segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A culpa não é só dele


Paulo Fonseca acordou hoje a pensar que o mundo não é tão cruel como ontem à noite parecia ser: afinal, estava a caminho do Olival para mais uma palestra de ressaca e, maravilha das maravilhas, a cadeira de sonho do Paços de Ferreira está de novo vaga. Em compensação, a generalidade dos portistas acordou a pensar como foi possível chegar até aqui, como foi penoso suportar 2 anos de Vítor Pereira para acabar por ter de aturar este Fonseca.

A verdade verdadinha é que  ex-craque do Estrela da Amadora ainda não saiu da capital do móvel.  Mentalmente, o homem é um grande treinador de um clube pequeno e um miserável treinador para um clube grande. Porque não percebe que falar com o André Leão é diferente de lidar com o Fernando e que o Josué que brilhava de verde e amarelo não serve para titular azul e branco. É o chamado "erro de casting". Porque o duplo pivot defensivo está para Paulo Fonseca como os 2 amores estão para o Marco Paulo - é uma "tara" mais do que uma "mania".

Sim, claro, a culpa não é só dele. O homem é (mais) uma aposta pessoal do PdC que correu mal. E, como em todas as apostas pessoais que lhe correm mal (felizmente poucas), PdC tem tendência para persistir no erro. Foi assim com Vítor Pereira, foi assim com Fernandez, tem sido assim com o Fonseca. O Pereira safou-se porque tinha mais e melhores jogadores, mas sobreviveu à custa da persistente azelhice do homem da chicla. De Fernandez não reza a história e do homem que lhe sucedeu também não. O jogo de ontem foi um ponto de exclamação na desgraça exibicional do Porto 2013/14. O ponto final aconteceu antes do Natal, quando já se tinha visto como a equipa (não) jogava e ainda íamos a tempo de ganhar alguma coisa.

Quanto aos outros culpados: inevitavelmente, quem escolheu e mantém o Fonseca, quem construiu este plantel, quem vendeu tantos jogadores por somas astronómicas sem contudo conseguir criar uma situação financeiramente estável, quem pensou que, numa época de transição, sem gente com estatuto e com muito ainda para ganhar, bastaria um treinador cujo ponto alto do currículo é um brilharete na sua única época na primeira liga portuguesa. Quem permitiu que o Lucho saísse para um merecido exílio dourado sem ter meios para suprir essa saída. Quem perante todas as lacunas que a equipa evidenciava não fez melhor do que dar uma derradeira oportunidade ao Quaresma.

Olhamos hoje para o plantel do Porto e vislumbramos muito poucos grandes jovens jogadores, daqueles que potencialmente sairão por certo do clube por valores irrecusáveis: Mangala, Alex Sandro e Fernando. O resto da malta é gente nova que tarda em mostrar serviço, "consagrados" a caminho dos 30 ou atletas simplesmente banais para um clube como o nosso e vulgares demais para os PSGs e Chelseas deste mundo. É por isso que, com Fonseca ou sem Fonseca o futuro imediato não é risonho. Por outro lado, o facto do clube de Mourinho jogar agora com 3 ex-benfiquistas deveria ser motivo para refletir.

15 comentários:

Pentadragão disse...

E o mais grave está para vir:

- Jogo com os rosas para a Taça
- Jogoa com os rosas para a Taça da Liga
- Previsíveis festejos do cameponato dos rosas na nossa casa.

Auguro um final de época negro, negro negro.

rbn disse...

De Fernadez não reza a história?

O homem foi "apenas" Campeão do Mundo em 2004, e "apenas" tem o rosto estampado nas 5 bandeiras dos treinadores campeões na UEFA e na FIFA no Dragão, ao lado de Ivic, Artur Jorge, Mourinho e Villas Boas.

Eu ainda fico espantado em como alguns portistas ainda dão mais importância a perder uma liga doméstica em 2004/2005 do que ganhar uma taça de Campeão do Mundo na mesma época.

Se hoje estamos em 17º lugar no seleto ranking dos 20 clubes que mais ganharam títulos internacionais, Fernandez é responsável por um deles.

Pôncio disse...

