segunda-feira, 3 de maio de 2010

Os Campeões (ainda) somos nós

Passei há bocado ali pela Rotunda da Boavista e não vi ninguém que tivesse reserbado aquele local na semana anterior para os festejos de não-sei-o-quê. Pensei que ia haver festa, mas, pelos vistos não houve. A avaliar pela generalidade da imprensa, que no outro fim-de-semana não se cansava de dizer "Título adiado para o Dragão", a coisa estava já praticamente decidida antes do tempo, não se admitindo que, no Dragão, houvesse outra coisa que não o "título". O próprio Jesus, fiado num qualquer milagre, dizia, como o amigo André Pinto bem apontou, que iam ao Dragão "confirmar" o título. Sim, confirmar algo que não têm, mas que vem sendo assinalado por muitos como "natural", há muito tempo...

Foi por estas e por outras que a vitória de ontem me soube imensamente bem. A sério. Ainda para mais quando ela foi obtida a jogar com os jogadores "possíveis" (ausências de jogadores fulcrais como Falcao, Varela e Ruben Micael), com menos um em campo, (numa habilidade de Olegário Benquerença, que não quis fazer ao Di María o que fez ao Fucile), e com a maior presença de adeptos benfiquistas que o Dragão já viu. Só tive pena que a polícia de choque não lhes tenha reserbado as costas para os cacetetes quando se puseram a lançar petardos para o meio dos adeptos portistas. E isto comparado ao brutal apedrejamento de que o autocarro benfiquista foi alvo (o veículo ficou irreconhecível, sem poder transitar e foi directo para a sucata), de que a imprensa fez caso nacional, não foi nada, claro. Já estamos habituados.

Sobre o jogo em si, gostei da capacidade guerreira da nossa equipa. Achei que ontem vimos o FC Porto que faltou em momentos-chave no campeonato. Vimos uma atitude, diria eu, à Mourinho (desculpa, lá, Jesualdo). Esta vitória, aliás, fez-me lembrar uma outra, do tempo de Mourinho, contra o mesmo opositor em que, com menos um, virámos o resultado. Ontem, o grande destaque, na minha opinião, foi para Guarín e Bellushi, dois não-titulares na maior parte da época. Mas a nossa defesa também esteve bem, com situações de perigo resolvidas com grande classe, com Álvaro Pereira e Rolando em plano de destaque. Beto fez a melhor exibição ao serviço do FC Porto e deve ter carimbado a ida ao Mundial. O visitante, por seu lado, jogou com todo o seu dream-team e foi derrotado por um conjunto de rapazes que raramente jogaram juntos dois jogos seguintes esta época e com menos um em campo durante toda a segunda parte. Magnífico.

Já li por aí muita gente com fé num golpe de teatro na última jornada. Deixem-se disso. Não acredito que o clube do bairro do Alto dos Moínhos perca em casa com uma equipa em baixo de forma e sem nada a conquistar como o Rio Ave (e já agora, será muito difícil que o Braga vença o Nacional, que ainda tem aspirações à Euroliga). Não nos esqueçamos que há sempre um João-pode-ser-Ferreira pronto a abrir caminho com um penaltizito ou uma expulsão nos primeiros cinco minutos. Se tal não acontecer por iniciativa arbitral, haverá sempre um Delson qualquer a provocar um penalti e a expulsar-se cinco minutos depois. Ao contrário do que se diz, a História repete-se, e todos nos lembramos da forma como este clube ganhou o campeonato com Trapattoni na liderança. Por isso, não se iludam. Aquilo que me traz alguma satisfação é constatar que, afinal, a equipa maravilha que, de forma demolidora, passeou classe por este campeonato, goleou este e aquele, deu tantas manchetes eufóricas aos pasquins do costume, vê os seus jogadores todos os dias cobiçados pelos tibarões europeus, a equipa que tem um treinador genial com uma visão única, só comparável aos Mourinhos, Guardiolas e Wengers deste mundo, afinal essa equipa apenas ganha o campeonato na última jornada! Há coisas, realmente, inexplicáveis!

29 comentários:

Deus...anteriormente conhecido como... disse...

