domingo, 16 de dezembro de 2012

Barcelona-Atlético de Madrid

Vi há pouco o jogo Barcelona-Atlético de Madrid e, apesar do resultado, acho que até poderia ter sido pior para o Atlético, caso o Barcelona tivesse apresentado este onze: pinto, adriano, puyol, song, montoya, sergi roberto, planas, thiago alcantara, rafinha, tello e villa. Este sim, um onze que Tito Villanova guarda para os grandes confrontos, para os desafios de maior dificuldade. Entretanto, lá vai jogando, como foi o caso de hoje, com as reservas valdés, adriano, piqué, puyol, jordi alba, xavi, busquets, iniesta, pedro rodríguez, messi e alexis sanchez.
PS - Falcao deixou o Camp Nou com o seu prestígio incólume, com um remate ao poste e mais um golo de antologia. E também deixou a sensação de que o seu lugar poderia e deveria ser na equipa adversária.

4 comentários:

André Pinto disse...

Até A Bola goza com Jesus. Reparem na nota da redação, salientando a ignorância geográfica do catedrático aziado.

«Não conheço todos os jogadores do Mundo e conheço menos os jogadores mais jovens, porque não estão tão em competição e quem tem que ter esse trabalho é o scouting do Benfica, que tem feito um bom trabalho. É um jogador que conheço, eu e a maioria dos treinadores que estão interessados nos jogadores sul-americanos [n.d.r. México faz parte da América Central], caso do Benfica, FC Porto e Sporting».

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

... ou então no outro clube de Madrid - que não o Rayo Vallecano, note-se bem! ;)

abr@ço
Miguel | Tomo II

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caríssimas(os),

a todas(os) vós, votos sinceros de Boas Festas e de um próspero 2013!
(de preferência com muitos e agradáveis sorrisos azuis-e-brancos)

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II

guardabel disse...

Igualmente para ti, Miguel, e para o Tomo II. Um forte abraço.