terça-feira, 21 de setembro de 2010

O poder mudou para o Norte

A frase que serviu de mote para este texto foi dito hoje, ao final da tarde, por Manuel dos Santos, o impagável representante do SLB no debate semanal da Antena 1. E é com ela, ou com a ideia que está subjacente, que os detractores do Porto tentam justificar as nossas 5 vitórias seguidas e os desaires do Benfica.

Só que esta intoxicação mental poderá fazer vítimas lá para as bandas da Segunda Circular, mas não afecta toda a gente. Exemplo disso são os comentários aos dois jogos desta jornada em que participaram FCP, SLB e SCP. Ninguém fala da forma irregular como o Cardozo controlou a bola no lance do 2-0, do perdão do segundo amarelo ao Coentrão, nem do penalty que o Hulk sofreu; em contrapartida, fala-se de dúvidas no penalty sobre o Varela (que é nítido e não resultou em vantagem para o Porto) e de supostas certezas que nenhuma imagem confirma no alegado penalty cometido pelo Rolando. A cavalo de coisas deste tipo se cria a ideia falsa e desonesta de que o FCP foi beneficiado em todos os jogos e o SLB roubado sempre que perdeu pontos.

Fora destas brincadeiras, o que é interessante ver é o quanto mudou o Fernando, como joga alegremente o Bellushi, que evolução fantástica tem registado o Maicon e, sobretudo, a utilidade de um Moutinho cuja importância no nosso meio campo cresce em cada jogo disputado. Varela continua letal, mesmo quando não faz exibições de encher o olho e o mesmo se passa com Radamel Gaitan (just kidding...), mas na proporção inversa - mesmo marcando menos golos, abre muitos espaços. Hulk é, mesmo escorregando em todos os lances, absolutamente decisivo sempre que arranca em velocidade.

O Jesus pode falar de "medo" de uma aproximação, supostos receios motivados por potenciais perdas de pontos do Porto, mas se os dois clubes continuarem a jogar da forma que o estão a fazer, o campeonato estará resolvido antes do Natal. E não será em benefício do milagreiro da Luz...

15 comentários:

Oh my God! Ryan Gosling disse...

Este país é uma vergonha.A minha pátria é Portogal.

Porto sempre!

Ribeiro DeepBlue disse...

No meio desta barulheira toda não há ninguém que ouse dizer uma verdade indesmentível:
Bastaria o mais-maior-grande marcar metade dos golos que já tinha marcado o ano passado, e podiam vir todos os erros dos Olegários deste mundo.
Há quem prefira acreditar que isto tem a ver com os jogadores do Mundial (claro, o Coentrão e o Palito, só para citar alguns, ficaram em casa a ver o mundial, por isso é que estão "frasquinhos que nem alface").
Este ano, não há "catraum".
Este ano, não "espatamos 4..."
Se calhar, também, porque este ano, os adversários chegam ao fim com 11 jogadores, situação esta que, ao contrário do que gostariam os Rui Gomes da Silva, é a normal, e não o que acontecia o ano passado, em que aos 20 minutos lá jogava o Benf(hic)a contra 10.

É fodido.
É fodido, voltarmos à normalidade.
É fodido, ver o imbecil que está agora no programa da SIC voltar ao mesmo discurso que tinha há 15 anos atrás nos Donos da Bola (é verdade, este mongoloide, para além de já ter estado no governo, fez parte do painel dos Donos da Bola).

Com "Gaitas" ou sem "Gaitas".
Com Cáááárdozos com novos penteados à Paulo Bento ou não, são 9 pontos.
E a jogar um futebol agradável e muito seguro.

Para terminar: o SLB gosta muito de se colocar no mesmo patamar do Real, do "Machesta" e outros Bayerns.
Alguém de bom senso consegue imaginar um destes clubes a marcar uma conferência de imprensa igual à que ocorreu no nosso cantinho à terceiro jornada? Alguém imagina um destes clubes a pressionar todos os agentes desportivos de um país desta forma escabrosa (meios de comunicação social, clubes adversários, comunicação social, governo)?
Não, pois não?
Se calhar, o dito clube não é assim tão grande como pensa...

cian disse...

faltou falar do Ruben Micael, para mim o melhor jogador do Porto, faz-me lembrar o Lisandro no início da era Co Adrianse em que apenas jogava meia-hora por jogo, dêem a titularidade ao Micael e vão ver quem é que organiza a equipa...

dragaovenenoso disse...

Eu ouvi este programa e fez-me impressão ouvir esse personagem. O poder virou para o Norte. No ano passado estava virado para o Sul, depreende-se. E estava tudo bem. Corria tudo às mil maravilhas.

Sempre que vem para o FCPorto alguém que é do Sul fica a perceber a afronta que este clube representa para os senhores feudais da capital do império. Que o digam o engº do penta e o jesualdo.