Um texto magnifico, assim como foi magnifico ver a azia que se passeou pelas televisões lampiãs esta noite, com a RTP incluída, onde os comentários ao resumo do jogo foi das coisas mais nojentas a que já assisti.
No Dragão mandam os que lá estão...
Ps: Um agradecimento sentido aos cabeçudos encornados pela sua aparição na festa.

penta1975 disse...

esta noite FOMOS FC PORTO, car@go! ;)

«finalmente!, frente ao eterno rival, no terceiro e derradeiro confronto da época, conseguimos demonstrar a superioridade, a tranquilidade, a serenidade e a têmpera, que nos faltou nos outros dois, inclusive em desvantagem numérica e mesmo quando a partida registou um empate no marcador. há terceira teria que ser de vez, porque a massa adepta não perdoaria que se arvorasse um qualquer “não há duas sem três”.

esta noite, no Dragão, houve FC Porto!
houve raça, houve garra, houve mística, houve atitude, houve querer, houve entrega. e houve Equipa - desde o roupeiro até ao adepto, passando pelos jogadores, equipa técnica e dirigentes. resumindo: houve Mística!
os jogadores - todos eles, sem excepção! - foram de uma abnegação ao jogo como há muito não se via. a equipa técnica esteve simplesmente impecável na leitura do jogo, principalmente após a expulsão do técnico principal - a segunda de Jesualdo Ferreira na sua carreira, e consecutiva. os dirigentes souberam aplicar toda a sua experiência e recusaram-se envolver na «gloriosa» teia arquitectada pelas «papoilas saltitantes», e tecida e urdida, de véspera, com a prestimosa colaboração da Comunicação Social sediada na Capital do Império. e, não menos importante, a massa adepta do FC Porto foi efectivamente o 12º jogador: foram inolvidáveis no apoio incondicional à sua equipa desde o primeiro ao último segundo do jogo.
enfim: foi mais uma noite mágica no Dragão!»

saudações PENTACAMPEÃS!

penta1975 disse...

ps: quanto tempo demorará o "Camisola10" a aparecer por aqui? será que está a reserBar o lugar numa qualquer rotunda do País para não perder pitada da (im)provável festa? ;)

ps2: também estou curioso para perceber quais os argumentos que utilizará para justificar os três golos que teve que engolir em seco - porque o champanhe, esse, ainda está no frigorífico e, certamente!, já sem gás (ou bolhinhas, isto se gostar daqueles champanhes apaneleirados do Asti Gancia).

saudações PENTACAMPEÃS!

Niemin1 disse...

O que tem o facto do benfica ter demonstrado ser a melhor equipa ao longo da época com o facto de termos de precisar da ultima jornada para vencer? É que nao tem lógica esse ponto de vista. Se assim foi é porque tivemos um concorrente à altura, que nao foram voces (:

cian disse...

grande post! Já querem esquecer o mais rápido possível esta derrota e preparar a festa para o próximo domingo, assim espera o governo, o euro, e a Grécia.

Tenho de admitir que não tenho visto os jogos do Porto este ano, não tenho seguido quase nenhum jogo, tenho andado de um lado ao outro do oceano parando na Islândia dias antes do vulcão acordar, mas consegui ver a última meia-hora deste último jogo no Dragão, e que meia-hora fulminante! aonde estava este Porto com uma atitude tão guerreira nestes últimos anos?

Começo por falar do mal para depois acabar bem.
Foi preciso perder quase tudo para o Jesualdo perceber que o Belushi é o melhor jogador do FC Porto, e é ele que comanda aquela equipa? que raio de treinador é aquele que depois duma vitória destas ainda se queixa da arbitragem? por ventura estamos a tornar-nos como os calimeros? a frustração de Jesualdo só revela uma coisa, que ele não pensa na beleza do futebol, no FC Porto, e só está lixado porque este ano nem os minimos dele foram assegurados, lamentável ver um treinador a fazer de um dia de festa uma luta inútil contra a arbitragem, o arbitro inclinou o campo, sim, e depois? não é essa a nossa sina em Portugal? jogar sempre a subir? contra tudo e contra todos? e não ganhámos? devia era estar feliz e dar graças a Deus porque desta vez a equipa jogou à Porto como não se via à muito. Só mesmo alguém doido, senil ou lunático quer manter este treinador(ou trazer o Paulo Bento para o nosso clube), por muito que nos deu, sempre nos frustou com as suas invenções, na europa principalmente, e pró ano eu quero ganhar a Liga Europa!