Caro rbn, se te acalmares um bocadinho eu explico a minha "teoria" sobre o Fernandez: não foi ele que apurou a equipa para essa "competição" e para ser "campeão do mundo", como referes, bastou ao homem vencer um jogo com um colosso como o Once Caldas... nos penalties

miguel87 disse...

Depois de ver ao nível que esta equipa baixou comparado com a segurança e consistência de jogo das últimas 2 épocas, e continuar a malhar no VP, portistas como vocês mereciam era ter um Fonseca por muitos e longos anos à frente da equipa!
Só com muita má fé e/ou desonestidade intelectual se podem
dizer coisas como vocês continuam para aqui a escrever...

"O Pereira safou-se porque tinha mais e melhores jogadores"

Os "mais jogadores" que o Pereira tinha a época passada era um plantel com 5 médios! Cinco, numa equipa em que 3 são titulares! Comparem com a quantidade e variedade do plantel deste ano!

"Melhores jogadores" eram o Hulk, que jogou DUAS jornadas do campeonato, o James, que jogou meia época a um nível aceitável e o resto a recuperar de lesões e o Moutinho, este sim o único que pode ser indiscutivelmente considerado insubstituível a curto prazo!

Quais eram os outros "mais e melhores" jogadores?? Atsu? que a partir de Janeiro deixou de fazer parte das contas? O Liedson, que veio aquecer o banco? Quem?? Quais??

Eram tantos "mais e melhores jogadores", que a determinada altura da época fomos jogar à Luz com um banco com 2 jogadores da equipa B mais 1 contratado na semana do jogo!

Eram tantos "mais e melhores jogadores", que fomos eliminados em Málaga "só" com Moutinho a jogar meia parte lesionado e sair ao intervalo para dar lugar ao James, que vinha de lesão, e para acabar de vez com a história, a expulsão do Defour (aliás, na época passada nas competições a eliminar, fomos sempre eliminados a jogar com menos um, inclusive na taça, a juntar a isso houve um auto-golo).

"mas sobreviveu à custa da persistente azelhice do homem da chicla."
Sobreviveu à custa de quê?? Foi por azelhice do homem da chicla que em 2 campeonatos o Porto perdeu UM jogo com o BRUNO PAIXÃO??

"Olhamos hoje para o plantel do Porto e vislumbramos muito poucos grandes jovens jogadores, daqueles que potencialmente sairão por certo do clube por valores irrecusáveis: Mangala, Alex Sandro e Fernando."
Então quem foi que valorizou o Mangala e o Alex Sandro? E quantas vezes se lembram de ver o Mangala a enterrar em jogos da época passada? Se calhar em 2 jogos deste ano já enterrou mais do que na época passada inteira!
Querem falar na valorização de jogadores, vão ver os números do Moutinho nas 3 épocas que cá esteve, mas não se admirem quando virem que não foi na época de sonho do AVB que ele teve mais golos e assitências, foi na época passada, assim como já tinha melhorado esse registo na época anterior!

Aconselho-vos a ler este artigo do Bibó POrto:
http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/2014/02/a-dura-verdade.html

E já agora, se pensam que temos um plantel assim tão fraco leia iso tambem:
http://www.reflexaoportista.pt/2014/02/um-plantel-fraco.html

Rui Rocha disse...

Miguel,concordo plenamente com a tua analise,eu pessoalmente (sei que a maioria dos adeptos do fcp nao)sempre gostei e admirei o VP,..ok, ouve jogos que ele por vezes me levava a roer as unhas,mas como dizes e bem,lembro-me prefeitamente de o ver em certos jogos a olhar para o banco e a pensar o que fazer para a ceia,coisa que esta epoca é ao contrario é ter ceia e nao saber o que fazer com ela..

Lembro-me Tambem ( muitos ja se esqueceram) de algumas paginas mirabulantes dos pasquins Galinaceos em que inalteciam a diferença entre o Banco dos Coisinhos e o do FCP em vesperas dos jogos entre ambos ( e realmente havia muita principalmente no numero)e lembram-se do desfecho desses jogos? alguma vez leva-mos banho de bola no Galinheiro ou em qualquer estadio? nao!...pelo contrario,foi ele como treinador que espetou com algumas das maiores humilhaçoes aos coisinhos,para delirio meu e de milhares de portistas..

