quinta-feira, 7 de abril de 2011

Falcao e companhia num lugar diferente

Cada vez que vejo o Porto 2010/2011 a jogar na Liga Europa fico com a sensação de que o nosso lugar não é ali, nesta competição. O FCP de Villas-Boas é uma equipa de uma dimensão superior, capaz de se bater com as equipas que actualmente disputam a Champions. O resultado deste processo está à vista: só uma equipa como o Vilareal poderá impedir-nos de vencer tudo e todos. Claro, isso ou um dia mau face a Benfica ou Braga.

Mas não tenhamos dúvidas: estes russos são muito "bons de bola" (os brasileiros que têm são jogadores tecnicamente evoluídos e rápidos). Esse facto e a perspectiva de voltar a jogar num piso sintético que é um ambiente estranho para os nossos jogadores fazem deste volumoso resultado um grande passo rumo à meia final com os espanhóis.

Quanto ao jogo propriamente, a história é simples: enquanto o Spartak teve energias para jogar "à Porto" esteve tudo muito incerto, muito equilibrado. Para além da felicidade de marcarmos primeiro (a chance inaugural foi deles), tivemos sobretudo mais ritmo e um Falcao que fez, independentemente dos 3 golos marcados, a melhor exibição de sempre pelo Porto. Nem depois do golo russo a equipa tremeu. Depois, quem tem jogadores como o Bellushi, o James e o revigorado Rodriguez no banco só pode ter um 11 poderoso. Mas o que fica na retina é o querer, a energia e o talento do nosso ponta-de-lança colombiano, que joga, faz jogar, segura a bola e, já agora, é o melhor marcador da competição. Um jogador que, para nossa tristeza e devido à pequenez do nosso campeonato, não deverá ser possível manter no Dragão para além da próxima época.

15 comentários:

guardabel disse...

Resolvi ver o site de A Bosta:

Benfica-4
PSV-1
"Só Roberto impediu noite perfeita"

Villareal-5
Twente-1
"Villareal esmaga Twente e já pensa na meia-final

FCP-5
Spartak-1
"Dragão embala para Moscovo"

guardabel disse...

Uns têm noite perfeita, outros esmagam e estão nas meias. Nós embalamos para segunda mão.

André Pinto disse...

Houve durante muito tempo, um demente que por aqui andava afirmando a pés juntos que o Cardozo era mil vezes melhor que o Falcão. Segundo a mesma cavalgadura, jamais trocaria um pelo outro. Se há traço comum a todos os adeptos do Benfica é que não entendem nada de nada da bola. Falcão, para mim, é o melhor ponta-de-lança a jogar em Portugal, desde Jardel.

No entanto, não concordo que o nosso banco seja de luxo. TEM jogadores de luxo, o que é uma coisa completamente diferente. É preciso não ter memória curta: sem Álvaro Pereira e Falcão, tivemos jogos muito complicados, com a tacticamente descaracterizada. Faltam alternativas aos jogadores nucleares, apesar dos excelentes avançados que temos no banco.

Noves fora, continuamos a jogar seguros, com alegria e eficácia. Venha o Villareal. Não tenho medo nenhum. Até os comemos!

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Grande noite europeia do nosso FC Porto, com uma segunda parte de grande nível, e a conseguirmos um resultado que praticamente carimba a passagem às meias-finais onde iremos defrontar o Villarreal.

O Spartak entrou melhor no jogo, e o tridente de meio campo composto por Ibson, Alex e Rafael, conseguiram ganhar o duelo da posse de bola, e tiveram uma excelente oportunidade para marcar por Wellinton. Marcamos numa excelente jogada de ataque, e podíamos ter marcado mais 2 ou 3 golos, relembro os dois cabeceamentos falhados de Varela.

A partir do momento que Fernando conseguiu acertar na marcação ao criativo Alex, e Guarin a Ibson, o Porto partiu para uma exibição de grande nível.

Pena foi o golo sofrido numa desatenção defensiva, sem a devida compensação da subida de Alvaro no corredor. Já antes desse lance pela direita o Spartak tinha cruzado com perigo para área.

