sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Ano Mariano

Estou à vontade para escrever isto, porque já o critiquei muito no passado, mas gostava mesmo que este 2011 fosse o ano de Mariano Gonzalez. Nunca fui jogador de futebol, mas não me consigo imaginar dez meses impedido de fazer o que mais gosto na vida, seja por que razão for. Neste caso, o regresso daquele que ainda há dias um locutor de rádio apelidava de "patinho feio" (porquê insistir nestes epítetos?) assume especial significado porque ele é dos mais antigos no plantel e Villa-Boas não se cansa de elogiar as suas qualidades humanas. A sua inscrição na Liga é também uma prova, mais uma, de que o nosso clube não deixa cair ninguém e sabe retribuir a dedicação e o profissionalismo dos seus jogadores. Como sempre soube. Para Vítor Baía ver.

4 comentários:

Ah pois disse...

Deixaram o Adriano cair... pelas escadas abaixo.

reine margot disse...

É um clube de méritos, e quem os mostra é premiado. - Estou como o guardabel: que este seja o ano Mariano (em contrapartida ao "ano jesuita"). Que some todas as virtudes nos jogos que faltam.
E que também ao Jesualdo seja dado o gosto de ver o "seu menino" triunfar!

miguel_canada disse...

O Mariano já não é desconhecido nenhum... Já todos nós sabemos que é um jogador que tem bons pormenores técnicos e que inspirado é capaz de tirar coelhos inacreditáveis da cartola como aquele golo marcado ao Sporting.
Mas também sabemos que é um jogador de uma irregularidade gritante, capaz de andar escondido do jogo durante os 90 minutos.
Isto é o Mariano.
Agora, caberá ao corpo técnico melhorar o jogador e tirar a maior rentabilidade possível dele, lembrar-lhe que os jogos são todos para deixar a pele em campo e todas a jogadas são para disputar como se fosse a ultima da vida dele.

HOOLIGAN disse...

gostei do texto. gostei da dedicatória. espero também que ele seja o nosso reforço de inverno.