terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Um fim anunciado

Antes de tudo, convirá dizer que hoje a equipa esteve bem, VP fez substituições com coerência e que nos faltou alguma sorte (e um Hulk mais lúcido e menos individualista). Mas convirá também acrescentar que quem não conseguiu ganhar ao Apoel em casa estaria a ser muito optimista ao achar que "agora só faltava ganhar ao Zenit". Especialmente contra equipas que defendem bem e têm gente rápida na frente para manter os nossos defesas em sobressalto. O Porto das últimas semanas recuperou a dinâmica coletiva, a solidariedade e o querer, mas isso não chega para marcar golos - não criamos oportunidades em quantidade nem temos, para além do Incrível, alguém que consiga resolver jogos sozinho.

Hoje tivemos muito Moutinho, uma exibição exemplar do Fernando, um jogo enorme do Otamendi e um James que brilhou nos pormenores. Mas tivemos Hulk em demasia (do pior que há, tentando ser o herói da noite e sendo o trapalhão de serviço), um belga menos influente do que o que precisávamos, muito pouco Álvaro Pereira, um Varela cada vez mais inconsequente e um Kleber inexistente. O resto do pessoal cumpriu esforçadamente mas a verdade é que Helton não fez uma defesa digna desse nome, Maicon esteve muito bem a defender mas tem limitações óbvias a atacar nas ala e o Djalma demonstrou que talvez seja jogador para o Porto mas foi perdendo folgo até sair.

Esta eliminação é consequência de erros anteriores, de falhas múltiplas, em primeiro lugar, da liderança do clube, que fez uma má gestão das vendas e contratações, gastando olimpicamente em jogadores que não tem lugar no onze ou que nem sequer estão por cá, e deixando num projecto de ponta-de-lança a missão de ser o matador que Falcão foi. Em segundo, a culpa é de VP, que é um líder fraco, que só sobreviveu por teimosia de PdC e por ter mantido em aberto o apuramento com aquela vitória feliz na Ucrânia. Por último, é indesmentivel que, em determinados momentos, mesmo que condicionados pelas alucinações tácticas do treinador, alguns jogadores não fizeram o que estava ao seu alcance, nomeadamente, Fernando, Moutinho, Fucile e mesmo James.

A insistência de VP no 11 de hoje é sintomática de duas coisas: que não temos um avançado centro de dimensão europeia e por isso Hulk é obrigado a jogar no meio e que o treinador se agarrou à fórmula que lhe deu resultados como se de uma jangada se tratasse, mesmo abusando de uma solução de recurso quando já tinha os 2 laterais direitos disponíveis. Maicon nem sequer é uma experiência com potencial de adaptação - é uma solução de recurso para o lugar e não deveria ter passado disso.

O que fica agora é a Liga Europa - com que motivação estes jogadores vão enfrentá-la? - bem como um campeonato que VP se arriscará a perder se não tiver uma alternativa decente para o centro do ataque e se Danilo não valer o que o Porto terá pago por ele (é alegadamente o segundo jogador mais caro da história do clube... e não contamos com ele para uma fase crucial da época!). Fica também menos margem de manobra para não vender Álvaro Pereira (embora me pareça óbvio que não contratamos uma alternativa por 9 milhões para a deixar na bancada...) ou até outros jogadores menos determinantes (como Guarin ou Rolando).

50 comentários:

cian disse...

Caros,

Infelizmente acho lamentável este post Poncio, se não fosses tu diria que tinha sido um certo "tractor" a passar por aqui e a escrever o post.

Que cinismo abunda por aqui e na mente de certos adeptos do Porto.

Como criticar desta maneira uma das melhores exibições do Porto que há memória? O que dizes agora André Pinto?

Tinha-se acabado o jogo e só me apetecia mandar tudo para o caralho, vocês, o Pinto da Costa, os Superdragões, todos para um sítio que eu cá sei, mas explico porquê, primeiro de tudo, o Porto não é, nunca foi, nem nunca será, dependente de qualquer jogador, seja ele o Deco, o Quaresma, o Hulk, ou a próxima estrela que por aqui brilhar, por isso, e por mais ainda, a brilhante crónica que muitos aplaudiram de Miguel Sousa Tavares provou estar errada, o Porto se foi alguma coisa hoje, foi graças a 10 gajos e o Hulk estragou o que podia estragar, quero ver que brilhante peça o MST irá escrever para a semana, o que poderá dizer um gajo que tanto errou nesta e noutras crónicas acerca da equipa, ah sim, Miguel o Maicon jogou a defesa direito, pois foi um dos melhores em campo, ah sim, o Rolando também foi, ah pois o Hulk jogou em todo o lado e foi um fiasco, o teu jogador pelo qual o Porto é dependente, ah ah ah, e pobres os que nele acreditaram e aqui escreveram outras merdas sem sentido.

