terça-feira, 13 de março de 2012

Uma história (ou duas) que se repete

Inenarrável

A exibição da equipa frente à Académica deixou-me tão f... furioso que nem vontade tive de escrever: não sei se me irritou mais a actuação displicente e sem nervo ou as declarações incompreensíveis do Vítor Pereira. Sim, é verdade que os jogadores entraram na partida como se aquilo se resolvesse facilmente e o campeonato estivesse "no papo". Mas ouvir o nosso treinador dizer que a equipa esteve ausente na primeira parte, "sem agressividade" ou atitude, é incrível. Em primeiro lugar, aquilo já aconteceu muitas vezes. E, em segundo, se existe um histórico de situações afins e já vamos no terço final da Liga, como é que o treinador fala do assunto como se aquilo fosse uma surpresa, algo que o transcende e que parece não ter relação nenhuma com o seu trabalho, a sua liderança? É por estas e por outras (como mais aquela sessão de susbtituições à moda do FM) que eu não quero que o homem continue na próxima época nem que vença a Liga e dê 5 secos na Luz no jogo da Taça da Bejeca.

O outro lado

Quando Maicon marcou o golo da vitória na Luz e toda a Comunicação Social se concentrou em sublinhar o carácter decisivo do erro do árbitro como se nada mais explicasse a derrota do Benfica, fiquei logo com a impressão de que aquilo nos ia custar muito caro. Tive a noção de que, nos jogos que se seguiriam, o Benfica seria ressarcido em doses cavalares. E assim foi em Paços de Ferreira: o homem que fez o golo da vitória já nem deveria estar em campo no momento em que marcou o livre - deveria ter visto o vermelho ou, no mínimo, o segundo amarelo por ter pisado deliberadamente o jogador adversário. Mas a coisa não ficou por aqui: o mesmo artista conseguiu arrancar uma expulsão que reduziu o Paços a 9 jogadores sem ninguém lhe ter tocado. Para a semana há mais...

6 comentários:

Ribeiro DeepBlue disse...

Alguém é capaz de me dizer se a presença do merdas do Silvio Cervan no Trio de Ataque é definitiva?

É só para saber se mando um sapato ao meu televisor ou não, para não ter que gramar com a presença de 3 vice-presidentes do Benfica (mero acaso editorial) nos 2 principais canais.

É que enquanto estamos aqui todos num processo autofágico a tentar descobrir se a culpa é o VP, dos jogadores, da SAD ou da Dona Albertina, esses filhos duma grande puta, continuam com a sua estratégia de controlo da opinião pública.

O Goebels deve estar a rir-se algures.

miguel87 disse...

Pois é Ribeiro, já no Trio de Ataque a seguir ao jogo do Porto em Barcelos o soft psiquiatra foi substituido por esse fuínha fanático do Cervan... É cada coincidência!

Só quem anda a dormir é que não topa a estratégia desses cabrões!

E o pior é que muitos Portistas vão sendo levados na propaganda...

condor disse...

Só não sei o que andam a fazer por lá os paineleiros ditos portistas!Cá pra mim o que conseguem é legitimar esta pouca vergonha com a sua presença!
Deviam fazer como o Rui Moreira,mandá-los para a grande puta que os pariu e a falar prá piça!Como eu faço de resto já que não contribuo para as audiencias dessa merda de programas propagandistas!

reine margot disse...

Só vejo uma vantagem Ribeiro, e essa é que a História acaba por pôr os fuinhas no devido lugar... - o Goebels matou-se e matou a sua família, e quanto à sua imagem e reputação nem merecem a tinta que se gasta a escrever os nomes...
Por isso, esta imagem vermelhusca só vai acabar a prejudicar o grande maior clube das galinhas...
Como já dizia o Lincoln:
Pode-se enganar todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar todos todo o tempo..."

Vitor disse...

E para semana, circo continua...

http://www.fcporto.pt/Noticias/Futebol/noticiafutebol_futnacionalfcparbitro_150312_67634.asp

O "xistrema" na sua plenitude.

Antonio Silva disse...

Circo? Não vi circo nenhum, vi uns palhacos equipados de azul escuro que entraram na segunda parte a dormir. Isto de só jogar meio jogo como deve ser é foda.