quarta-feira, 25 de agosto de 2010

As três manchetes de hoje

A vitória de ontem do Braga deixou-me curioso em relação a como seriam as capas dos desportivos de hoje. Pois bem, tivemos direito a três capas diferentes. As de A Bola e O Jogo regeram-se por critérios puramente desportivos e, naturalmente, deram destaque à proeza bracarense. Pena que este critérios puramente desportivos e eticamente justos sejam esquecidos por A Bola na maioria dos feitos do FC Porto (falo de vitória em jogos importantes, não em conquistas de grandes troféus). A capa de O Jogo é particularmente feliz porque dá destaque ao que raramente parece nas primeiras páginas: os adeptos. E graficamente está muito bem conseguida. Depois, temos o Record, esse lixo jornalístico, para quem tudo o que está acima do Tejo é paisagem, preferindo fazer manchete com um suplente do Grémio de Porto Alegre que vem substituir Ramires.

15 comentários:

cian disse...

exactamente! ofereci o jornal o jogo a um amigo da Marinha(já que só recebem a bola e o record lá) dizendo exactamente isso que disseste Guarda, neste caso não se tratava de Porto ou Benfica, e disse-lhe "vê agora quem é que divide o país"
o director do Record criticou recentemente numa crónica as palavras de Pinto da Costa sobre os pasquins controlados por clubes, o "director" defende-se dizendo que se há pasquins controláveis são o jogo e a bola, que o Record não deve nada a ninguém, e que não tem medo, mas pelo que se vê, ou o Sevilha tem alguém infiltrado na direcção do Record, ou devem alguma coisa a Madrid, ou ainda pior, o Record vive do complexo da Ibéria unida, e Portugal para eles é apenas uma província de Espanha.

Quanto ao Braga, aquilo foi uma vitória à Porto por todos os poros, Alan(para mim o melhor em campo) merecia outra atenção por Jesualdo, e o Lima? onde é que andavam os nossos olheiros?
Quem elimina Celtic e Sevilha, tem tudo para passar a fase de grupos no 2ºlugar, a não ser que lhes saia o Real do Mourinho e o Manchester do Ferguson( e mesmo aí não sei nao...), mas Domingos está de parabéns, ele bem disse no final do ano passado na última jornada "se chegámos até aqui, algo está reservado para nós" dito e feito.

E o Mourinho que se cuide, o nosso país de apenas 10 milhões está prestes a criar outros treinadores melhores do mundo, "penso eu de que"...

Brigada Azul disse...

http://brigadaazul.blogspot.com/2010/08/brigada-oferece-1-camisola-autografada.html


Abraço!

cian disse...

epá o Vercauteren quer o lugar de treinador do Porto ou quê? só mesmo alguém de fora para dizer isto
"O FC Porto é o grande favorito, nem devia estar nesta prova, mas sim na Liga dos Campeões" é que cá "dentro", não sei porquê, não se tem essa imagem.
Realmente só há 3 clubes de topo, enormes, da elite Europeia, na Península Ibérica:

Barcelona(Catalunya)
FC Porto(Condado Portucalense)
e Real Madrid(Castilla y Leon)

tb há uns clubes menores, mas com o seu gabarito:

Sevilha(Andalucía)
Valência(Valencia)
Deportivo(Galicia)

e depois há aqueles que se destacam na região local, e de vez enquando aparecem no estrangeiro:

Athletic Bilbao (Euskal Herria)
Braga(Minho)
Espanyol(Catalunya)
Celta de Vigo(Galicia)
Getafe(arredores de Madrid)
Atl. de Madrid(Castilla y Leon)
Sporting e Benfica(Extremadura de Portugal)

de destacar el Benfica, por se encontrar com los grandes neste último botelhon, porque claramente em sus confrontos directos com las outras regiones, se sai a sempre batido, envergonado e enbaraçado(literalmente em castinhol!)

Ah pois disse...

cian, permita-me discordar mas e' um bocado injusto meteres o At Madrid num patamar inferior ao Deportivo de Corunha. O At Madrid e' so' o vencedor da Liga Europa e ja' ganhou uma Taca das Tacas e uma Intercontinental!!! (sem ter sido campeao europeu e' verdade, representou a Europa como vice-campeao no lugar do Bayern Munique).