André o que dizer das substituições do Vitor? se calhar preferias o "Mestre" Jesualdo, cujo Mourinho chegou a dizer:

"Um é um treinador com 30 anos de carreira, o outro com três. O de 30 nunca ganhou nada, o de três já ganhou muito... Esta é a história de um burro que trabalhou trinta anos, mas que nunca será um cavalo"

cian disse...

Curiosamente vi quase o jogo todo contra o Shaktar, vi parte do do Braga, e consegui ver finalmente um jogo do principio ao fim desde que o Porto jogou contra o Barça, e não me arrependi, foi um espetáculo de bola que já não via à muito uma equipa fazer a outra.
Houve momentos de pura magia, em que o Porto parecia o Barcelona, e o Zenit, sim, um Porto a jogar em Camp Nou, mas quando o Porto chegava à grande área do Zenit eis que o individualismo e o egoísmo tomavam conta das cabeças dos portistas e ia-se tudo pela água abaixo, quando o Hélton pontapeou aquela bola fora da grande área senti que tinhamos mesmo de ganhar este jogo, não é possível estarmos a ser tão perfeitos em todas as jogadas e não ganharmos isto, mas mais uma vez, como contra o Shalke, tivemos um grande guarda-redes do outro lado, e a sorte não esteve do nosso lado(não que ache que a sorte tenha estado em lado algum ontem à noite no Estádio do Dragão, acho que foi tudo mérito e esforço dos nossos jogadores a esbarrar numa barreira de aço dos russos, os mesmos que contra 10 do Porto fizeram troça da nossa equipa em Petersburgo)
Senti que o Maicon e o James não mereciam este resultado, assim como o Assunção e o Lisandro contra o Shalke, mas também o Djalma, e o Moutinho, e o Álvaro, e o Rolando, e o Hélton, quase todos foram brilhantes, mas o mais individualista e que mais erro, pois é, o insubstituível, o Hulk, mesmo assim não foi mau de todo, mas quando ele e o Defour tiveram oportunidades de passar a 3/4 colegas que se encontravam sozinhos no outro lado para finalizarem, Hulk sempre tomou a iniciativa de fazer mais do que lhe estavam a pedir, se saímos da champions hoje foi tudo graças ao individualismo de Hulk e de alguns outros jogadores do Porto, foram perfeitos até à grande área, pareciam o Barcelona tal e qual, e depois, em vez de seguirem o exemplo de Messi, seguiram o exemplo do Cristiano Ronaldo.

cian disse...

Não posso concordar com muito do que se tem dito aqui, não concordo com as críticas ao Vitor Pereira desde que tomou posse, e começo mesmo a acreditar que certos adeptos não merecem o clube que têm, e não digo mais para não insultar ninguém.

Nem contra o Villareal em que demos 5-1, jogámos assim, para quem falava que o André Vilas Boas é que era o treinador viu-se hoje o resultado, e não está lá um dos jogadores que espero que recupere o mais rápido possível, Guarín(que falta nos fez ao invés do Defour»GandaBluff»).

