segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Álvaro Pereira

É um dos jogadores indiscutíveis do FC Porto actual. Velocidade, eficácia a defender, qualidade no cruzamento. Álvaro Pereira preenche a ala esquerda de forma completa e a equipa é muito diferente sem a sua presença. Para pior. A questão que se coloca é a seguinte: é este já o melhor defesa-esquerdo do FC Porto pós-Branco? Admito que sim, mas ainda lhe falta ganhar títulos, coisa a que Nuno Valente ficou ligado para sempre na história do nosso clube. Recordo ainda um brasileiro dos anos 90 chamado Esquerdinha, que foi, na minha opinião, muito subvalorizado enquanto foi jogador do nosso clube. Fica o convite para participarem na botação na barra lateral.

Voltando a Álvaro Pereira, não sei se os caríssimos leitores estão lembrados, mas o uruguaio, antes de vir para o Dragão, foi dado como certo no 2º classificado pelo jornal A Bola. Chegaram mesmo a deslocar-se à Roménia para entrevistar o "novo defesa-esquerdo do Benfica". Passámos de um Álvaro Pereira sorridente enquanto "jogador do Benfica" para um Álvaro Pereira sério, com ar apreensivo e com as mãos em posição de pedir perdão, talvez pela traição que acabara de fazer e que o jornal O Jogo, na altura, cronometrou em 4 minutos (o tempo que ele levou para decidir e assinar pelo FC Porto). Ora cliquem lá na imagem.

4 comentários:

Filipe Sá disse...

Considero o Álvaro Pereira um portento físico. Fora isso, tem bastantes carências, quer defensivas quer ofensivas.
Longe de mim considerar que tenha "qualidade" no cruzamento.
Aliás, é a impressionante forma física que ostenta, que permite que se possa pensar isso, visto serem tantas as vezes que sobe e aparece, que algum cruzamento acerta.

Se o Álvaro conseguisse ser mais certo em tudo aquilo que faz, seria de outro mundo.
Assim, é um bom defesa esquerdo e muito bom se torna devido à carência de jogadores de qualidade para essa posição.

dragaovenenoso disse...

Guarda, excelente post. Então o final com as capas do jornal do parolo... ainda bem que guardas estas capas de jornal. Pois é sempre de rir o que escrevem e voltam a escrever.

Vitor disse...

Este Palito é uma grande máquina. Bom jogador com excenlente cultura tática e alguma técnica. Oxalá não se lesione ou se perca...

PS: acerca da renovação do AVB, ao terminar o discurso, o grande PC assim diz: "... o nosso compromisso com a vitória é ainda maior, porque a outra vitória foi-se..." Morri! Este homem não perdoa.

http://tsf.sapo.pt/paginainicial/AudioeVideo.aspx?content_id=1744355

guardabel disse...

Filipe, permite-me discordar da tua opinião. Acho um exagero dizer-se que o AP tem "bastantes carências, quer defensivas quer ofensivas". Atenção que o post não era sobre o César Peixoto :)

Quanto aos cruzamentos, acho mesmo que são de grande qualidade. Lembro-me da alguns golos do Falcao, na época passada, que resultaram de acções desse tipo.

Outra coisa. Se reparares, o AP, quando vai à linha, olha sempre para onde vai cruzar, e por vezes até faz um cruzamento rasteiro e intencional para a marca de penalti, onde vê um colega. Isto define um grande jogador, na minha opinião.

dragaovenenoso, obrigado.