Quanto ao penalty contra o FCPorto no jogo do Nacional, existiu mesmo, mas só o consegui ficar sem dúvidas na terceira repetição, da câmara que fica atrás da baliza. O árbitro tem acesso a tudo isso? Não pois não?

O que custa dizer a estes paineleiros é que mesmo que hipoteticamente o FCPorto sofresse o golo do empate, a equipa está de tal maneira bem preparada que daria a volta ao jogo.

E penso que ainda não pudemos jogar contra 10...perdoem-me se estiver errado

André Pinto disse...

O Rui Gomes da Silva é o indivíduo que no "Dia Seguinte" depois do jogo da Supertaça disse que o árbitro tinha feito uma arbitragem perfeitamente normal, que os tais 5 jogadores do Benfica que deviam ter sido expulsos foram bem mantidos em jogo, porque "foram lances normais da disputa de bola" (agressões de David Luiz, de Carlos Martins, etc.). Foram estes os termos com que esse senhor com cara de marreta se referiu à arbitragem mais vergonhosa que se viu em muitos anos num jogo oficial por terras luas, num contexto de consenso global de toda a comunicação social (benfiquista ou não) sobre a roubalheira que permitiu tamanho festival de porrada e consenso também sobre os 5 que deviam ter ido para a rua. E ainda assim foram enxovalhados com um festival de bola e dois golos na regueifa. Que matéria de moral tem uma aventesma destas (é só ver a expressão aparvalhada do espécime, senhores) para vir fazer declarações, chorar que nem uma Madalena, que roubaram o Benfica??? Roubado foi o campeonato inteiro o ano passado!

O facto de a suposta mão do Rolando ser apresentada como prova inequívoca de arbitragem comprada, só pode derivar do desespero e frustração que reina nessas cabecinhas galináceas. Só com a repetição em câmara muito lenta é que se percebe que a bola vai à mão de Rolando, quanto mais o árbitro ver aquilo em tempo real! Além disso, esse pseudo-comentador, que atende pelo nome de Valdemar, disse logo que "Rolando meteu a mão marota na bola, ao ver que não chegava lá com a cabeça", quando o que se vê em câmara muito lenta é que o rapaz está com a cabeça baixa, a bola passa e vai-lhe ao braço. Acto contínuo. Pode ser penalty, mas querer dizer que Rolando mete a mão na bola é de filho da puta. A bola passa-lhe pela cabeça e bate no braço. Aliás, ele faz o gesto de cabecear, não de ir com a mão à bola. Mas o Valdemar - isento! isento! - mete veneno e só faltou afirmar que Rolando fez um serviço de Voleibol. Conclusão, foi um erro de arbitragem entendível e normal. Já da sarrafada dentro da área que o Hulk levou e que passou impune, sem o respectivo penalte, não se fala. E esse sim, foi claro como o bagaço que Vilarinho toma ao acordar.

André Pinto disse...

O Rui Gomes da Silva é o indivíduo que no "Dia Seguinte" depois do jogo da Supertaça disse que o árbitro tinha feito uma arbitragem perfeitamente normal, que os tais 5 jogadores do Benfica que deviam ter sido expulsos foram bem mantidos em jogo, porque "foram lances normais da disputa de bola" (agressões de David Luiz, de Carlos Martins, etc.). Foram estes os termos com que esse senhor com cara de marreta se referiu à arbitragem mais vergonhosa que se viu em muitos anos num jogo oficial por terras luas, num contexto de consenso global de toda a comunicação social (benfiquista ou não) sobre a roubalheira que permitiu tamanho festival de porrada e consenso também sobre os 5 que deviam ter ido para a rua. E ainda assim foram enxovalhados com um festival de bola e dois golos na regueifa. Que matéria de moral tem uma aventesma destas (é só ver a expressão aparvalhada do espécime, senhores) para vir fazer declarações, chorar que nem uma Madalena, que roubaram o Benfica??? Roubado foi o campeonato inteiro o ano passado!

O facto de a suposta mão do Rolando ser apresentada como prova inequívoca de arbitragem comprada, só pode derivar do desespero e frustração que reina nessas cabecinhas galináceas. Só com a repetição em câmara muito lenta é que se percebe que a bola vai à mão de Rolando, quanto mais o árbitro ver aquilo em tempo real! Além disso, esse pseudo-comentador, que atende pelo nome de Valdemar, disse logo que "Rolando meteu a mão marota na bola, ao ver que não chegava lá com a cabeça", quando o que se vê em câmara muito lenta é que o rapaz está com a cabeça baixa, a bola passa e vai-lhe ao braço. Acto contínuo. Pode ser penalty, mas querer dizer que Rolando mete a mão na bola é de filho da puta. A bola passa-lhe pela cabeça e bate no braço. Aliás, ele faz o gesto de cabecear, não de ir com a mão à bola. Mas o Valdemar - isento! isento! - mete veneno e só faltou afirmar que Rolando fez um serviço de Voleibol. Conclusão, foi um erro de arbitragem entendível e normal. Já da sarrafada dentro da área que o Hulk levou e que passou impune, sem o respectivo penalte, não se fala. E esse sim, foi claro como o bagaço que Vilarinho toma ao acordar.

miguel_canada disse...