E não concordo com os que criticam o Villas Boas também, que brilhante foi a sua táctica contra o Valência, leiam o que disse no fim do jogo e perceberam, mas se o ódio os impede de ler então não se pode fazer mais nada quanto a isso, mas acho ainda mais repugnante o que ouvi a 10 minutos do fim do jogo, então o Villas Boas um ódio descomunal, mas o Bruno Alves, que sempre quis sair, e fazia birrinhas com o pai para o tirarem do melhor clube do mundo, ai esse não, esse merece ser bem recebido, e não é que os SuperatrasadosmentaisDragões vão a cantar o nome dele a 10 minutos do fim em que o Porto está a perder uma qualificação!!!? mas só eu é que senti uma revolta ao ouvir aquilo? mas está tudo doido ou a fumar erva nas claques do Porto? então o Bruno não quis ir-se embora depois de todo o amor proclamado ao nosso clube? O Jorge Costa alguma vez saiu porque quis? mas quem é o Bruno para mercer uma ovação quando os nossos guerreiros estão a lutar pelo nosso brio e honra no campo? não era isso mesmo que o Spalletti queria? a chantagem emocional? ainda se fosse o Deco, ou o Ricardo Carvalho, agora o Bruno Alves??? realmente existe alguma degeneração nas claques do Porto porque aquilo não deve andar bem naquelas cabecinhas, além de cantarem mal, e músicas da treta, só algumas se aproveitam, agora fazem esta a 10 minutos do fim de uma qualificação, até parece que tinhamos de receber bem o Bruno só para Inglês ver, é este o caminho que o futebol está a tomar? o caminho do cinismo? o caminho do Joseph Blatter e Platini companhia limitada? então o jogador faz birra para sair, vai para um campeonato de merda e diz que foi bom para a carreira dele, na noite anterior esteve a dizer ao Spalletti e à equipa do Zenit como era o Porto de trás para a frente, e vamos nós feitos tótós(que é a melhor definição que se pode dar aos SuperDragões) e toca a dar um passou-bem que o «racismo» se esquece?
Haja Paciência!

cian disse...

Para quem me criticou antes e eu não respondi, não disse nada porque queria que o Porto o provasse em campo antes de falar sobre a equipa e o treinador, mas(acho que foi o Miguel) o Vitor ganha menos no Porto do que ganharia no Chelsea, o contracto com o Porto é de 3 anos, o do Chelsea era de 5, no fim se fizeres as contas, o Vitor iria ganhar bem mais do que o que ganha no Porto, isto para não falar da pressão que não iria ter, e dos prémios que por estas bandas do Reino Unido são muito mais chorudos que os da Liga Portuguesa(e nem estou a falar da publicidade), mas ok, quem quer ver como o MST as coisas, se tivesse corrido bem era um génio, como correram mal foi o que disseram por aqui, nem uma coisa nem outra, mas que o Porto não jogava assim à muito tempo, isso nem o Freitas Lobo pode negar, agora dizer que as vitórias do Porto foram da equipa, do clube, dos dirigentes, mas que o Vitor Pereira não tem uma cota parte nisso, e que isso não influenciou o Pinto da Costa(durante um ano a conhecer o adjunto de perto) e que isso não consta no currículo, na história e na vida do Vitor, mas que apenas as equipas de segundas divisões é que contam, isso sim, é ter uma visão muito desfocada do que é a realidade, eu diria mais, uma visão imparcial e à Benfica.

Agora resta motivar os jogadores a fazerem o mesmo em Alvalade e na Luz, não sei porquê mas esta exibição é um bocado parecida aquela da Supertaça frente ao Benfica o ano passado no início de época, depois veio o que se viu, estes jogadores estão a crescer e nada está perdido.

O erro do árbitro foi um mal menor, nada de importante, como se viu durante o jogo todo, foi um domínio completo, e agora resta esperar que encontremos o Barcelona outra vez na Supertaça do ano que vem.

E podem crer que eu bem que queria ganhar ao Zenit, a minha ex é de São Petersburgo e do Zenit, até no futebol... дерьмо

Tim disse...

folgo? O que é isso?

Será fôlego?

André Pinto disse...

Cian:

Vítor Pereira diz que "está orgulhoso". Eu pergunto, depois de ter sido eliminado da Champions, num grupo com APOEL, Shaktar e Zenit, qual é o motivo de orgulho? É esta a atitude, o discurso próprio de um treinador do FCP? Isso parecem mais as desculpas costumeiras de outras paragens. Quem é que tem discurso mole, cian?

Maicon a lateral, prestes a sermos eliminados, até ao fim do jogo?

Hulk adaptado a ponta-de-lança, com Kléber no banco? Walter não inscrito por opção do treinador, aprofundado ainda mais a crise de referências na área?

