domingo, 25 de março de 2012

Passos atrás

Sinceramente não sei o que dizer deste jogo. Uma mão cheia de oportunidades de golo desperdiçadas, uma bola no poste por Janko, um penalti injustamente negado a Hulk, e um golo do Paços na única oportunidade que teve em todo o jogo, já agora, graças à total passividade de Rolando e Lucho, que estavam a marcar fantasmas num pontapé de canto.
Criticar Vítor Pereira continua a ser fácil - basta a equipa jogar como jogou na primeira parte - mas com um plantel tão limitado, poucas alternativas de qualidade temos. Janko é solução de recurso para esta metade da época, mas não pode ser o nosso ponta de lança para o ano. James não pode ser apenas um fenómeno vindo do banco. Defour tem de valer mais do que meia dúzia de passes para o lado. Pelo meio, continuamos à espera de Danilo, porque Sapunaru "não dá". E Lucho transpira qualidade, mas dura sessenta minutos, o que é incomportável para uma equipa de topo que se quer competitiva.
Já merecemos empatar jogos que acabámos por ganhar, mas neste não merecíamos ver a vitória escapar-nos. A questão do merecimento é sempre relativa, mas pensemos no jogo que o Paços fez contra o segundo classificado, nas oportunidades que criou, e no resultado final desse jogo para percebermos que a lógica em futebol é uma batata.
Apesar de não contar empatar este jogo, estou naquela fase em que já nada me surpreende. Começo mesmo a acreditar que este campeonato não é para nós, mas se, no final, levantarmos o caneco, este será provavelmente o título que menos festejarei.

PS - Admito que Sapunaru tenha feito falta com o braço na área, na primeira parte, mas o exagero na queda do jogador do Paços provavelmente prejudicou-o a ele mesmo.

5 comentários:

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caríssimos,

a vossa é também a minha frustração.

vamos «acarditar» que será possível.
"ser Porto" também inclui desventuras como a de esta época ;)

abr@ço
Miguel | Tomo II

meirelesportuense disse...

É um desconsolo ver este desperdício constante do Porto.
Não tenho mais paciência, nem calma suficiente para os conseguir ver sem me dar vontade de desatar a dizer disparates...É demais, depois de estarem a ganhar era só esperar e colocar alguém que ajudasse o Hulk a desmantelar a defesa do Paços, mas não, continuam a teimar fazer as mesmas coisas, as mesmas desconcentrações proibidas na defesa, os centrais não conseguem saltar em condições, parecem que têm chumbo nas pernas, dois centrais internacionais como Rolando ou Otamendi têm obrigação de fazer muito mais...Limitam-se a trocar bolas entre si, bola para a direita, bola para a esquerda -sem saberem muito bem o que fazer com ela- e depois, pontapé para a frente a ver se cola...Os médios, se não está lá o Fernando é confrangedor, exactamente a mesma coisa, bola para o lado, bola para trás, toca para o outro lado e pontapé para a frente a ver se cola...Se não fosse a capacidade do Hulk em desequilibrar não ganhávamos um jogo, nem ao Carcavelinhos de Baixo...Já repararam que à medida que o tempo passa o plantel vai emagrecendo?
-Souza, Guarin, Fucile, Belluschi, Walter, Rodriguez? Ganhamos alguma coisa com isso?
Fucile e Rodriguez estavam sempre com a cabeça noutro lado, foi melhor terem saído mas, os restantes fazem falta, o Porto não tem substitutos para alinha média e não tem atacantes, Janko ao fim de três jogos desapareceu, Lucho também, Kléber nunca cá esteve, parece que desaprendem a jogar nesta casa...Walter aquecia 15 minutos e era mandado sentar, Iturbe igual...Sinceramente, a culpa tem estar em algum lado, ou os jogadores são maus e um embuste, ou então o Treinador não sabe o que fazer com eles...É doloroso ver dar instruções naqueles papelinhos táticos, se calhar é isso, eles vão para dentro do campo e cumprem detalhadamente as instruções, estão ali a ver se não se esquecem -"tenho que jogar ao lado do xis, tenho que jogar ao lado do xis"- e depois esquecem-se de jogar mesmo...O futebol não se joga com papéis de instruções na mão...
-Saiu o Quintas, entrou "outro cromo", está sempre a cochichar instruções para o (des)treinador -mostra cadernos de notas, atrás de cadernos de notas, aquilo é só sapiência entre os dois- e depois dá no que dá...
Nada!

LC disse...

Falar de sorte ou da falta dela com o VP ao comando da nossa equipa é como dizer que estou com "galo" por não me sair o euromilhões! O tipo é mt fraco e em relação a isso não ha sorte que resulte!!!

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

Temos que ser realistas e analisar com o distanciamento possível sem nos deixarmos atraiçoar pela paixão votada ao nosso Clube do coração.

O coração diz-me que, apesar de tudo, podemos ser campeões, mas realisticamente, entendo que temos poucas hipóteses. Esta equipa está muito longe do FC Porto dos últimos anos. Não tem liderança nem estofo. É um conjunto à deriva, que só admira é como, a jogar desta forma, ainda é o líder do campeonato.

Está na cara o desfecho destas prestações. Não, não é atirar a toalha ao chão, é apenas e só a constatação de uma realidade que há uns meses atrás não se adivinhava.

Quero muito que o FC Porto, ainda assim, seja campeão, mas se conseguir, será um campeão sem honra nem glória!

Ribeiro DeepBlue disse...

E o imbecil do VP ainda vem falar de penaltis!
É preciso uma certa lata...