Comparar este tecnico,esta equipa ao VP ou ao plantel da epoca passada, nao tem nada a haver até é algo Humilhante para o VP, ele pelo menos se tivesse de dar um murro em cima da mesa dava..ou um berro no balneario ou mandar" " a Com Social pra putinha que os pariu fazia-o...nao precisava de falar com o PC no final dos jogos para fazer beicinho..

Pior para mim do que este desnorte que esta a aconteçer no nosso Clube,é aquilo que estara a ser cozinhado por detras do pano aproveitando este desnorte para nos f.... á primeira chance.

Ps.so para acabar viram ontem a posse do mascador da xicla na conferencia de imp.?? já adotou a postura de Galo braços abertos a toda a estençao da mesa...vai começar o circo!!

Anónimo disse...

Vencer o Once Caldas ? Mas o Once Caldas chegou a Toquio por via de um sorteio da CONMEBOL ou venceu a Libertadores ? Essas sao as desculpas esfarrapadas que os nossos adversarios usam, pelos vistos alguns concordam tambem.
MPires

cian disse...

Caro Poncio, embora compreenda o teu post e a tua insatisfação não posso concordar com tudo.

Primeiro o Once Caldas derrotou nesse ano, na Libertadores(a Champions da América do Sul, de onde todos os craques que vêm para a Europa jogam todos os anos) o Santos, o São Paulo, e o Boca Juniors, portanto, o Once Caldas tinha todo o direito de estar nessa final, assim como todo o mérito, completamente diferente da Taça da Latrina de um certo clube de Lisboa convidado de honra das ditaduras da altura.

Segundo queria acrescentar que afinal a culpa não era do Otamendi, como tantos adeptos o criticavam, como tenho a certeza que se se vender o Mangala a culpa não será dele apenas e o Porto continuará a perder, talvez por mais. Assim como os erros não irão acabar, nem se tivessemos um Mourinho ou AVB pintado de ouro no banco, a equipa continuaria a errar, o problema não são os erros defensivos ou no meio-campo, como tantos evidenciam, o problema são os falhanços no ataque, a ineficácia no ataque, e não estou a falar de sorte ou bolas à barra.
Segundo, falando de treinadores, vejam a equipa que o AVB tinha e a que o Fonseca tem depois venham falar de resultados, e também no início custou a AVB pegar na equipa, e a Guarin, por exemplo, começar a suar pela camisola.

Creio no fundo que a culpa é de todos, mas também dos adeptos que ao mínimo deslize estão prontos a afiar a faca e a pedir cabeças.
Que vão ao estádio para assobiar e trazem lenços brancos preparados. Eles nem querem saber do futebol, vão lá apenas para ver o que querem ver, e quando isso acontece não querem saber se estiveram errados todas as outras semanas, se o Varela foi grande em todos os outros jogos, se naquele jogo o Porto perdeu então é porque estavam completamente certos, quão burros podemos ser todos, que não conseguimos tirar as nossas cancelas dos olhos e queremos tirar as dos outros.

Agora o que se pede é obediência e lealdade ao nosso Presidente que nos deu tudo, que gratidão mostramos se não respeitamos a sua voz quando defende todos os dias PF na comunicação social e fazemos o contrário e seguimos os pergamilhos dos sem espinha de Lisboa, é verdade que PF é uma escolha dele, pode ser um má escolha, como muitos dizem, mas se Pinto da Costa fizer destas más escolhas uma vez de 10 em 10 anos, é da maneira que durmo bem para o outro lado da cama mais outros nove.

Quanto à minha sincera opinião acho que PF ainda não se sente em casa, e ainda não fala como se o clube fosse dele, ainda não acordou, ou deu o grito do Ipiranga, o tal murro na mesa, PF não é de dar murros na mesa, já tinha visto entrevistas dele antes e é mais do ser porreiro para os seus jogadores, ser um pai para eles, o estilo é completamente diferente do de Jesualdo mãos de ferro, ou Mourinho Ego na estratosfera, ou AVB de nariz e popa empinada/dourada, ou do Bobby Robson de bom espírito e nariz encarnado, ou do Vitor Pereira "I speak the Tru!", Fonseca quer que o deixem em paz, quanto mais em paz e sossegado mais ele vai a algum lado, deixem o homem em paz e verão que não é assim tão mal como parece, ele é um homem do norte de Moçambique, o ritmo dele é outro, e verdade que apanhou um barco maior do que estava à espera, no entanto creio que nós é que devemos recebê-lo e adaptarmos o barco para o nosso novo capitão e não o contrário, foi assim que sempre aconteceu no Porto, com o novo treinador vieram novos costumes(Co Adriense fora-de-jogo implementado na defesa, 3 defesas, Jesualdo futebol à Braga, chuta lá para a frente, Vitor Pereira passinhos para o lado e para trás à Barcelona da cabeça dele, Paulo Fonseca ainda não sei bem mas algo irá sair daquela caçarola, por agora é o duplo pivôt de médios defensivos e pouco mais).