Só o que vi na meia-hora final bastou-me para ficar contente este ano com o Porto, temos futuro, a equipa está lá, e até muitas das peças fulcrais não estavam! aquele golo do Belushi vai ficar na retina de todos os amantes do futebol, agora quem é que dá mérito àquele golo? a cueca ao Aimar é primorosa!
como é que se pensam em arbitragens quando os nossos guerreiros deixam a pele os ossos e a carne em campo, e dão-nos uma exibição de puro e verdadeiro sacrificio, quero lá saber da arbitragem, foi ou não foi um golo magnifico aquele do Belushi?
que maravilha ver os jogadores a correrem o dobro, a fechar todos os espaços, com menos um a irem a todas as bolas, ok, estou demasiado entusiasmado, já não via um jogo do Porto à muito tempo, mas o melhor de tudo não foi o futebol jogado, ou o resultado, ou o Benfica não ser campeão na invicta, ou o apedrejamento do autocarro dos lampiões, não, o melhor para mim, foi aquele momento final, quando no estádio só se encontravam os adeptos do Benfica, todos com cara de enterro, mas não por causa do resultado, ou do campeonato adiado, não meus amigos, os adeptos benfiquistas sentiram naquele momento uma revelação, como se tivessem descoberto o sentido da vida, e visto que até ali tinham andado iludidos, ao ver aquele estádio fantástico, aquela organização suprema, o estádio a esvaziar em menos de 5 minutos, aquela beleza arquitectónica, aquela vista para a cidade, aquele relvado reluzente e saudável, a iluminação económica mundialmente premiada, a simplicidade e a qualidade superior de tudo, um estádio que não mostra as feias bancadas de betão do lado exterior, que tem em si uma arte singular, de sucesso, de satisfação, de sabedoria, naquele momento fúnebre do lado da claque do Benfica, onde já nada interessava, nem o golo fabuloso do Belushi, só aquela calma natural do estádio do Dragão, os benfiquistas respiraram em silêncio e digeriram a realidade das coisas, os vapores, a noite, a viagem de volta, um adepto do benfica dos seus vinte e poucos anos não pôde deixar de se perguntar, "mas porque é que não temos isto lá em baixo? esta eficiência? este amor a um estádio tão belo? o que é que nos falta ainda meu Deus?" nesse instante olha para o lado, e outro adepto mais velho, grávido de sete meses, arrota, cospe para o chão, e sussurra entre dentes amarelos, "cabrões..."

André Pinto disse...

Um abraço para o guardabel, cujo regresso há muito aguardavamos, não obstante o excelente trabalho que o poncio tem feito, produzindo belas tiradas com regularidade.

O jogo de ontem colocou muitas coisas em perspectiva e lançou grande parte do país num silêncio embaraçoso. É natural a ansiedade, quando não se está habituado a ganhar, mas a atitude do benfiquismo em geral (desde os intervenientes directos, ao mais comum dos adeptos) estava a pedir um banho de humildade. Deu-me um gozo enorme ver a conferência de imprensa de Jesus, sobretudo o momento em que quase se engasga ao proferir as palavras -"Oiça... eu não sei se o FCP foi hoje melhor equipa que nós." Se calhar não viu o jogo, mas o FCP ganhou-lhe 3-1, com menos um em campo. Fica esclarecido o taxista-treinador do SLB.

Jesus estava, no entanto, parcialmente certo no seu vaticínio. Este jogo confirmou "coisas". Confirmou que o FCP, apesar de todos os seus erros de casting, não é uma equipa que não pudesse competir com o Benfica, se tivermos em conta que ontem o SLB jogou com toda a cavalaria em campo e o FCP quase com uma equipa B. Confirmou que, não fossem certas maroscas de secretaria, com alterações habilidosas do calendário (como aquele famoso jogo antecipado), suspensões cirúrgicas de jogadores fulcrais dos adversários directos, em virtude de provocações "inocentes" em casa do próprio SLB, em suma, se não fosse por uma série de condicionantes extra-desportivas, é muito duvidoso aceitar que Benfica estaria neste momento a 3 pontos do Braga, ou a 9 pontos do FCP.

Criou-se uma ilusão de super-equipa para justificar os expedientes batoteiros. É a lógica da batata "sim, foi batota, mas toda a gente viu que o Benfica foi melhor e ganhava NA MESMA".

Ficou com a sensação de que, com uma equipa ligeiramente mais sólida no meio-campo, o FCP teria chegado perfeitamento para ganhar este campeonato, contra o maior bluff futebolístico jamais produzido no nosso país, mesmo com as tramoias que aconteceram. Assim, a qualidade não possível para suplantar essas adversidades impostas fora do campo. Estou certo de que quem gere o FCP aprendeu a lição e para o ano a música será outra.

O prelúdio soou ontem.

joaquim disse...

Deixem-nos fazer a festa; eles sabem, todos sabemos que só daqui a 5 anos a coisa volta a acontecer - e isto se as ajudas não falharem...

Steve Bracotelli disse...

Só fazer uma pergunta.
É impressão minha ou ninguém viu que a expulsão de Fucile não só é errada como seria mesmo grande penalidade?

JP disse...