O nosso tridente ofensivo esteve excelente, com Falcao a realizar uma exibição fantástica e plena de eficácia.
Grande duelo com Rossi na luta pelo título de melhor marcador da competição.

Guarin esteve muito bem no lançamento dos colegas de ataque, e Moutinho foi o pêndulo que tapou buracos e fez aqueles cortes que ninguém dá por eles, mas que são importantíssimos.

Fucile e Alvaro muito bem a atacar, descurando por vezes a defesa.

Rolando e Maicon demoram a acertar a marcação ao irrequieto Wellinton, mas a partir do momento que Fernando fechou a tranca da defesa, foi-lhes facilitado o trabalho, acabando mesmo Maicon por marcar um excelente golo e Rolando muito perto de marcar também.

Helton ... fantástico, é como o vinho do Porto, quanto mais velho melhor!

Excelente o apoio dos nossos adeptos, que fizeram grande festa, e foram presenteados com um Porto Vintage na segunda parte.

Na segunda eliminatória temos de ter atitude séria apesar da vantagem alcançada nesta 1ª. mão, mas as dificuldades serão muitas devido à longa viagem e relvado sintético.

Temos tudo para ir à final e sonhar novamente com a conquista da Liga Europa.

Abraço

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com/

P. Ungaro disse...

Boas,

Mais feito brilhante na carreira do FC Porto esta epoca, não só pela goleada mas fundamentalmente pela entrega ao jogo que podia ser complicado na "ressaca" da vitoria no campeonato.
Temos treinador, temos equipa, temos entrega e raça para estar e Dublin !!!

Um abraço

http://fcportonoticias-dodragao.blogspot.com

Dragaopentacampeao disse...

De vitória em vitória, o FC Porto vai cumprindo na íntegra o seu destino que é VENCER.

Depois de dois títulos já garantidos (Supertaça e Campeonato nacional) os Dragões lutam ainda em duas frentes (Liga Europa e Taça de Portugal).

Também nestas, a ambição continua intacta, apesar da desvantagem na TP.

O FC Porto deu ontem um passo decisivo para a passagem às meias-finais da LE, com mais uma vitória justa e contundente.

Apesar de uma entrada no jogo um pouco displicente que nos podia custar caro, a equipa, logo que se conseguiu soltar do espartilho russo, partiu para uma exibição segura e intensa, coroada com belos golos.

Falcao foi um dos heróis da noite ao apontar três dos cinco golos portistas. Mas quase todos estiveram em bom plano, ultrapassada que foi a primeira meia hora de desconcentração, precipitação e desacerto quase geral.

Bom, depois foi o bom e o bonito. Equipa dinâmica, esclarecida, demolidora e imaginativa. Os golos acabaram por ser a sequência lógica do melhor futebol ofensivo então praticado. Se o acerto no capítulo do remate fosse completo o resultado poderia ter sido por números escandalosos.

Com esta gorda vitória, a viagem a Moscovo ficou mais desanuviada. Mas teremos de ser competentes para garantir mais uma vitória para continuar a cumprir o nosso destino.

Um abraço

cian disse...

epá Guarda, isto não é só na Bola, também na Uefa andam minados de anti-portistas, senão repara nos títulos, e estive a ver os golos do Villareal e acho os nossos bem melhores:

"Graft and craft key for Rossi's Villarreal"

"Clinical Benfica leave PSV with it all to do"

"Porto's Falcao all smiles after Spartak hat-trick"

reparem nesta incongruência:

"Five-star Villarreal leave Twente dazed"

"Falcao hat-trick as Porto stun Spartak"

ou explicando para miúdos:

"Villarreal's art and craft"

"Benfica's Salvio sinks PSV"