Agora fora de brincadeiras, força Porto para quinta-feira, e só espero uma goleada.

Abraços e continuações.

cian disse...

P.S.: Com o que disse não quero dizer que estou do lado dos adeptos frustrados que defendem vem trazer à baila o VP neste momento, acho lamentável, tão lamentável com criticar este treinador antes de tempo, sempre disse que comparar o mau ao mediocre é ridículo. Miguel, nessa crónica do BIBO PORTO, diz lá que o Fonseca apenas consentiu um empate no Dragão, ui, o vexame, o escândaulo! Porque VP realmente foi espetacular com dois empates, um deles frente ao APOEl, é preciso ter muita lata, e tentar apagar um passado de misérias comparando o mau ao medíocre, comparem o VP a outros treinadores e terão a vossa resposta, o mesmo que criticam e criticaram aos adeptos que criticavam VP antes de tempo agora vêm trazer o trabalho inacabado de PF e põem-no de lado ao do VP, lamentável, haja paciência para este tipo de imbecilidades. Ainda é pior a emenda que o soneto, agora o VP é que era bom, acordem e deixem de pensar nas frustações do ano passado, incrível como meio ano depois e ainda não se calam com o Vitor Pereira, também eu defendi VP até o final da primeira época, e a segunda apenas foi boa pelo momento Kelvin, mas para chegar lá foi um ver se te avias, haja paciência para este tipo de adeptos que acha que o resto somos todos parvos. Para que fique claro, não concordo com os adeptos saudosistas de VP, assim como não concordo com os adeptos que querem ver PF linchado, aguardem até ao fim e veremos quem tem razão.

Miguel Lima disse...



«largos dias têm cem anos»

certamente que iremos recordar estes momentos, no Futuro. e certamente que estaremos ainda mais fortes, nesse Futuro.

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

abr@ços
Miguel | Tomo II

miguel87 disse...

cian, essas bocas do VP ser bom agora, a mim passam-me ao lado, porque desde o inicio da primeira época sempre gostei e defendi esse treinador. Escrevi isso mesmo em vários comentários de vários blogs, incluindo neste.

"Imbecilidades" há muitas, e uma delas é não admitir que a primeira meia época de VP foi minada por um balneário amotinado e frustrado com a deserção de um treinador que pouco tempo antes tinha sido o próprio a dizer que os seus jogadores não se deviam deslumbrar com a primeira proposta que recebessem... Assim como imbecil foi vender um dos jogadores fundamentais da equipa no fecho do mercado e cujo o substituto digno desse nome veio só um ano depois!
Nesse período perdemos a champions e a taça, mas excepto em situações pontuais nunca vimos uma equipa completamente perdida e abanada por todo e qualquer adversário, como temos visto esta época.
Em janeiro de 2012 foi feita a necessária limpeza de balneario, veio o Lucho, mas o melhor que conseguiram para o lugar vago de Falcao foi um Manko... Fomos campeões com uma derrota que aconteceu como todos sabemos!

Sobre a 2ª época já disse o que tinha a dizer no comentário anterior.

Ridículo é continuar a chamar mau a um treinador que montou uma equipa sólida, segura e competitiva em qualquer campo, apesar das flagrantes falhas do plantel que levaram a que essa equipa não fosse tão contundente no ataque como todos gostaríamos.

Anónimo disse...

Ora vamos lá ver finalistas europeus dos últimos anos com que Benfica e Porto tiveram que se haver


Mônaco, Celtic, Braga

PSV Milan e Chelsea

Só o Bayern foi efetivamente épico

Temos que ser exigentes carago!