Guarda, parece que te filiaste no PCP (também soa parecido), transformas as vitorias em derrotas e vice-versa

esta vitoria,merecida por sinal,apaga a época de merda que fizeste, mais os casos do teu presidente, a propósito a nova alternadeira deve ter trabalhado na recolha de lixo anteriormente, para ficar imune as bufas do vosso Papa
a propósito também a vai levar a bento 16?
estavas todo cagado antes do jogo começar, não estavas?
que e feito do grande FCP, que a todos metia medo?
e o futuro? já ensaste na travessia do deserto que vais passar?
e o carro das 2 adeptas que foi todo partido,e elas também?
e as bolas de golf, telemóveis,etc?
o fucile esta contratado para o teatro,

volto já...

Camisola10 disse...

Aos adeptos do FCP, esperando que este comentário seja, para variar, publicado:

Fui ao estádio (por acaso muito bonito, apesar de desconfortável e sem acessos de qualidade), houve muito Olarápio (determinante) na vitória do FCP e também muita sorte (o primeiro golo contra a corrente do jogo, por exemplo). De qualquer forma, há que dar algum valor ao adversário, que se bateu muito bem mesmo com 10 em campo e que teve em Belushi muito mérito na forma como fechou o resultado.

Parabéns, mereceram o terceiro lugar e a forma como reduziram o atraso pontual para apenas oito pontos. Para o Benfica é sempre mau perder mas há que relembrar que esta foi apenas a 2.ª derrota do campeonato (algo que vocês acumularam logo na primeira volta) e há que retirar uma coisa muito positiva: com esta vitória o Jesualdo vai ficar no FCP para o ano (o que é um alívio ... grave é quando o FCP é comandado por um Mourinho!).

Por falar em Jesualdo, onde estão agora os críticos? e do Guarin? ahahahhahaha volta, André, estás perdoado!

Ps. Quanto às miseráveis atitudes anti-desportivas de alguns adeptos do FCP, pois quem defende estes animais merece o cheiro a esterco em que vive ... e os campeões, para além de não poderem andar associados a corrupção, devem ter classe e elevação, algo que o FCP da era Pinto da Costa nunca conseguiu.

Dragaopentacampeao disse...

Foi um dos melhores Portos da época, que esteve ontem no Dragão. Não tanto pela qualidade do futebol praticado, mais pela raça, determinação, solidariedade e empenho.

Mesmo em inferioridade numérica, pela ridícula expulsão de Fucile, os Dragões nunca se atemorizaram e vulgarizaram o «ninguém pára o benfica». Foram três mas podiam ter sido mais.

Noite agradável em que mandamos os mouros ir festejar para Marrocos, depois de uma tarde estupidamente cinzenta pelo aparato policial que fez lembrar um teatro de guerra. Que parolada!

Um abraço

O Dragao disse...

Incha Amor...
Ouve lá, ó camisola 10, não te esqueças de mandar o cheque pata pagar as grades da entrada no estádio por causa dos cornos e do melão... Mas se fores um teso gatuno como a maioria dos lampiões, guarda o dinheiro para ir ao oftalmologista. E Pede-lhe para que meta um pau no olho do cu, porque nos outros dois não tens conserto...
Não fosse o Olarápio e ias com 5 para casa...

LSM: Lucy in the Sky with Me disse...

Ouvi dizer que substituiram a tarja onde dizia "Reserbado" por uma outra que diz "Enrabados"...

penta1975 disse...

bom dia, com Alegria! ;)

o que eu realmente espero para ver, mas sentado (porque ainda me irei cansar), é a aplicação dos seguintes castigos:

i) ao "Ruizinho dos Túneis", por, impedido de tal, ter permanecido ilegalmente junto ao balneário do quarteto de arbitragem;

ii) ao vergonhoso comportamento dos bandalhos (para não dizer bem pior e, assim, descer ao nível deles) do NN, que arremessaram quatro petardos para a bancada onde me encontrava - posso garantir-vos que foi um dos maiores cagaços que tive na minha 8ainda) curta existência;

iii) ao careca do Luisão, pelo comportamento vergonhoso que teve ao intervalo;

iv) ao Maxi "cotovelos" Pereira, pela agressão ao Belluschi.

sinceramente, penso que só serão decididos - mas de uma forma célere - lá para Setembro/Outubro deste ano - e com sorte! ;)

saudações PENTACAMPEÃS!

penta1975 disse...

