sábado, 23 de maio de 2015

Bloqueados

A notícia não deveria ser o silêncio. A notícia deveria ser a imposição do silêncio. A notícia não deveria ser o blackout das claques, que têm o direito de o fazer, mas deveria ser a tentativa de calar, recorrendo aqui e ali à ameaça, aqueles que, espontaneamente, decidiram cantar "allez, porto allez, nós somos a tua voz". Isso é que devia ser notícia.

7 comentários:

Jorge Vassalo disse...

O protesto silencioso e as tarjas são um direito das claques. Impedir as manifestações de adeptos não.

E sair mais cedo do Dragão devia retirar-lhes o direito de dizer "Contigo até ao fim, tu és o nosso amor"

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

hmpc17 disse...

Bom texto...
Que dizer das pessoas que assobiaram o hino do clube?!?

Sim, porque isto é muito bonito no conforto do lar, mas os únicos que vão a todo lado são as claques... O resto é treta!
É sim, estiveram até ao fim, até ao último suspiro de esperança... Ontem já não havia nada a ganhar, ontem foi o rebentar de um sentimento de frustração que devia ter rebentado à muito mais tempo.... Ontem, foi a demonstração de desagrado perante um clube que esta semana não respeitou os adeptos

guardabel disse...

Assobiaram o hino ou assobiaram um conjunto de adeptos que as tinham impedido de apoiar o clube minutos antes?

André Pinto disse...

O poder que os SD têm no clube é muito perigoso. Venho-o dizendo há anos. A promiscuidade com a presidência sempre foi notória, o que redundaria necessariamente nas cenas tristes que vivemos. Quando uma claque deixa de ser um grupo de adeptos fervoroso, organizado para empurrar a equipa em todos os jogos, para ser uma guarda pretoriana do presidente e pasto fértil para o crime sistematizado, temos coisas destas. Até há pouco, com uma liderança forte, sabia-se quem mandava e dispunha - nada disto era possível, nem aceite passivamente. Imediatamente a seguir, o presidente intervinha, agia. Este é só mais um sinal da falta de rumo e do desnorte que vai no lugar do leme.

Nada disto tem que ver com Lopetegui, ou com a época que passou. É estrutural e sistemático. Ser Lopetegui ou o Professor Neca, assim, dá igual.

André Pinto disse...

Estamos todos em pulgas para ler o balanço de 2014/2015 feito pelo Pobo.

Ribeiro DeepBlue disse...

André, é fácil: una mierda....
Melhores dias virão.

André Pinto disse...

É verdade, Ribeiro. Mas até o cócó, mantendo a toada escatológica, tem nuances. Por exemplo, se for diarreia é sinal de doença e urge seguir tratamento.

Saíram agora umas continhas de marceneiro, publicadas pela SAD, além da questão com a Euroantas. Entretanto, o Casemiro tem guia de marcha para regressar ao Real Madrid. Brahimi anda a armar-se aos cucos. E mais delícias do final de temporada.