sexta-feira, 11 de novembro de 2011

11

Vítor Baía
João Pinto
Aloísio
Ricardo Carvalho
Branco
André
Deco
Lucho Gonzalez
Madjer
Gomes
Futre

12 comentários:

Pentadragão disse...

Gosto muito do Gomes e tal e coiso, mas eu como o Jardel nunca tal vi.

Era a única troca que fazia.

guardabel disse...

Por acaso ainda hesitei, mas o Gomes tem uma aura mítica que é difícil de ultrapassar :)

QuemSouEu disse...

Com todo o respeito por outras opiniões, é um crime o Jardel não estar nesse onze. Eventualmente fazia uma ou outra alteração, mas sem dúvida que o Jardel entrava para o lugar em Gomes.

Daniel Gonçalves disse...

Para alguém da minha geração só contam os jogadores a partir de meados dos anos 80. Também existem outros nomes que poderiam figurar num onze ideal: Jardel, Stefan Demol, Drulovic, Fernando Couto, Falcão.
E para lateral direito eu colocava um dos seguintes nomes: Ibarra, Sonkaya ou Benitez......estava a ser irónico.

E o Hulk??????

Cambodja Na Terra das Suecas disse...

Que equipaço e ainda ficaram tantos de fora... se calhar devias meter também os suplentes ou uma convocatória completa... Na baliza ficam muitas dúvidas, porque falta aí o Zé Beto e o Mlynarczyk e talvez o famoso Barrigana que não faço a minima ideia se era realmente assim tão bom como dizem... Na defesa, faltaria talvez o Couto... No meio campo o Sousa também deveria discutir a posição... O ataque realmente a este nível talvez só o Jardigol, mas também o Rui Barros mereceria o destaque... Abraço desPortista :)

Carlos disse...

Só fazia duas substituições nesse onze.

O Paredes pelo André (jogador fetiche meu)
e o Jardel pelo Gomes (com este a ser o seu substituto directo)

Abraço.

rogério almeida disse...

É sempre difícil a escolha do "11" ideal. Vários factores poderão influenciar a opção tomada... como por exemplo o tempo de permanência no Clube, comportamentos... Dos que vi, a que lhes junto uma 2ª linha em que qualquer um deles poderia perfeitamente fazer parte da 1ª, seriam:

Vítor Baía (Helton);
Bosingwa (João Pinto);
Aloísio, Ricardo Carvalho (Jorge Costa, Bruno Alves, Pepe);
Álvaro Pereira (Cissokho, Branco);
Emerson (André);
Maniche (Lucho González, Moutinho);
Deco (Anderson, Rui Barros, Zahóvic);
Jardel (Falcao, Lisandro, Gomes, Mc Carthy);
Futre e Madjer (Hulk, Drulovic, Derlei)

Abraço

rbn disse...

Realmente é um timaço, apesar de Jorge Costa também poder entrar neste 11 como titular, o problema era no lugar de quem:-)

Concordo que entre os botas-de-ouro Gomes e Jardel, é difícil, mesmo mesmo muito difícil escolher.

Fica a sugestão para o banco de suplentes.
Eu colocava o polaco de 1987 na baliza, Jorge Costa, Bruno, Falcao, Rui Barros, Cubillas, Lisandro, Jardel e Quaresma.

littbarski disse...

11

Vítor Baía
João Pinto
Aloísio
Ricardo Carvalho
Branco
André
Lucho
Deco
Hulk
Madjer
Jardel

banco

Mlynarczyk
Sérgio Conceição
Fernando Couto
Emerson
Maniche
Futre
Gomes

bancada

Helton
Álvaro Pereira
Jorge Costa
Rui Barros
Zahovic
Drulovic
Lisandro
Falcao

Com este plantel éramos campeões do mundo (e arredores).

Falemos Sinceramente disse...

Eurico...
Rolando...
Frasco...
Oliveira...
Pavão...
Rui Filipe...
Inácio...
Sousa...
Estes nomes não estarão esquecidos?
E quanto ao Jardel, fará sentido esquecer o Drulovic?

LC disse...

Amigos, o FC Porto não começou na decada de 80!!! Faltam o Pinga, Hernani, Pedroto, Pavão, Oliveira, Cubilhas.

jotajota disse...

E o grande Jaime Magalhães?
Foi talvez o jogador que mais assistências fez para golos do Fernando Gomes.