@ Camisola 10

argumentos fraquinhos, muito fraquinhos... ao nível da exibição no Dragão. mesmo assim:

1) sobre o conforto e as acessibilidades, deixa estar que o mesmo aplica-se ao "Cesto de Pão" EncOrnado, lá para os lados da Luz. só para que conste, a estação de metro mais próxima [Colégio Militar/Luz] dista (cerca de) 800 metros do estádio; no Dragão, sais mesmo em frente ao Estádio;
2) o «Olarápio» gamou para os dois lados;
3) a Sorte conquista-se, e o FCP conquistou-a de forma brilhante, muito luminosa até;
4) esta vitória ainda não vos «confirmou» o título, apesar dos festejos antecipados e que, azar do caraças, ficam «reserBados» para a próxima semana - talvez, caso não surjam "imprevistos";
5) as «miseráveis atitudes anti-desportivas» ocorreram de parte-a-parte - o caso dos petardos arremessados pela urbe dos NN para a bancada onde me encontrava é um exemplo da cobardia desses energúmenos - para não dizer pior e descer ao nível deles.

sobre o Professor Jesualdo Ferreira: quem te dera ter um treinador como ele - aliás, vocês já o tiveram ao comando de um plantel de vedetas, mas não tiveram a paciência que nós temos, certo?

já agora, algo para reflectires: também és dos que endeusam o Jorge "Chiclete" Jesus, certo?
já reparaste que ele limitou-se a ganhar «apenas e só» o Campeonato - este, em princípio (falta uma jornada) - e a Taça da Liga?
para quem afirmou, no início da época, que: «quero vencer TUDO!» ficou um pouco aquém, correcto?

saudações PENTACAMPEÃS!

saudações PENTACAMPEÃS

André Pinto disse...

Caro Lucas:

O teu comentário transpira nervosismo. Quando o benfica mete a pata na poça, escreves sempre comentários começando por "não sei se me vão aceitar o comment" e acabas com alguma onomatopeia histérica de risota. Já te topamos à légua por aqui e começas a ser a nossa mascote, de tão previsível.

Não sei se reparaste, mas o FCP partiu para cima do SLB com menos um jogador e já ganhando 2-1. Se isso é sorte, fica mais uma vez exposto o 6º sentido que os benfiquistas demonstram para interpretar as leis cósmicas da bola...

Não sei se reparaste na forma azeiteira, roendo-se por dentro, com que Jesus se excusou a aceitar a sua completa derrota: -"...depois LEVÁMOS o 2º golo..."(sic) Note-se o tom fortuíto, acidental, que assume a gordurosa escolha de vocabulário: "LEVÁMOS". Por alguma razão inexplicável, o número mudou no marcardor, de forma esotérica... Mais uma vez, eu tenho a humilde pretensão de informar os benfiquistas, com o grotesco Jesus à cabeça: não "LEVARAM"; foi o FCP que marcou, por ter sido melhor.

Entendo que os traumas recalcados do benfiquismo redundem no recurso ao verbo "LEVAR", mas aqui o objectivo de Jesus era o de um burgesso-treinador que "LEVOU" 3-1 no pacote e quer relativizar o resultado.

Para quem ía "CONFIRMAR" o título, acabar por "LEVAR", é de uma incompetência portentosa.

Já se diz por aí, entretanto, que certa família de magnatas sanguinários africanos vai comprar o Rio Ave, para não perder o investimento que fez este ano na compra do título ao Benfica. Um grande bem-haja.

Camisola10 disse...

Penta:

1. Mas há metro no Porto? Estou impressionado.

2. Discordo. O Olarápio gamou muito mais para o vosso lado senão vejamos: entrou logo a amarelar as principais unidades do Benfica, gamou um pénalty sobre o Maxi Pereira, e conseguiu interromper 3 vezes jogadas de ataque nossas por faltas a nosso favor! Quanto ao Fucile já deveria ter sido expulso em jogadas anteriores. Se os adeptos do FCP tivessem humildade levavam para o estádio faixas a dizer "Olegário resolve" ou mesmo "Olegário para dragoun de ouro". Fica a ideia que sem a Olarápio o FCP teria perdido por 3 tal como no Algarve.

3. Concordo. Já disse que o FCP se bateu bem com 10 em campo e que o Belushi teve muito mérito no golo apontado. Gosto de ver bons golos e bons jogadores. Não me custa dar mérito ao Belushi, tal como não vos deveria custar dar mérito ao Carlos Martins pela golo espectacular que ele assinou no Algarve.

4. Nunca me viste a mim a festejar antes de tempo. Sei bem das dificuldades que o SLB enfrenta. Em Portugal o que não faltam por aí são Olarápios. Em qualquer dos casos, o Benfica é a equipa mais forte e pode dizer que já venceu todos os rivais (no vosso caso, até duas vezes).

5. Concordo e reconheço que as miseráveis atitudes anti-desportivas também podem acontecer do lado dos NN e de outros adeptos encarnados. Infelizmente no caso de Domingo as atitudes vieram quase todas do lado dos adeptos azuis e espante-se da própria direcção. Para mim, dirigentes como o PC, ou as agressões a duas adeptas do SLB, são motivo de vergonha nacional e prova evidente que há pessoas no desporto que o utilizam como veículo de ódio. Os adeptos do FCP são facilmente manipulados, correndo atrás de pretensas vitórias sem pensar em como foram obtidas.