Anónimo disse...

Infelizmente, o nosso Presidente já não é o que era. Os 2 últimos títulos, depois da saída de VB, foram muito fruto do improviso e ele pensou que a sorte ia durar sempre. Este ano, bastou o SLB e o SCP estarem ligeiramente melhores para se notar a falta de preparação atempada da época. No ano passado a desgraçada contratação de Liedson e do triste russo, acabaram por não se notar pois o título caiu do céu quando já o não esperávamos. Este ano, é aberrante que um jogador que estava no banco de uma equipa desconhecida seja um dos melhores da equipa, mais improviso, amadorismo e desespero nesta escolha!!! A escolha pessoal do treinador à última da hora, foi do Presidente que teve 2 anos, para escolher um bom treinador que integrasse e motivasse jovens como Iturbe que puseram a andar. A falta de lucidez, na minha opinião, já vem do tempo em que misturava a tal Carolina Salgado com o clube, fato que levou ao achincalhamento dos adeptos e agora está mais preocupado com o museu do que com uma equipa que funcione. Uma tristeza! O nosso FCP parece um barco à deriva de derrota em derrota, sem jogar nada. Uma equipa de milhões... Agora a entrada de Fernando Gomes e a saída de Angelino é muito estranha e não anuncia nada de bom. Um grande Presidente é aquele que sabe preparar a sucessão e sair por cima. vejam Belmiro de Azevedo, Bill Gates, Jerónimo Martins, etc. Tudo isto é muito triste.

Miguel Lima disse...

vamos "falar" de exigência, então.

FC Porto
» Celtic - uma final igualmente épica, em 2003. pontificava um tal de Larsson, não sei se se recordam do "chavalo" (viria a ingressar no barça, dois anos mais tarde...). mas, chegar lá, custou. e muito. e tivemos que levar de vencida a Lazio - que os lampiões, em 2003/2004, achavam que era "pera doce" e enfardaram 4-1, no cômputo das duas mãos (3-1 em Roma. épico.)
» Mónaco - uma final da Champions soberba, depois de uma caminhada épica (quem não se recorda de Manchester não merece o ar que respira). nos monegascos pontificavam um tal de Evra (a pendurar as chuteiras em... Manchester), o médio Cissé e um tal de Giuly. foi esta equipa que despachou o Chelsky de Ranieri com uns contundentes 3-1 no Principado e um 2-2 em Londres.
» SC Braga - a final que os lampiões tinham reserBado antes do tempo. ai como ainda lhes dói... foi só o melhor Braga europeu de sempre. mas, para nós lá chegarmos, tivemos que vencer "só" o Sevilha e o Villarreal. e fizemo-lo, de forma igualmente épica, inclusive em Espanha.

sobre os jogos do 5lb, não me pronuncio. não ligo. e principalmente porque nos referimos a alturas, da vida desportiva, muito diferentes.
por exemplo, a última vez que o 5lb foi a uma final da Taça dos Clubes campeões Europeus, esta disputava-se em moldes diferentes de uma Champions. não dá para comparar... e a última final europeia que disputaram tiveram um resultado final diferente das duas vezes que o fizemos...

portanto e assim concluo, acho que o anónimo das 22h12m é tão portista quanto eu sou boavisteiro...

Anónimo disse...

Mas estas bestas do Benfas ainda vem para aqui falar de finais ? Clube de merda o deles que noa ganha nada ha 50 anos. Se fosse assim tao facil pq caralho nao ganham ? Levaram no cu do Braga como gente grande!
MPires

Daniel Gonçalves disse...

Em resposta ao anónimo das 22:12 tenho de facto de reconhecer que a final de 1990 do slb contra o AC Milan, em Viena, foi marcante e estabeleceu recordes na história da competição: o slb, durante os 90 minutos do jogo, não efectuou um único remate à baliza, isto numa final europeia. Depois de ter eliminado o Marselha nas meias finais da competição, beneficiado pela arbitragem nos 2 jogos, quer em França quer na Luz, com a mão de Vata, porque a UEFA queria "aniquilar" o Marselha de Bernard Tapie. Para fazerem a fraca figura que fizeram nessa final mais valia a pena ter ido o Marselha à final. Além de exigentes os portistas também procuram ser clarividentes nas análises.