quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O "Pobo do Norte" errou

Ao contrário do que escrevi ontem, Jorge Jesus não disse "Ónaite". Disse, sim, "Unaité". Ao visado endereço o meu pedido de desculpas.

4 comentários:

André Pinto disse...

E o regabofe que anda à volta de Cardozo? Não é hilariante? O tipo que acabou a época passada humilhado e ofendido, distribuindo cotoveladas a eito e dizendo que só queria sair do Benfica?

O Nolito deve estar fodido...

Miguel disse...

GuardaAbel, mesmo os melhores jornais equivocam-se de vez em quando! (Já outros, como por exemplo "A Bola" é raro o dia que não imprimam bojardices!) Fico muito satisfeito, por saber que o JJ lê este Blog. Todavia assalta-me (Estando a falar dos encornados, o verbo é adequado!) a constatação que o JJ deve ser impermeável ao bom gosto, já que e citando M. Machado; "...Um cretino é sempre um cretino".
Fiquem bem!

reine margot disse...

Tem toda a razão... ele há coisas que passam ao ouvido!...mas também houve vezes que ele disse Unaite, assim sem acentuação... e disse Machter e não Manchechter...

mas disse outra com muita graça, que também me tinha escapado: -que o unaité destes últimos dois anos era muito mais forte do que no passado (lá por aquelas bandas tem mesmo muitas dificuldades em distinguir o que é passado e o que é presente...)

FL disse...

Não o que ele disse foi o "Monster Night" :-)

FL