergiram também grandes esperanças emprestadas como o David Simão, o Nelson Oliveira, o Miguel Rosa e esse achado que o Real Madrid despachou para Lisboa chamado Rodrigo, um atacante tão bom e tão valioso que nem no 14º classificado da Liga Inglesa se conseguiu impor.

Emprestado ao Bolton, este espanhol de origem brasileira fez 6 jogos a titular e 15 aparições vindas do banco, marcando... um golo... sim, um golito. Ganda avançado!!... E agora tentem comparar esta pérola, pela qual o SLB terá pago 6 milhões de euros, com o James Rodriguez, que é mais novo e custou ao Porto 5,1 milhões de euros (70% do passe).

Entretanto, o circo não pára, o paraguaio afinal quer muito ficar no SLB, o Weldon (a arma secreta do Xessus) vai de volta para o Brasil e o Kardec, esse Jardel dos pobrezinhos, também já estará na lista de dispensas. Mas as duas melhores notícias para os portistas são estas: o Roberto dos 8,5 milhões de euros recusa-se a ser emprestado e o único com reais possibilidades de venda é o Coentrão, que além de ser o maior bronco das Caxinas, é também o melhor defesa esquerdo português. Fica Roberto, vai-te embora Coentrão - a malta agradece.

Nota importante: o Manchester United pagou 21 milhões pelo anunciado substituto do Van der Saar. Não se chama Rui Patrício: chama-se De Gea. Mais um que já estava vendido pela imprensa e ficou em terra.

P.S. - Continuamos à espera que os palhaços da Comunicação Social que tão prontamente tentaram minimizar o facto do Porto ter ultrapassado o Benfica em títulos, dizendo que apenas "igualou", dêem agora igual destaque ao desmentido da FIFA que, de uma forma subtil, lhes disse que a Taça Latrina vale o mesmo o Troféu do Guadiana.

11 comentários:

Coração Azul e Branco disse...

A filhadaputice encornada não conhece limites e este episódio de latrina é apenas mais um de um rol infindável. Mentir com os dentes todos e com a bocarra bem aberta é ao que se dedicam quotidianamente. O esclarecimento da FIFA teve divulgação nos órgãos informativos; e obviamente não teve nenhuma nos órgãos de propaganda.

Apesar de tudo eu defendo que deveria contar, afinal a taça latrina é o título mais emblemático de um clube que vive na sarjeta. E que permitiria inscrever no Guinness o inigualável galardão de clube mais merdoso do mundo. Até deveriam mudar de nome para sport latrina e 68...

Enganaram-se com certeza na página do Kamasutra, pois queriam fazer 69 mas passaram o ano inteiro de crista no chão a enfardar na cloaca.

Coração Azul e Branco disse...

Estive a analisar a evolução do total de títulos dos 3 grandes e a história do futebol português pode dividir-se em 5 períodos:

- Até 1941 - equilibrio completo, as 3 equipas ganham 7 ou 6 títulos cada uma

- 1941 a 1955 - Benfica e Sporting dividem ganhos e mantêm-se equilibrados chegando aos 18 e 19 títulos, o Porto não ganha nada

- 1955 a 1976 - Benfica domina e ganha o dobro dos títulos do Sporting, que por sua vez ganha o dobro dos títulos do Porto; permitindo ao Benfica chegar aos 42 títulos e acumular uma vantagem de 30 títulos para o Porto

- 1976 a 1990 - Porto e Benfica dividem ganhos, mantendo-se a diferença de 30 títulos entre ambos ao longo do período; Sporting abranda e termina prestes a ser ultrapassado pelo Porto e com uma desvantagem de 23 títulos para o Benfica

- 1990 a 2011 - Porto domina e ganha o dobro dos títulos do Benfica e do Sporting juntos, permitindo ao Porto chegar aos 69 títulos, anular a desvantagem de 30 títulos e ultrapassar o Benfica, e acumular uma vantagem de 24 títulos para o Sporting; Benfica e Sporting equilibram-se mantendo-se a diferença de 23 títulos entre ambos

Vitor disse...

A judite foi à luz e levou os contratos do j.cesar e do roberto-mãos-de-vaselina. Jorge mendes foi um nome falado...

van d'Alho disse...

Já agora porque é que a Taça Intercalar não é contabilizada? Afinal, o órgão que a organizou é o mesmo que organiza a Taça Lucílio Baptista e essas contam.

van d'Alho disse...

Espero que me perdoem por mudar de assunto, mas tenho novidades relativas ao tão famoso jantar com os árbitros.
Segundo a queixa na PGR, o PdC foi visto a jantar com os árbitros por 5 testemunhas: o Super Homem, o Homem Aranha, o Batman, um lisboeta sério e um benfiquista inteligente.
Aparentemente eles confirmam tudo aquilo que eu partilhei convosco (http://www.pobodonorte.com/2011/05/delgado-em-espanhol-diz-se-gallardo.html).

Ribeiro DeepBlue disse...

Esqueçam.
O prestimoso director da Bola afirma hoje na última página que o comunicado emitido de forma "oficiosa" ( ao contrário das notícias da Bola que são sempre de forma "oficial") não tem valor e que por isso a Bola irá continuar a considerar a Taça Latina como um trofeu oficial.

E pur si muove....

Ribeiro DeepBlue disse...