Pessoalmente, acho o Jesualdo banal. Mas já que o achas tão bom, explica isso ao André Pinto ... pode ser que o apanhes numa fase em que ache que o professor é mau (ou talvez o apanhes numa fase ao contrário... nunca sabemos). De qualquer forma, 10 Jesualdos não fazem um Jesus. Temos pena.

André Pinto disse...

Lucas:

Talvez fosse o momento de dizeres quando disse que o Jesualdo era bom, ou mau, porque sinceramente não sei a que te referes.

Ou, talvez, não sei queiras encontrar algum incongruência, e como não está lá inventas essa.

Mas, e se tivesse mudado de opinião? Só Deus e os idiotas nunca mudam de opinião. Pretendes apontar-me um defeito, dizendo que eu mudei a minha opinião sobre Jesualdo? E se tivesse? Pelos vistos, tu nunca mudas de opinião sobre nada, estás cheio de certezas. São claros síntomas de imbecilidade (para além de insistires em comentar num blog do FCP, onde te queixas constantemente da falta de qualidade da discussão e da forma como és tratado. E da cobardia relativamente às vergonhas passadas, mascaradas com uma identidade nova).

Mas, por acaso, nunca achei o Jesualdo grande espingarda. Sempre disse que era, no entanto, um profissional competente. E repito. Sempre foi correcto, como o foi no Domingo passado. Até nisso deu baile ao bluff Jesus, que nem sabia onde se esconder. Mas é um treinador tecnicamente insuficiente para as aspirações do FCP, também sempre o disse: ser correcto e competente não basta. Com certeza, no Benfica seria fonte de erecções precoces. Mas um Jesus, que com um plantel de 80 milhões de euros apenas ganha o campeonato nacional na última jornada, perde 5-0 com o Olympiakos e é afastado da liga Europa por 4-1 frente ao pior Liverpool dos últimos 10 anos, é aquilo a que o Benfica pode aspirar nos seus melhores dias... E ainda contou com a ajuda de expedientes biltrosos, que condicionaram fatalmente os adversários na luta pelo título. Até Fernando Santos fez melhor no FCP. São as ambições que cada um tem. Eu entendo.

Camisola10 disse...

André:

não sou o Lucas mas não me importo de responder ao teu comentário. Não há nada de errado em mudar a opinião e concordo que é digno de pessoas inteligentes. No teu caso, o que me parece errado da tua parte, para não dizer cobardolas, é elogiares quando as coisas correm bem e apunhalares nas costas quando as coisas correm mal. Quando o FCP encheu 3 em Alvalade, encheu 3 com o SLB, quando foi eliminado pelo Schalke, nos enchimentos com o Arsenal, etc o Jesualdo "não era treinador". Agora já é. Pergunto: não deveriam os adeptos do FCP apoiar o seu treinador como um bloco? E não é só com o Jesualdo, veja-se o caso do Ronaldo... era mau e tal, empolado pela imprensa, até que chegou ao Dragão e lá chutou o FCP para fora da Europa. E podíamos dar mais exemplos: Mariano, Guarin, Tomás Costa, Farias, etc O vosso problema é serem incapazes de ver as coisas com objectividade.

E já agora, a tua descrição da época do SLB, para além de facciosa e demonstrativa de uma certa inveja (quem não gostaria de ter marcado mais de 110 golos esta época?), está cheia de falsidades. Quando é que o Jesus perdeu com o Olimpiakos? Quando é que o Jesus perdeu um jogo este ano em que o Benfica não tenha lutado de igual para igual com o seu adversário? Não me obrigues a falar de Arsenais ... vocês ainda recentemente encheram 3 secas sem resposta do 4.o classificado ... qual é a dúvida?

"Até Fernando Santos fez melhor no FCP" ahahahh essa foi boa ... fica com o engenheiro, pá. Aposto que com Olarápios no plantel do Porto até podia ser de novo campeão! Afinal de contas resolve mais jogos que o Jardel!

Tasqueiro Emigrante disse...

Camisola 10:

-Tu que estiveste no Dragão não viste os petardos que os NN Boys mandaram para os adeptos portistas?

-Não viste que os amarelos nos primeiros 15 minutos foram bem mostrados?

-Não viste a agressão do Luisão ao Beluschi?

-Viste o autocarro do SLB com algum vidro partido?

Tu que és tão imparcial e estiveste lá diz-me porque eu não vejo a SIC...

Traficante de pneus disse...

