terça-feira, 2 de novembro de 2010

5 minutos e um Lisandro

O Lyon esteve hoje a cinco minutos e um Lisandro de ganhar o jogo na Luz. Acredito que, se o jogo tivesse mais um bocadinho, os franceses teriam chegado ao empate. E, claro, um Lisandro faria toda a diferença. "Os jogadores do Lyon acarditaram que podiam dar a volta", como disse o profeta, e até vimos o Weldon a chutar a bola para longe, com 4-2, para queimar tempo. Está tudo dito quanto à capacidade desta equipa, que se limitou a marcar de bola parada e de contra-ataque, contra um Lyon que andou a nanar durante 75 minutos. No finalzinho, tivemos a alegria da noite: o regresso de Roberto, el frangador, como que a dizer: "No me olviden, chavales".

12 comentários:

Ribeiro DeepBlue disse...

Nos últimos 10 iam-se borrando todos.
Aliás, o jogo nem tinha começado e o Aimerda (uma espécie de Maradona, segundo alguns...) já se cagava todo, daí não ter entrado em campo sequer...

Jonas disse...

Dá-me ideia de um golo mal anulado e um segundo golo por anular. A bola parte de trás e dá-me a impressão que o Cuentão estava adiantado, mas não houve nenhuma repetição decente. Devem ter acabado o jogo todos borrados, tal a superioridade da equipa do jasus! Nunca mais chega domingo!!!!

Jonas disse...

E os comentadores a comparar o Cardozo ao Lisandro... chegaram à conclusão que o Lisandro não é assim tão bom e tal... o nível usual nos comentários em jogos! Se o Lyon empatava ou ganhava até aqueles se borravam em directo...

guardabel disse...

Depois de ter visto o (C)aimar correr como um Usain Bolt, aos noventa minutos do último jogo, estas "indisposições" soam-me muito estranhas... muito mesmo!

Jonas disse...

Também pensei exactamente quando soube da diarreia súbita do Maradona dos tempos modernos... será algum novo pó que cause tal efeito laxante em tão pouco tempo?

Ribeiro DeepBlue disse...

No programa desportivo de segunda, as imagens da (mais recente) agressão do David Luiz não foram mostradas. Argumento: a SportTv não forneceu essas imagens.
Hoje, no programa das Terças, as imagens foram mostradas.

Que conclusão podemos tirar aqui relativamente ao lambecuzismo da SIC relativamente ao clube do presidente penhorado?

Guarda, estas indisposições do Aimerda podem significar um de duas coisas:
1. O rapaz está grávido.
2. O suplemento vitamínico administrado pelo treinador que diz que o "Lyon ia fazer o 'Centagésimo' jogo na Champions " está-lhe a dar cabo dos intestinos...

Ah pois disse...

Uma semi-Lapalissada: o Aimar nao jogou para assim nao ser testado no teste anti-doping.

E' o que parece que estao todos a insinuar, eu pelo menos digo directamente.

Rafael disse...

Sou leitor assíduo deste blog, não desde que começou, mas desde o tempo suficiente para ficar "viciado" na escrita inteligente, corrosiva e muito bem-humorada quer do guardabel quer do poncio... Os meus parabéns sinceros. Todos os dias visito o blog à espera de novidades, e mais importante, que fique sempre com um sorriso nos lábios. É uma escrita digna de um Nuno Markl ou qualquer outro "mago" das produções fictícias. Já visitei outros blogs do nosso clube, mas o que me prendea este é sem dúvida a sua escrita magistral. Já tinha planeado fazer este elogio há muito. Finalmente o dia chegou!
Saudações portistas.
Please keep going on!

penta1975 disse...

caríssimos,

curiosamente e sobre a indisposição «súbita» do Aimar, também pensei o mesmo. deverá ter sido uma coincidência - como, e bem, notou o Guarda Abel. contudo, eu não acredito em coincidências, nem em tudo o que vem daquele clube cujo nome me recuso pronunciar.

saudações PENTAcampeãs!

Tomo I

André Pinto disse...

A minha sensação é que no Domingo vamos ganhar 3-0, com menos 2 em campo. É claro que no Benfas há certas peças tuneadas, como se viu no arranque da época passada. Este ano, com a chegada tardia de jogadores do mundial, Jesus não pode aplicar os seus métodos anabólicos com a desejada antecedência. Eu disse anabólicos? Queria dizer diabólicos...

cian disse...

então? aonde é k está um post sobre o jogo de ontem?

guardabel disse...

Rafael, muito obrigado pelas suas palavras. Um abraço.