sábado, 19 de novembro de 2011

Foi-se a Taça, com o próximo vai a Champions

Hoje, depois do 2-0, dei por mim a desejar que a Académica marcasse mais 2 ou 3... Uma equipa do FCP que faz o primeiro remate à baliza aos 50 minutos de jogo não merece sequer a designação de equipa. A forma como o nosso treinador reagiu à desvantagem foi ainda mais patética.

Quando me tento lembrar de uma época em que a nossa equipa tenha jogado tão pouco, só me ocorre o primeiro ano pós-Mourinho. Nesse ano tínhamos perdido "o melhor treinador do mundo", Deco, Paulo Ferreira e Ricardo Carvalho, enfim, foi triste mas de algum modo compreensível.

A equipa que temos agora é do ano passado, sem o ponta-de-lança colombiano que foi para Madrid e com mais uns jogadores caros, que nem sequer têm lugar no 11. O homem que temos no banco já lá estava, mas não era o líder. Continua a não o ser, apesar de ser esse o seu papel. É agora mais claro do que nunca, se é que ainda existia alguém com dúvidas, que Vítor Pereira não tem o que é preciso para ser treinador principal no FCP.

É justo que se diga que Vítor Pereira foi uma opção de risco, resultado das circunstâncias e não de uma aposta pensada. PdC tentou tirar da cartola uma solução interna mas saiu-lhe mal. VP é um tipo honesto, trabalhador, mas não controla aquele plantel nem tem a capacidade de actuar no banco de suplentes. É um erro de casting, tão grave quanto a política de contratações (e vendas) do Verão passado.

Nada menos que um Rafa Benitez me sossega...


4 comentários:

Vitor disse...

Quando os jogadores não querem jogar, simplesmente não jogam!
Não sei o que se passa mas, continuo a pensar que a culpa não é do treinador, embora seja mais fácil despedir um funcionário que 22 ou 23!
O jogo de ontem foi realmente uma vergonha e uma falta de respeito para quem pagou bilhete. Até fico espantado como foram apenas 3 e não 5 ou 6... A AAC jogou sozinha.
Algo não vai bem no reino do dragão ... Casa onde falta o pão, todos ralham e ninguém tem razão!

guardabel disse...

Caro Vitor, tudo bem. E então eu pergunto: por que é que os "jogadores não querem jogar" ou "simplesmente não jogam"? Resposta: porque não gostam do líder, não confiam no líder, não entendem o que o líder quer fazer com este plantel. Então? Muda-se o plantel? Ou muda-se o líder?

Vitor disse...

Camarada Guarda, a resposta a tua pergunta não a sei mas, admito várias possibilidades. Uma delas, por exemplo, será que os jogadores andam a ser pagos devidamente? Ou seja, não haverão porventura atrasos???

Lá está, não sei a resposta...

Mas também te digo que gostava que a solução de mudança de treinador fosse suficiente para a grande mudança que precisamos, nomeadamente na atitude...

lobo disse...

A equipa por acaso tem algum lider? Chamam aquilo de lider?
O homem até pode ser muito boa pessoa e tal, e bom trabalhador, mas ele simplesmente não tem o perfil indicado para treinador do porto!

Já disse antes, e volto a dizer: acho que o rafa benitez pode ser uma boa solução para o porto. Aos balurdios que gastam, podem perfeitamente investir num treinador de jeito.