O Deportivo (que e' so' o meu clube Espanhol favorito seguido de perto do Ce7ta de V7go) nunca chegou a uma final europeia sequer...

De resto a tua analise esta' certissima.

André Pinto disse...

Um gajo vai 4 dias para um ermo na Hungria, sem interné, volta e encontra aqui valente regabofe... Meninos, que regalo!

Ribeiro DeepBlue disse...

Em minha casa, os únicos olhos que lêm o Record são os olhos de baixo....

O mais grave é que se calhar, esse craque ontem anunciado nesta "merda folheável" irá juntar-se às dezenas de "contratações" já feitas pelo dito "jornal".
Ou seja, mais ninguém vai ouvir falar do craque.

cian disse...

ah pois, pus o atlético no 3 pote porque não gosto desse clube, são tão ou mais calimeros como o Sporting, e têm a mania das grandezas como o Benfica, e não conseguia pôr o Deportivo no mesmo pote que estes três clubes, não sei porquê...

Azul disse...

Só umas perguntas: O que é feito do Walter nem em jogos a "feijões" o homem entra? Deve ser bom deve!!!! Estão á espera de quer para contrar mais um avançado? E o James, será que já viram que não vale nada e não o querem pagar? O Raul Meireles sai ou não sai? O Fucile fica ou não fica? Não seria melhor enviar o cebola para algum centro de reabilitação fisica? quanto a que ele ganha mesmo?

Este Hleb que vem para os mouros não é mau jogador.

André Pinto disse...

A lagartagem anda em histeria por ter conseguido eliminar o Brondby; medida certa da qualidade verdusca...

Na espuma da alegria que a frustração pariu, a massa acéfala vira-se para Moutinho, bradando entre arrotos, que Nuno André Coelho lhe leva 1-0. Perdão??? Em peso e importância nas respectivas equipas, Moutinho goleia por muitos. Ouvir estas coisas de Sportinguistas provoca crises de estupefacção, já que de grande apenas sobra o nome ao clube, mas aquela troupe de vencidos da vida com estes nadas se enche de bazófia. Ora humilhados e ofendidos, ora senhores do Olímpo. No estado de putrefacção em que aquilo anda, e com estas atitudes, os adeptos põem-se mais a jeito para a humilhação, que é certa na presente época. Veja-se quem têm por presidente: um mentecapto, que baba a gravata enquanto grunhe inanidade atrás de inanidade, uma besta irrecuperável que se deixa fotografar em regabofes pelo Brasil, caipirinha na mão, tronco nu, sorriso azeiteiro, à hora em que a sua equipa é humilhada no Dragão. Vejam quem têm por director do futebol: um mulato de ventas decoradas com os óculos da Amália, que se preocupa mais com o corte dos fatos (horríveis, horríveis) do que com a gestão do plantel. Vejam o plantel, onde não há um único rasgo de talento, uma virtude que se destaque; tudo mediano, pobre, alguns velhos mesmo, e pasto fértil da intriga comadreira. Olhem para o treinador: certamente um tipo simpático e religioso apreciador da patuscada domingueira, mas mais obscuro e anónimo que as origens do professor Neca. E depois há mistérios universais que intrigam exércitos de intelectuais, como Postiga, ou Djaló, que tornam o Sporting numa catedral do absurdo decadente. Burlesco, patusco, vamos...