"Porto put five past Spartak"

caraças e eu que pensava que aqui é que as notícias eram sensacionalistas para os outros e para nós desprovidas de sentimentos.
Mas também no site da Uefa têm feito reportagens e artigos a apoiar abertamente algumas equipas, alguns são filhos e enteados, primeiro foi o Twente, como equipa pequena, na CL, enquanto o Braga bem que podia ter tido mais apoio pela UEFA nesse sentido, depois foi o PSV na LE, agora é o Villareal a ter destaque, eles vão caindo e nós vamos sorrindo.
André concordo contigo, o banco não é de luxo, creio que não o disse que era, acho no entanto um banco muito bom, Belushi, James, Rodríguez, e Ruben Micael não são fantásticos para ti? quando é que tivemos um banco tão bom? quando tinhamos Farias, Mariano, Tomás Costa, Ricardo Costa, Marco Ferreira, Beto não é melhor que Nuno? acho apenas que Maicon podia ser melhor, tem feito muitos erros, mas mesmo assim é um jogador com grande qualidade, não é muito melhor que Stepanov? temos um banco muito bom e quentíssimo, e isso só demonstra que o Porto tem uma equipa enorme, enquanto outras equipas andam à procura de jogadores para meter no onze, PC anda à procura dos melhores jogadores para meter no banco, até aí vai à frente muitos anos.

cian disse...

"O FCP de Villas-Boas é uma equipa de uma dimensão superior, capaz de se bater com as equipas que actualmente disputam a Champions."

Pôncio, caro amigo, calma,
não exageremos, tudo é subjectivo.
Por exemplo, o Hapoel de Tel Aviv é bem capaz de se bater com alguns semi-finalistas da Liga Europa, mas daí a estar lá, vai um grande passo, um passo de Lisandro.

Acho que nenhuma equipa de Champions, como nós, se revê na dimensão da Liga Europa, mas quando apanhamos adversários como, o Sevilha, o CSKA, o Spartak de Moscovo, o Villareal? não posso deixar de concordar que numa outra perspectiva o percurso até à final de uma Liga Europa se assemelhe um pouco a uma fase de grupos da Liga dos Campeões, a diferença está em saber passar o seu grupo, essas sim são equipas de champions, reparem que às vezes há grupos na champions que são muito fáceis, ou mais fáceis do que outros, ainda esta semana 3 equipas do grupo "A" (Tottenham, Inter e Twente) da CL foram goleadas, e muito provavelmente afastadas das suas eliminatórias na Europa.
Assim como os grupos da CL, na LE também há percursos mais fáceis do que outros.
Por exemplo, o Dínamo, o Braga, o Porto, e o Villareal, tiveram percursos à champions, no outro lado, PSV, Benfica, Twente e Spartak, tiveram percursos menores, mais ligados à competição onde estão, ganhar ao PSV, é ganhar à equipa que passou à rasca contra a equipa rasca que ganhou à rasquinha ao Sporting mais rasco dos últimos 50 anos, mesmo o Spartak goleou o Ajax, mas esse Ajax já à muito que se via ser um bluff, aliás todas as equipas Holandesas este ano foram um bluff na Europa, a Holanda também como país na crise mundial é um bluff, por isso ainda bem que não nos sairam equipas holandesas, além de ser prestigiante o nosso percurso, é uma boa preparação para a CL do ano que vem, pelo menos para a fase de grupos.

cian disse...

e em relação a uma possível final Porto-Benfica, para mim seria fantástico que na história do Benfica tivessem lá mais uma final perdida(são o clube campeão dos finalistas europeus derrotados) desta vez com o Porto seria um sonho demasiado grande para o podermos apreciar devidamente, para sempre estaria lá o nome do Porto na sua história mais negra, ainda mais do que o apagão na Luz, e depois não acho que o Benfica queira mesmo ir à final connosco, é que depois quem é que apagaria as luzes em Dublin?

Pôncio disse...

Eu disse que nos bateríamos com qualquer equipa da Champions mas tenho a noção de que das meias finais em diante a competição esta cada vez mais "reservada" a equipas como o Barcelona, o Real Madrid, o Man. United, o Arsenal, o Inter e o Bayern de Munique. São orçamentos colossalmente diferentes e, em alguns casos, equipas com rotinas de jogo fantásticas. Em contrapartida, até agora tem sido praticamente um passeio pela Liga Europa. Não é o nosso "filme": isto é a Divisão de Honra Europeia.