Depois de reparar nos 65 pontos conquistados, vou constatar os seguintes factos:

-FC PORTO- BELENENSES- Golo mal anulado a Farias, seriam mais 2 pontos;

-sl MERDA- FC PORTO- golo do fiteiro saviola precedido de um fora-de-jogo; seria mais 1 ponto para nós e menos 2 para o clube de merda;

-FC PORTO- PAÇOS- golo mal anulado a Falcao, seriam mais 2 pontos.

Assim e falando por alto deveríamos ter 70 pontos e os mafiosos deveriam ter 71 pontos. Se acrescentarmos o golo em fora-de-jogo da maria amélia em Olhão os mafiosos teriam nesta altura 70 pontos.

Lucas: são factos objectivos. Não vou falar no Leixões-Porto e no Paços-Porto, nem tão pouco nos vossos jogos de Guimarães, Leiria, Setubal, nos 2 jogos contra a Naval e todas as trafulhices que favoreceram o clube mais asqueroso do mundo...

Apesar de Jesualdo e com o vosso andor, chegaria para sermos campeões. Reflecte.

penta1975 disse...

@ Camisola 10

a) da expressão «Metro de Superfície» o que é que não entendes?
(aliás, o teu comentário não deixa de ser curioso pelo facto de haver realmente "metro", no troço entre a Trindade e o Dragão. enfim, dou de barato...)

b) não sou especialista em arbitragem; deixo essas análises para o cineasta do António-Pedro, às Terças-feiras.
no entanto, reconheço que houve dualidade de critérios durante o jogo - por exemplo, entre a expulsão (forçada) do Fucile e a falta de coragem em mostrar o segundo amarelo ao Di Maria.
(curioso o facto de, no teu comentário, não referires este lance. enfim, "cegueiras"...);

c) «fica a ideia que sem a Olarápio o FCP teria perdido por 3 tal como no Algarve»
esta não poderia deixar de comentar. esse é o vosso erro (mais um, entre muitos): o Algarve é Passado e o jogo de Domingo nada tinha em comum com aquele. o que o FCP tinha a ganhar era não deixar morrer o seu orgulho ferido e impedir o infernal cenário de vermos o eterno rival comemorar a conquista do título em nossa casa; o que o SLB tinha a ganhar era a «confirmação» do Campeonato. no Algarve discutiu-se uma Taça ante o eterno rival - que muito me custou perder, é um facto (e pela forma como nós não jogámos), mas que, como referi, era Passado.
sobre o facto da escolha do árbitro e o resultado final, porque é tão hipotético, porque não foi o que aconteceu e porque não vivo em "ses" e em "reservas" antecipadas de rotundas e outros locais emblemáticos, não comento. (é curiosa a forma como desculpas a derrota do teu clube. os 3-0 no Algarve foram humilhação; no Dragão terá sido o quê? azar? enfim, discrepâncias...)

d) no golo do Carlos Martins não lhe dou mérito algum. não posso é desculpar os dois erros de palmatória do Nuno; a saber: 1) a deficiente colocação da 8inexistente) barreira; 2) a sua péssima colocação para recepcionar o mais do que previsível remate. dou mériot, sim, ao golo do Luisão, no Dragão porque: 1) deixou-me ainda mais nervoso do que já estava; 2) deixou-vos com uma ilusão temporária de conquista; 3) só ele acreditou que conseguiria rematar - quanto mais marcar! - naquela réstea de campo e com o pé esquerdo (!!).
(curioso como ainda te referes ao jogo no Algarve e depois de golos bem mais bonitos do SLB desde então - por exemplo, o golo do Di Maria frente ao Olhanense (fazendo o 2-0). enfim, esquecimentos...)

e) não me recordo de, no Domingo, ter havido qualquer agressão por parte da Direcção do FCP. já do SLB, não se pode dizer o mesmo - que o digam as portas do balneário onde esteve a equipa, por exemplo.
(enfim, ódios de estimação...)

f) eu reconheço mérito ao trabalho do Professor Jesualdo Ferreira, ao longo destes últimos quatro anos - quanto mais não seja pelos títulos conquistados. evidentemente, também lhe aponto defeitos - casmurrice, persistência num único modelo de jogo, o facto de não apostar mais na formação do clube, entre outros.
assim sendo, concordo contigo quando afirmas que «10 Jesualdos não fazem um Jesus» no sentido em que o Jorge Jesus ainda tem que comer muita papa Cerelac para chegar ao calcanhar do Professor, quanto mais de 10 (!!) - quanto mais não seja, na postura em campo e na demonstração de uma inqualificável arrogância (saloia, para mim). e ainda há benfiquistas que têm a distinta latosa de o tentar comparar ao Mourtinho - não afirmo que seja o teu caso, ok? é só um desabafo.
(enfim, endeusamentos que não partilho, de todo...)

saudações PENTACAMPEÃS!