Aliás, hoje na Bola (jornal pelo qual passo os olhos ao tomar o pequeno almoço no café) também trazia um texto da Pinhão que dizia, mais coisa menos coisa, que o FCP sem o Benfica não é nada.
Eu iria jurar que é recíproco, dado o futebol precisar de duas equipas para ser disputado, e a dita Leonor não conseguir "escrever" (coloco este "escrever" na mesma prateleira onde coloco a palavra "filmar", quando falo do marido dela ou "falar", quando se trata do Jorge Jesus) um texto em que 3/4 são dedicados ao FCP (o restante, normalmente é dedicado ao Iutube ou aos árbitros).
É claro que o FCP fala do Benfica e pensa no Benfica. É o nosso adversário principal e não podemos perder o foco sobre ele.
Basta ler Sun Tzu.

Voltando ao director do Pravda.
A semana passada, o dito cujo terá ido a Dublin.
E não gostou.
Foi tudo mau.
Os aviões atrasaram-se obrigando a chegar ao Porto às 6 da manhã, a comida no comboio não prestava. Aposto que até terá achado o resultado mau.
Há várias coisas que não entendo. Primeiro, eu às 6 da manhã, já dormia na minha caminha que nem um anjo, com um sorriso de orelha a orelha. A maior dos voos começaram a sair pouco depois do jogo mas, como é evidente, mais de 40 aviões a voarem para a mesma cidade, não pode sair todos ao mesmo tempo.
Se calhar, ele foi a outra Dublin.
Depois, existindo voos regulares a partir de Lisboa que, quase apostaria, deviam estar com muitos lugares vazios, não entendo como foi apanhar o avião ao Porto.
A convite do FCP não deve ter sido.
Terá sido a convite do Braga? Também acho que não porque teria ido no voo com a equipa.
Mas todos sabemos que os directores da Bola, a única equipa que acompanham é o Benfica, como o Delgado, sempre que pode, a viajar com a equipa do coração dele.

Resumindo: não sei onde o Kasparov quis chegar com essa crítica dos charters, mas pareceu-me completamente infundada pois a organização, quanto a mim, esteve impecável.

Mas como um filho da puta será sempre um filho da puta, se calhar ele foi alocado ao "avião dos filhos da puta". Era o 51º e só chegava às 6 da manhã...

Quanto "à posta", só temos de esperar mais umas semanas.
Aliás, hoje no treino da selecção quem esteve em evidência foi o azeiteiro das Caxinas (segundo eles). Toda a imprensa espanhola perguntava por ele (segundo eles). E quem arrancou os primeiros aplausos foi o Carlos Martins (ainda segundo eles). Por isso, é dar tempo ao tempo, e teremos de seguida os craques a "quererem ir já para o BEnfica" mas a assinarem depois por um clube inglês de segunda linha.

Ribeiro DeepBlue disse...

Annus Horribilis

Depois de perder campeonato, super taça e taça de portugal, ser investigado pela PJ, ver o FCP ganhar os recursos pela decisão do conselho de justiça, Benfica acaba de ser informado que não tem direito a 69.

cian disse...

Pobo, peço desculpa por cortar o bom ambiente, mas estou chocado, acabei de ver o vídeo da agressão de uma jovem de 14 anos nos arredores do estádio da Luz, perto do Colombo, são imagens chocantes e que a mim me estragaram o dia, mas têm de ser passadas, quando o país parou porque uma jovem no Porto tirou à força o telemóvel de uma professora, criaram-se programas de opinião para discutir o sucedido, o que fazer, apareceu no prós e contras da nossa amiga fátima, ao lado do que se passou na área do colombo essa rapariga é uma anjo, estou mesmo revoltado, é repugnante o video, e cada vez mais a única coisa que me dá orgulho neste pais é o Futebol Clube do Porto, sabem o que é que a polícia disse em relação ao assunto?, que deviam parar de passar o video nas redes sociais, por ser chocante, mas acho que a sociedade precisa de acordar, mais um exemplo nojento da capital e agora querem passar uma esfregona sobre o assunto, fico à espera de um programa em horário nobre a falar sobre a "educação" em Lisboa:

http://www.lux.iol.pt/nacionais/jovem-brutalmente-espancada-recreio-liceu-queluz/1255610-4996.html

cian disse...

P.S.: O pior disto tudo são os rapazes do vídeo que vêm tudo e não fazem nada, ainda se riem e gozam com a rapariga brutalmente agredida, não é difícil imaginar de que clubes estes jovens devem ser adeptos, e provavelmente isto é o reflexo de muita frustração dos seus pais em casa, imaginem se isto tinha acontecido com o DolceVita do Dragão em pano de fundo, os jornais que se tinham vendido, a assembleia parava, os partidos uniam-se em prole de um inimigo comum, estou mesmo muito revoltado com tudo isto, mas se calhar, nos tempos de hoje, isto é normal, e as crianças são educadas assim quando os seus heróis dão o exemplo e justificam actos cobardes, e de mal-perder, quando se vêm os heróis a partir pernas, a dar cotoveladas, a apagar a luz e dizendo-se que é normal, e depois é no Porto que são uns selvagens.

Ribeiro DeepBlue disse...

Cian, isto não tem nada a ver com ser do Porto ou ser em Lisboa.
A nossa sociedade está doente no seu todo.
E a selvajaria neste momento não escolhe poiso no nosso território (bom, talvez nas Flores ou no Pico, não haja destas coisas...)
Mas no resto tens razão...repugnante.