domingo, 2 de março de 2014

The writing on the wall

Mal vai o nosso clube quando nos alegramos com um empate arrancado a ferros frente ao décimo segundo classificado da Bundesliga... Sim, durante uns dias respiramos fundo: salvou-se o essencial, que foi continuar em prova. Mas alguém acreditou que aquele poderia ser um ponto de viragem?

Hoje, em Guimarães, voltamos à mediocridade com que regularmente a equipa tem jogado. Frente a uma equipa muito limitada, conseguimos cometer tantos erros que o empate, atendendo aos minutos finais, poderá até ter sido um resultado lisongeiro. Azar?! Só para quem não viu a maioria dos jogos desta época.

Quantos jogos e quantos pontos precisaremos de perder para alguém por fim a esta queda livre? Como é possível colocar em campo um jogador notoriamente diminuído fiscamente como era o caso do Jackson? Porque saiu o Carlos Eduardo quando o Herrera estava a cometer erros sucessivos e já tinha um amarelo? E porque saiu o Licá quando o Quaresma estava a ser uma nulidade? Como foi possível manter o Quintero de fora até aos minutos finais? Quem é que, depois de mais esta demonstração, considera o Abdoulaye melhor central do que o Maicon?  Vai ser preciso que o SLB nos humilhe na Taça da Liga ou na Taça de Portugal para que o PdC convide o treinador a sair?

São tantas as perguntas que nem vale a pena referir que o SLB venceu 1-0 com a equipa adversária a ver um golo limpo anulado. Do mesmo modo que nem vale a pena sublinhar o anti-portismo indisfarçável do Luís Freitas Lobo - os comentários ao jogo de Guimarães foram simplesmente nojentos, asquerosos, a começar pelas dúvidas (?!) relativamente ao pénalti e a acabar no elogio da "qualidade do jogo" a partir do momento em que o Vitória chegou ao empate. Porque tudo isto é irrelevante quando os nossos não fazem o que se impõe.

  

5 comentários:

Pentadragão disse...

Não há problema... na última jornada jogamos contra os rosas e... recuperamos os 9 pontos (para já...) de atraso.
Granda besta de treinador.

Sereno disse...

Assino por baixo...como é possível...

André Pinto disse...

Caro Pentadragão:

Há muito que a besta não é Paulo Fonseca, que reconheceu a sua incapacidade e falta de competência, tendo posto o seu lugar à disposição já em três ocasiões. Honra lhe seja feita nesse aspecto.

Bestas, bestas são os senhores membros do Conselho de Administração da SAD, que se dedicaram a arrumar carros depois do jogo com Estoril, sujeitando o clube a cenas tão tristes, que nem no pior Sporting vi.

Rui Rocha disse...

Boas Pobo.

Neste momento já nem sei bem a quem apontar culpas,embora saiba que todos tem a sua cota parte de responsabilidade do momento do FCP.

Mas de uma coisa eu sei...isto só aconteçe no futebol,se eu apresenta-se ao meu patrao a produtividade que estes senhoras que ganham numa epoca aquilo que eu nao ganharei em toda a minha vida,já tinha ido com o C.... para o olho da rua e mais nao digo..

Caro Poncio esse anormal do Freitas Lobo (gostava de saber quem foi o iluminado,que o tranformou numa especie de sumosacerdote do futebol) nunca enganou ninguem, aquela voz de quem esta com a merda a chegar a garganta,é mais um dos que se o deixasem só para mostrar serviço lambia os tomates ao plantel dos coisinhos pelo menos 2 vezes ao dia..Nojento do Caralho!

Dragão Azul disse...

É impressão minha ou o estado actual do nosso FCP faz-nos sentir uma espécie de lampiões calimeros?!