Ribeiro DeepBlue disse...

O Cervan gosta de usar analogias gastronómicas nas suas crónicas(?!) no jornal(?!!) A Bolha.
Foi o "Foie gras" quando foi jogar a Paris.
E parece que já está a preparar a Guiness para Dublin.

Tenho outras sugestões para o Cervan, óptimas para quem ainda está na fase da mudança de voz, como ele.

Depois do pepino que comeu no Domingo na Luz sugiro, para as meias finais da Liga Europa, quando vier jogar aqui a Braga, uma boa peça do fumeiro de Montalegre, talvez um daqueles chouriços bem gordos para comer com a boca de baixo.

E por falar em imbecilidades, gostei muito da nota de observador à actuação do Duarte Gomes.
É a prova que a nota dada ao árbitro do BragaxBenfica, que tanto deu que falar e que foi aproveitada para diabolizar mais uma vez o FCP e tentar justificar o falhanço desta época, não aconteceu por acaso.

Estes observadores sabem ao que andam e em que mão é que comem.

cian disse...

caros amigos, o facto de eu comentar muitas das injustiças que vejo não quer dizer que eu seja do contra, tenho sido apelidado do contra e fanático, mas então vejamos, eu discordo com o portista do blog "sou portista com muito orgulho" quando critica por tudo e por nada as decisões do Porto SAD e do Pinto da Costa, acho descabidas de bom senso, se o PC dá um peido o "portista com muito orgulho" acha que o peido devia ser comedido, ou se foi silêncioso que o PC devia com um isqueiro deitar uma chama pelo cú.
Criticar os dirigentes porque se tem a liberdade para o fazer não nos faz mais certos do que os que não criticam, o "portista orgulhoso" acha que faria melhor trabalho do que PC e Antero Henriques, o "Orgulhoso" acha que tem o direito de menosprezar o trabalho que tanto sucesso tem dado ao FCP. Se o FC Porto passou a ganhar 21 milhões por ano por direitos televisivos quando antes ganhava 9, o "orgulhoso" acha devia ganhar tanto como o Sporting que também ganha mais do que o Benfica e do que nós, isso é que é inveja, o prato do vizinho está sempre mais cheio do que o meu, se bem que o Sporting não merecia ganhar mais não se deve criticar o Porto, critique-se o Sporting pelo ludíbrio nos negócios com a Oliverdesportos, critique-se quem é o burlão em vez de se premiar a "espertize" e aquele que rouba mais, pelo que se vê no blog do "orgulhoso" a sua política deve ser a mesma, por isso deve estar muito contente ao estado em que o país chegou, não vamos criticar aqueles que fazem tudo para ganhar mais, vamos criticar quem faz um negócio justo para ambas as partes, e aliás não é por mais 1 ou 2 milhões que o Sporting nos vai ganhar, como nunca o fez sempre com mais dinheiro, o "orgulhoso" não deve perceber a filosofia do seu clube, é um clube que com pouco faz muito e bom, e não um clube que com muito faça melhor, porque melhor é impossível.
Sonhos podemos ter todos de como o clube podia ser gerido, mas temos que ser realistas para do mundo em que vivemos, criticar os que sustêm o Porto em pé durante estes anos todos deve ser de quem tem um parafuso a menos.
Não sei se o Antero Henriques é muita bom, ou se será o próximo presidente, ou se merece o cargo, quando chegar a altura se verá, mas acho de uma imprudência extrema criticar o trabalho que dá bons resultados, e melhorámos muito com os nossos erros.
A onda do "orgulhoso" é aquela onda que critica a origem de PC, da sua família, porque uns nascem em berço de ouro, estou farto dessa mentalidade anormal, o que se pede a um líder é que seja competente, e PC é um dos líders mais competentes que conheço, quero lá saber que tenha tido uma centena de amas, e que o viessem buscar de carro à escola quando os outros andavam descalços, essa filosofia leva ao caos e ao descalabro, não é o que nós temos que nos diz quem somos, é o que fazemos com isso que nos faz quem somos, e o "orgulhoso" ainda não percebeu isso.
Mas mesmo assim não faço do "orgulhoso" um bode expiatório, no outro dia não me apetecia lá pôr os pés mais naquele blog, mas voltei e não me arrependi, de vez em quando ele tem boas notícias, mas assim como PC, e Antero, o "orgulhoso" não é perfeito, é bom que perceba isso antes que se torne senil se é que ainda vai a tempo.

cian disse...