André Pinto disse...

É curioso como adeptos de um clube que é a massa, a maioria, a norma, têm a desfaçatez de acusar os outros de serem manipulados, ou influenciados pelo seu clube. Se eu fosse influenciável, era do Benfica! Existe coisa mais pró-carneirada, mais estatística do que ser do Benfica em Portugal? Não é o Benfica que arrasta multidões, que implanta medidas faraónicas que contemplam milhões de almas, que alça o amor a um clube de futebol à altura de uma religião, com contornos absolutamente dogmáticos ("É o maior clube do mundo", etc.)? Porra, um gajo do benfica sequer pretender acusar os outros de serem manipulados, é um pleonasmo...

Ser do Benfica é ir com a multidão, ser influenciado da forma mais definitiva que pode haver.


A violência anexa a este jogo não me merece qualquer comentário. É pasto para grunhos, não interessa. Simplesmente, deploro que a comunicação tenha tentado colar exclusivamente a violência ao FCP, ou aos adeptos do FCP. Há uma clara tendência para focar as manifestações violentas dos grunhos portistas e relativizar as dos parolos lisboetas. O Benfica conta com a maiora das simpatias e a constante demonização de tudo o que diga respeito ao FCP. Não me surpreende. Se a nação é benfiquista, é natural que acumule anos de frustração. Tudo o que venda o FCP como a encarnação do demónio e o Benfica como defensor do bem, conta com clientela certa.

Igualmente fácil, seria conotar os milhões de papalvos provincianos que aderem ao benfiquismo, com algumas barbaridades feitas em seu nome, como o assassinato de um adepto do Sporting em plena final da Taça. Semelhante coisa é absurda; ninguém tem a veleidade de dizer que o Benfica atrai assassinos. Esses, são actos de escória, sem símbolo, nem clube. Já o mesmo critério não se aplica ao FCP, que é amplamente rotulado como um clube de adeptos arruaceiros, com todo o apoio de uma propaganda tendenciosa nos meios de comunicação.

Steve Bracotelli disse...

Já leram isto?

http://misticadodragao.blogspot.com/

Se o Lobo escreveu mesmo isto tudo a partir de agora quando andar em lisboa vai ter de andar sempre a espreitar por cima do ombro ou com seguranças.
Principalmente se aquela ultima frase for mesmo dele.

Quem diz a verdade não merece castigo.

penta1975 disse...

@ André Pinto

nem mais. está tudo dito. não são precisas mais palavras ;)

tenho tanto orgulho em ser Portista, car@go! ;)

saudações PENTACAMPEÃS!

dragaovenenoso disse...

Eu gostava de saber porque é que o FCPorto joga no Sábado e os lampiões jogam no Domingo. É para saberem de antemão de o ponta-de-lança-que-marcou-não-sei-quantos-penalties saiba quantos tem de marcar para ser o melhor marcador da liga? Que fantochada é esta?! Que me lembre as duas últimas jornadas tinham os jogos todos à mesma hora.

Vitor disse...

"O FCP é incómodo porque inverte a lógica centralista do país?

Não me posso esquecer que no dia em que o FCP jogou com o Benfica a final da taça da cerveja (Taça da Liga ou Carlsberg Cup), o primeiro-ministro veio desejar publicamente a vitória do Benfica. Naturalmente que ele não tem nada contra o FCP, até porque ele nasceu no Porto, embora se diga que é de Castelo Branco. Ele tem bom relacionamento comigo, aliás, até tenho simpatia por ele. Agora, veio quase pôr o Benfica novamente no papel de clube do regime. Estou curioso para ver quantos ministros e secretários de Estado vão estar no Estádio da Luz no domingo." E disse muito bem. Agurdemos serenamente... Pela vitória do Rio Ave!

Última pergunta e resposta de JNPC ao jornal i. Este não me parece que seja ainda encarnado...

André Pinto disse...

Não se trata disso, Vítor.

Enquanto as massas estiverem entretidas com a vitória do Benfica, as atenções estam desviadas de outros assuntos. É uma excelente altura para passar leis polémicas e implementar medidas impopulares.

Lá está: depois vêm para aqui benfiquistas acusar os outros de serem "manipuláveis". Está bem, abelha...

Vitor disse...

Oh kamarada, sei muito bem o que é o doutrinamento social. Não foi à toa que o botas não deixou emigrar a Amália, mandou construir fátima e enfiou a pantera preta no galinheiro. Lembro bem do dia 1 de Abril de 2007... Era domingo, dia de benfica-Porto (empate 1-1 graças a um autogolo d'El comandante!) e entraram em vigor as novas taxas moderadoras de internamento. Mais alguém se lembra?