Os Sportinguistas, se querem ver o que os espera, que ponham os olhos na história do Belenenses, caso não haja uma mudança rápida e dramática no seu panorama directivo. Tragédia das tragédias: já nem poderão brincar aos campeonatos de bairro com os colegas da Avibom, mais abaixo na rua! E se me acusam de "wishful thinking", retruco-lhes com a velha e latina máxima:

-"Dê Deus saúde as meus inimigos, para que assistam de pé à minha vitória."

cian disse...

muito boa andré pinto, disse a um sportinguista que tiveram muita sorte na dinamarca, exclamou "sorte? e o 2º golo dos dinamarqueses em alvalade e o golo do liedson mal anulado" realmente só vi a segunda parte, mas que miséria, a defesa do cbordeing parecia um queijo suíço, se o melhor dos defesas era o Nuno Coelho, que é pior que o nosso pior (Maicon), vê-se logo a qualidade daquela defesa, depois no ataque, numa jogada de 4 para 1 perdem a bola! não me interpretem mal, eu até estava a querer que o sporting ganhasse e passasse(para os pontos de Portugal) foi um martírio assistir a algo assim, e claro a estrelinha da taça Uefa do Sporting voltou a brilhar, mas ainda têm de trabalhar muito para terem uma equipa a carburar como a nossa, ou a do Braga, muito mesmo.

Vitor disse...

http://www.guardian.co.uk/football/2010/aug/27/liverpool-sign-raul-meireles-porto

victor sousa disse...

Convenhamos: o jornalismo é um negócio, e portanto o "profissionalismo" está condicionado.
Também é por demais evidente, que uma capa apelativa aos adeptos do Porto, dificilmente teria contrapartida. Por isso eles vão "estimulando" o ódio.
Por mim, nada me incomoda, que já os conheço há muitos anos. O que me chateia, é que aquilo não é português...

André Pinto disse...

Sobre as saídas de Bruno Alves e Raúl Meireles, muito se tem assanhado a imprensa nacional. A julgar pelo que se tem escrito, estavam mortinhos por sair e os textos procuravam pretextos, sinais que denotassem monos, enfados, revoltas dos jogadores contra a possibilidade de ficarem no FCP. Sublinhou-se com rosa berrante fluorescente o desejo desses jogadores em sair do FCP, mais do que o desejo de jogar num campeonato de topo, auferindo outros valores salariais. Bom.

Desde o final do anterior campeonato e até há bem pouco, David Luiz, Luisão, Cardozo, Fábio Coentrão, Ruben Amorim, etc. eram histericamente referidos como alvo de babosas cobiças por parte de nomes sonantes do futebol europeu. Os números eram estratosféricos, os discursos dos visados eram já quase na língua dos campeonatos em que se viam a jogar. Cardozo levou mesmo uma resposta tortíssima, azeiteira, de Vieira e Jesus: só faz cá falta, quem cá quer estar. Começa o campeonato e esses outrora certíssimos emigrantes, milionários em potencia, continuam no Benfas. Mas ninguém fala de fretes. É o Benfica! Frete seria saírem para o Real Madrid! Fretes só no FCP!
No entanto, é notório que David Luiz joga de forma displicente, Cardozo se arrasta em campo, sendo Fábio Coentrão o único que parece estar onde quer. Mais do que as robertadas, há ali inépcia, futebol amuado.

Raul Meireles é um bom jogador, que nos deu muitas horas de bom futebol. É com saudade antecipada que o vejo partir. Tudo de bom, por Inglaterra e para o resto da sua carreira.

Ribeiro DeepBlue disse...

Receita do dia: Frango à Paneleiro

Ingredientes
1 frango (pode ser espanhol)
1 ou mais limões (podem ser de Setúbal)
Sal, vinho branco, Alhos, Azeite Q.B
Outros temperos ao gosto.

Temperar o frango por dentro e por fora.
Furar os limões com um garfo.
Com muito jeitinho, ENFIAR O LIMÂO no cú do frango.
No caso de se encontrar em regiões mais montanhosas da Madeira, poderá precisar de dois limões.

Levar ao forno e esperar.

Uma receita deliciosa, não é?

Não sei porquê, mas quando vi "Frango" e "Paneleiro" na mesma frase, lembrei-me logo da agremiação de Carnide, por ter muitos de uns e de outros.

Há uns anos, tentaram uma variante, mas em vez de usar um limão usaram um Melão.
Desgraça total: ao meter o "Melão" no cú do frango, ninguém ficou "Calado"...

Por hoje é tudo.
Podem seguir mais deliciosas receitas destas em www.o-tractor-novo-do-lucas.com

cian disse...

xDDDD Ribeiro, de partir o coco a rir!