O FCP continua a jogar de forma desenraízada. Não há uma (1!), jogada de ataque de envolvência durante o jogo inteiro. É sempre um passe a rasgar de Moutinho, ou arrancadas individuais, quase sempre de Hulk. Tem sido assim desde há muitos jogos. Todos os movimentos ofensivos, que são o trabalho desenvolvido nos treinos, e que a equipa tinha ná época passada, desapareceram. É trocar a bola e esperar um momento de inspiração (como aconteceu frente ao Braga). Tal não se deve apenas à saída de Falcão. Deve-se ao trabalho de desconstrução que Vítor Pereira tem vindo a desenvolver em relação ao que estava implementado e a falta de uma referência na área - qualquer que seja.

Desculpa, cian, mas alguém na televisão dizia que os jogadores não percebem o que quer Vítor Pereira. Eu digo que também não entendo. Talvez tu me possas explicar. A verdade é que tem sido borrada atrás de borrada. E se há alguma coisa disfarçada aqui, é a mediania de Vítor Pereira por um plantel com enormes talentos. Nunca ao contrário.

Saímos da Champions de forma humilhante, num grupo acessível, depois de todo o "hype" internacional que se gerou à volta da equipa, com aquele futebol tão perfumado quanto controlado de Villas Boas. Como podes defender o trabalho do homem, depois de todas as evidências de falta de competência para o cargo, é coisa que me ultrapassa. O argumento económico não pega: então, por poder estar a ganhar 5 vezes mais no Chelsea, devo agora engolir e calar perante a incompetência dele? Tu não percebes que esta foi uma oportunidade de ouro para Vítor Pereira sair da subalternância e assumir um cargo de treinador principal, num clube de peso internacional? Isso, para a carreira dele, vale mais do que a diferença de salário para o Chelsea.

Quero ver é o que acontece à espinha dorsal da equipa, agora que não entram os milhões...

Lucho disse...

André Pinto,Concordo com as tuas palavras num simples aspecto,as opçoes de VP durante a champions,nao se entende por o maicon a lateral num jogo destes quando tem duas alternativas se a ideia era atacar como se viu durante o jogo todo.O maicon jogou bem,a defender,a atacar é lastima e entende-se porque ele é central e nao lateral.e o hulk ou fosse que fosse que jogasse pela ala direita precisava do apoio de um lateral atacante e não de um que sobe mais 2 metros da linha do meio campo e ta bom...agora o Cian tb tem razao num aspecto,os aplausos ao Bruno alves..QUE MERDA FOI AQUELA?A 10 MiNUTOS DO FIM?QUando os adeptos deviam era estar a puxar pela equipa?quando muito aplaudiam so e só no final do jogo,mas nem quaresmas nem decos nem merda nenhuma devem ser aplaudidos quando entram em situações como as de onbtem..agora o porto fez uma excelente exibição,mas devia ter pensado em fazelas desde a primeira jornada e nao chegar á ultima a correr atras do prejuizo,e visto isto so tenho a dizer que perante estes factos a equipa nao fez mais que a obrigação.O VP pode ter culpa em muita coisa,sim tem,mas os jogadores tb,uns dizem que iam ja para o PSG, outros desde o inicio de epoca que fazem birras por nao ir para chelseas nem romas nem o caralho que os foda,outros pk nao jogam,e outros que dizem na comunicação social que o treinador nao tem pulso...tipo moutinho,é um grande jogador, á porto, mas esquece-se ele que esteve num clube meia duzia de anos em que so conquistou uma taça de portugal e veio para outro onde num ano ganhou mais do que ele algum dia sonhou?todos tem culpa,nao só o VP,Não so o PDC,Mas sim tb os jogadores

Luís Negroni disse...

André Pinto, comentário lúcido. Cian, comentários, lamento dizê-lo, algo bacocos.

Nunca, como agora, tivemos um plantel tão bom com um treinador tão mau.

LC disse...

Mais uma vitoria moral (bem à moda dos anos 70), mais uma competição que fomos embora prematuramente!! Nós jogamos contra o zenith (uma potência futebolistica) e só tinhamos que ganhar por 1-0 ... não conseguimos!!! Esta tudo dito!!!

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

É frustrante este afastamento prematuro da LC, ainda por cima num jogo em que quase tudo fizemos para merecermos a vitória. Faltaram os golos para ser um jogo perfeito.

Gostei no geral do empenho de todos, jogadores e público.

Só não gostei da ineficácia, na hora do remate.

Enfim, resta-nos a Liga Europa.