Já dizia o outro:"Mata o mouro, dá-lhe um estouro!".

Ribeiro DeepBlue disse...

Um momento alto do "realijador" ontem foi quando disse que o Jesus é um grande comunicador.
Ya.
No próximo programa vamor ter António Pedro "Vai com selos" a tecer loas à musicalidade do Zé Cabra, a revelar as gemas estilísticas escondidas nos discursos do Tino de Rans, e a proclamar a superioridade artística dos filmes do Stallone.

dragaovenenoso disse...

Esta de "...o poder mudou para o Norte...". Acho uma graça a quem fala assim...como se representasse um clube que é o exemplo da idoneidade. Nem o sportém se safa, basta olhar para a alteração vergonhosa do regulamento da federação de atletismo.

Mas o artista está convencido que o FCPorto foi beneficiado em três jogos! É de rir. Pelas contas dele já deveríamos estar atrás da lampionagem. E dão tempo de antena a isto.

E as páginas daquele ajuntamento de foleirada a que chamam de jornais desportivos da capital do império?! Que dizer? O marreco do ponta-de-lança bremelho é o melhor marcador dos últimos 30 anos (acho que é desde o eusébio) daquela agremiação. QUE GRANDE NOTÍCIA. É mesmo para encher de m_rda a cabeça vazia dos apaniguados desse clube.

Outro acontecimento caricato foi o comunicado com vídeo e tudo do palhaço presidente da arbitragem a pedir perdão à agremiação. O outro palhaço do CD, aquele que foi corrido (gostava de saber o que faz agora) também fazia comunicados assim mas apenas para o nosso clube, a anunciar e reforçar castigos.

Sim, sem dúvida que o poder está no Norte...

dragaovenenoso disse...

hoje uma notícia do público à qual não tenho acesso ( na parte das notícias mais lidas) dizia que os jornalistas da bola demoraram 16 segundos a escrever a notícia sobre a vitória do FCPorto. Não sei se é verdade, mas não me admira, pois o ódio que sentem pelo FCPorto é tal que já devem ter uma notícia-tipo onde trocam o resultado e os jogadores.

De rir

maniche disse...

A Comissão de arbitragem vai fazer "novo balanço" da acção dos árbitros após a 10ª jornada.
E eu espero que, desta vez, o Vítor Pereira explique bem, muito bem mesmo, o sentido daquela sua frase, proferida na época passada, que rezava assim (cito de memória): ALGUNS ÁRBITROS NÃO TÊM CUMPRIDO COM O DEVER DE ISENÇÃO EM ALGUNS JOGOS. Isto nunca foi traduzido em miúdos, nem mostrados os casos que o levaram a falar assim. Sabem porquê? Porque eram os lampiões que estavam em causa. Voilá!

André Pinto disse...

É normal o que Vitor Pereira fez? Quase imediatamente a seguir a um clube queixar-se em comunicado da arbitragem, vir o próprio presidente da comissão analisar o jogo em conferência de imprensa pública? Mas isto cabe na cabeça de alguém? É por ser o Benfica, é? Se fosse outro clube duvido que se fizesse a mesma coisa.

miguel_canada disse...

Calma, André...vamos ver se o gajo, de agora em diante, continua a fazer o mesmo.

Se for esse o plano, acho muito bem, que de x em x jornadas faça um balanço da arbitragem e ao falar em prejudicados que não fale só das toupeiras do Coronel mas que também se lembre dos pequeninos que são roubados em todos os jogos contra os grandes..

André Pinto disse...

Miguel, a comissão não tem nada que fazer sessões públicas de humilhação penitente, analizando lance a lance um jogo em que certo clube se diga prejudicado. É uma contrição pública que não tem paralelo na história da bola cá no nosso país. E é óbvio que o mesmo não será repetido quando for a vez do FCP ou de outro clube qualquer. São mordomias devidas apenas ao clube do regime.

Jornal das 3:00 am da Sic Notícias:
-"Boa noite. O FCP continua imparável; conseguiu esta noite a 6ª vitória. Aos x minutos Otamendi marca o primeiro golo e não está em fora-de-jogo." (textualmente)

Sou eu que tenho mania da perseguição...

cinemadafebre disse...

Mudou, mudou... estas putas virgens do bemnuncafica fazem-me lembrar a Gertrude Nunes, a tal que fazia dinheiro com as crianças e foi absolvida porque o crime prescreveu. É por isso que, de há uns tempos para cá, lhes passei a chamar gertrudes encornadas. Tanta treta, tanta letra e quem andou a jogar andebol foi o Cagozo. É preciso serem umas grandes putas para sequer se atreverem a abrir a boca, sobretudo depois da forma como ganharam os dois ultimos campeonatos (Estorilgate e Túneis).