Depois sou criticado por criticar todos, que para mim não há um comentador benfiquista que goste, que não há nenhum que me agrade, ora não vejo assim tanta televisão, depois houve tempos em que se não fosse uma velhinha a não se querer sentar no fundo de um autocarro na américa, os pretos nunca teriam tido um representante no senado ou sequer um presidente, também o mesmo com a emancipação feminina, ora para mim ainda não vi um benfiquista que tenha o mínimo de vergonha, humildade, e honestidade a comentar o que quer que seja, mas critico os benfiquistas, os sportinguistas e os portistas quando tem que ser, no último programa do trio de ataque achei a prestaçao do Miguel Guedes fabulosa e sem falhas nenhumas, porque deixou a etiqueta de lado e enfrentou o benfiquista como já o devia ter sido à muito tempo, claro que todos têm defeitos e até eu, aqui também não escrevi as vezes o que devia, nem fui exemplar, também eu cometo erros, mas assim como o campeonato, eu premeio aqueles que acertam mais vezes e que são mais regulares na sua exelência do que aqueles que se acomodam com os lugares que têm e não fazem mais do que a sua obrigação, muitas vezes sendo mediocres.
Aliás, quantas vezes não temos conversas com amigos que são bem melhores do que as discussões na televisão entre comentadores?
O que sabe mais de futebol um realizador, ou um presidente da câmara de Sintra, ou um economista, de um verdadeiro adepto de bola que tem de contar os tostões para ir ver os seus heróis ao vivo? quem é que faz mais sacrifícios para apreciar o futebol? porque carga de água temos de aceitar as suas opiniões superiores às nossas? ainda se fossem treinadores e olheiros, e arbitros, e dirigentes a falar na televisão com mais regularidade, agora políticos?
Dizem-me que o Seabra deu os parabéns como deve ser ao FC Porto, não vi porque não tenho a TVI 24 nem vejo esse canal, mas lembro-me das poucas crónicas na bola que li dele e dos comentários dele no dia seguinte, e para mim o Seabra ainda é pior do que o Dias Ferreira que é para mim um medíocre dos mais capazes, o Seabra é aquele que quando o Porto está na moda não vai com modos a poupar nos elogios, claro que agora o Seabra dá os parabéns ao Porto, não vi mas não acredito que tenha tido uma epifania e se tenha curado do seu benfiquismo atroz como o Michael Douglas do seu câncro, o Seabra é um político acima de tudo, a sua função é dar o canto da sereia para agradar eleitores, qualquer dia vê-lo-emos a saltar para o trampolim da câmara de Lisboa para se agarrar ao poder, a minha crítica ao Seabra é feroz e não o perdoo porque sei que como uma cobra o Seabra quando poder insulta, denegride, e menospreza as vitórias do FC Porto, quando lhe apetece ignora os sucessos do FC Porto, venha lá ele com o que quiser, oferece ele diamantes, eu não como da maçã dele nem que venha do paraíso.
Mas eu não faço bodes expiatórios repito, sei que não é tirando o Seabra, o Realixador, o Dias Ferreira, ou outras merdas que o Benfica ou o Sporting se curam, e sei que também temos do mesmo fanatismo no nosso clube, um bocadinho menos é certo, mas digam lá senão foi bem melhor o sangue novo que foi substituir o tão louvável Rui Moreira que muitos defendem, também não condeno o homem, mas como disse premeio a qualidade e os que são melhores regularmente.
Lembrei-me agora de um exemplo de um programa que vi poucos episódios que era de louvar assim me parece, para aqueles que acham que não digo alternativas, houve um programa à cerca de 1 ou 2 anos na sic comédia em que 4 comentadores discutiam bola mas apenas com piadas, e bocas uns contra os outros, numa tertúlia muito engraçada, claro era um benfiquista, um portista e um sportinguista, e o que regulador da conversa era sportinguista mas não o admitia públicamente, foi um dos programas que mais gozo me deu ver e não entendo como é que acabou tão cedo, apenas me lembro que o benfiquista era humorista.
Acho que me fiz entender, cá estarei para criticar o que quer que seja, mas sem perder o meu norte aos valores que defendo.

cian disse...