Temos de continuar com este espírito e esta dádiva ao jogo. Se tal acontecer estaremos mais perto do nosso grande objectivo que é vencer a Liga Zon Sagres.

Um abraço

cian disse...

André,

Claro que é importante para a carreira dele este cargo muito mais do que o cargo de assistente no Chelsea, para chegar ao óbvio eu não diria melhor, mas o Vitor aceitou o risco, não é sou o brio que o cargo dá, e como se está a ver, se as coisas não correrem bem não sei aonde é que para a carreira dele, mas é a atitude de aceitar o desafio que gosto e que apoio, não a de fugir do Barcelona para se acomodar no Chelsea.
É curioso que fales de passes a rasgar de Moutinho, mais curioso ainda é que o Maicon(sim esse mesmo que disses não servir para o ataque) ter feito um que percorreu o campo todo, do lado direito da defesa portista até à entrada da grande área do Zenit, provavelmente um dos melhores passes do jogo.
Não saimos da champions de forma humilhante, isso era no tempo do Co Adriense, saimos com uma exibição incrível mas com uma finalização péssima, se vires as estatísticas do jogo o Zenit não fez um remate sequer(houve um que foi para fora).
Os milhões continuam na Liga Europa ainda que menos, o campeonato é o único objectivo principal, e agora os jogadores vão estar mais motivados para mostrar serviço, principalmente na Liga Europa.
Temos ainda o campeonato, Taça da Liga contra o Benfica, e a Liga Europa contra o Sporting, para ganhar, e acho que ainda podemos fazer uma brilhante época, para quem começou a época tão desfalcado, como bem disseste o Villas Boas fez estragos na saída, o Falcão era uma peça fundamental na tática, e precisamos de um Kléber que nos faça esquecer o Falcão ou um ponta de lança novo, mas isso passou, os jogadores agora estão focalizados no grupo outra vez, esqueci-me de comentar o jogo do Fernando que foi brilhante também, com a equipa a jogar assim faremos mais um bom percurso na Liga Europa, mas sim André, se quiseres podes continuar a vociferar contra os moinhos de vento que não paras de ver a toda a hora. Eu entendi bem o que Vitor Pereira queria dos jogadores, viu-se na televisão ele a pedir para os três no ataque alternarem de lados para não haver marcações fixas, sim o Maicon ficou até ao fim do jogo, por isso mesmo é que não perdemos 1 a 0 quando o Danny se deslocou à baliza isolado com a bola nos últimos minutos, vê lá se te lembras quem é que fez um corte primoroso ao caniche?

O que vejo é um treinador a tentar implementar uma tática nova, e métodos novos aos mesmos jogadores do ano passado, vejo um treinador a tentar destacar-se do treinador antigo, e sinceramente se continuarmos assim como ontem, teremos então um futebol espetáculo que de certeza nos trará muitas vitórias.

Deixem-se de lamuriar, foi triste, e foi mau, mas não perdemos o apuramento hoje, e não adianta querer a cabeça do treinador agora, eu tive de aguentar 3 anos de Jesualdo, agora aguentem pelo menos 1 de Vitor Pereira.

cian disse...

Negroni,

O teu comentário tem a ver com o jogo de ontem?

Onde errou Vitor Pereira ontem?

não sei aonde aonde é que anda a bacoquice, em alguém que comenta o jogo, ou em alguém que apenas defende uma posição a época toda desde o início do campeonato, sem mudar os preconceitos erradamente formados.

Volto a perguntar, aonde errou o Vitor Pereira ontem?

Apontem-me isso e calo-me.

É incrível que quando Jesualdo fartou-se de errar ninguém quis a sua cabeça, o pobre do Vitor está à 5 meses ao comando da equipa e não tem descanso, mesmo que esteja a liderar o campeonato e ter feito o mesmo que o Jesualdo fez contra o Shalke, contra o Atlético, mas é o Vitor vamos mandá-lo embora.

Acabei de saber que o Manchester vai-nos acompanhar na Liga Europa, assim como o Manchester City que ganhou ao Bayern, não sei o que é mais deshonroso, se a vitória do City, a derrota do Manchester, ou o empate do Porto, mas agora a Liga Europa ficou bem mais interessante.

Miguel disse...

Cian: Não sei se estavas a falar de mim, porque nunca pus em causa o que o VP ganha no Porto. De facto desconheço os valores. