sábado, 1 de setembro de 2012

Mercado: comentário às últimas novidades

Poucos terão sentido a camisola azul-e-branca como ele e ninguém bateu tão bem em benfiquistas disfarçados de stewards. Só por isso, obrigado Cristian Sapunaru.
Sai um defesa-direito - já temos dois para atacar a época - e chega um defesa-esquerdo, colombiano - estamos mesmo virados para este país - internacional sub-20, chamado Hector Quiñonez. Ninquém sabe quem é o moço, mas a história gloriosa do FC Porto está cheia destes desconhecidos que entram de mansinho e saem carregadinhos de títulos. Que este seja mais um.
Mas a grande notícia do dia de hoje é a permanência de João Moutinho. Eu sei que o mercado fecha mais tarde na Rússia, mas não acredito que a nossa maçã golden recusasse o campeonato inglês para se ir meter no russo, ainda que isso implicasse um salário mais chorudo.
Esta, aliada à notícia do dia de ontem - a permanência de Hulk -, torna tudo isto incrível: conseguimos manter as nossas duas principais figuras. Eu diria mesmo inacreditável.
Que o digam os dirigentes benfiquistas que, num raide de autêntico desespero, foram buscar Lima a Braga. Na agremiação do Alto dos Moinhos continua a pensar-se exclusivamente no ataque. Defesa-esquerdo, nem vê-lo e como se não bastasse, vendem o trauliteiro-mor, Javi Garcia, por 20 milhões (um bocadinho longe dos 30, não, senhores de A Bola?), sem assegurarem substituto à altura. Hoje, ouvi o analista Joaquim Rita dizer que o mais expectável é que Jesus recue Witsel para a posição 6. Eu ri-me e pago para ver. 
Assim de repente, olhando para o ataque do clube do antigo regime, temos: Cardozo, Lima, Rodrigo, Gaitan, Nolito, Enzo Perez, Ola John, Salvio. Só espero que sejam todos titulares e que Jesus mantenha a aposta no Melgarejo.

PS - Hoje vi um colombiano que marcou três golos na supertaça europeia fazer questão de responder em português a um jornalista português. Ontem vi um português candidato a melhor jogador da Europa expressar-se (mal) em inglês quando poderia tê-lo feito na sua língua materna (a exemplo dos seus dois adversários). São opções.

5 comentários:

flama draculae disse...

Por isso é que o ronaldo nunca passará de um puto mimado e sem qualquer ponta de inteligência que teve a sorte de ser aproveitado lá nos confins do atlântico. Para mim ronaldo nunca nem que marcasse cem golos e fosse campeão do mundo por Portugal com o golo da vitória na final. Quanto ao resto...20 milhões???? lol......ninguém. sai do Porto????? Nao me lembro de tal coisa! Ai que azia aqui no andar de cima!

reine margot disse...

Sim, absolutamente. Grandes apostas em Moutinho e Hulk. Assim eles brilhem nos nossos jogos.
Quanto ao Quiñones... -pelo menos tem um lindo nome!

Por uma vez não entendi a lógica do seu PS: - se o Falcao respondeu em português a uma pergunta em português, porque é que o Ronaldo não deve responder em inglês a uma pergunta em inglês?... Para além de que os de espanha falam na única língua que alguma vez conseguem falar...

F.C.Porto Ontem, Hoje, Sempre! disse...

Tivemos nas nossas fileiras, o melhor avançado centro do mundo.

F.C.PortoOntemHojeSempre.blogspot.pt

Ribeiro DeepBlue disse...

O Witsel, nao pode jogar a 6 pois esta neste momento no Real Madrid, no Onaite, e no Chelsea conforme pudemos ver nas primeiras páginas da bola nas ultimas semanas.

guardabel disse...

Sua Alteza Real, Reine Margot, posso tratá-la por Margarida? :)

Obviamente que as situações não são comparáveis. A minha intenção foi dizer que houve um estrangeiro que mostrou respeito pela nossa língua (e não precisava de o ter feito) e um português que podia ter escolhido (estas coisas são decididas com antecedência) expressar-se na sua língua e, assim, dignificar o país (veja-se o caso de Mourinho quando recebeu o prémio de melhor do mundo em 2010), mas decidiu armar ao pingarelho (esta é uma avaliação puramente subjetiva).