E já agora a minha crítica para com as actualidades.
Primeiro o castigo a Xexus e a "muito boa" nota a Duarte Gomes são a razão porque a violência vai continuar no nosso futebol por muitos longos anos, até eu me sinto tentado, depois disto, a inscrever-me nos Super Dragões de Odivelas, depois o Laurentino Dias que não perde uma oportunidade, ao estilo do Seabra "político", para dar os parabéns às equipas portuguesas e dizer que era brilhante se houvesse uma final com equipas portuguesas, vamos lá a estraçalhar o que este bandalho diz, primeiro este bandalho é o mesmo que numas olimpíadas pôs em causa os atletas portugueses e passados uns dias congratulou dois deles que trouxeram medalhas, imaginem se Pinto da Costa falasse do Falcão ou do Hulk quando não marcavam e depois viesse dar-lhes os parabéns em público e aparecer ao lado deles, depois quando o Porto foi atacado pela Federação, pelo Benfica e pelo Guimarães, ficou caladinho que nem um rato e não fez nada, nem depois de todos os tribunais darem razão ao FCP, este bandalho é do mesmo partido do outro que disse que o processo devia seguir sempre para recurso, este bandalho agora quer uma final portuguesa depois de nunca ter estado ao lado do clube que mais prestígio deu a Portugal nos últimos anos lá fora, reparem um final portuguesa leva a que inevitávelmente o Porto esteja lá, do outro lado pode ser o Benfica ou o Braga, o mais correcto seria dizer "gostava que uma equipa portuguesa chegasse à final com o Porto" mas mesmo assim a final que eles querem não é a de Dublin, eles querem apenas que o Braga e o Benfica se encontrem nas meias, apartir daí apoiarão a equipa que enfrentar o FC Porto.
Deixo mais uma crítica a todos os portistas, por mais que nos digam que o socialismo é bom, que PC e outros gostam do socialismo, eu que já experienciei o socialismo do norte da europa, posso dizer que o socialismo português é uma fachada do verdadeiro socialismo, o socialismo português é uma merda para não perder tempo mais com isso, por isso se algum portista votar socialismo nas próximas eleições, depois do que eles tão "socialistas" fizeram ao nosso clube, considero-os masoquistas assim como a benfiquista do comentário do Tp.
Depois as palmas para Villas-Boas e a publicidade que os russos não gostaram, gostava de saber mais sobre isso visto que na comunicação social não se aprofunda o que verdadeiramente é interessante, imaginem se era com o Benfica, alguém me pode iluminar mais um pouco com o que se passou? porque bateram palmas ao Villas-Boas, se foi alguma coisa que ele disse, e se alguém tem uma imagem da publicidade que os russo não gostaram, é que não compro o jogo à muito tempo e nao vi, mas acho que é uma queixa à Sporting de Moscovo.

André Pinto disse...

Cian, tens razão. Eu só quis dizer que temos muito bons jogadores no banco, mas está longe de ser sequer satisfatório. Não esqueças a aflição que passámos em Fevereiro, apesar de termo resistido. Basta lesionar-se Falcão para ficar ficar a táctica toda desestabilizada, porque Hulk tem de ser adaptado, James tem de ser titular, o meio campo deixa de render o mesmo defensivamente e a defesa fica muito exposta. Tudo porque Walter não é alternativa a Falcão, da mesma forma que Sereno não é alternativa a Pereira. São coisas para gerir no mercado, depois de acabarmos o trabalho que nos falta.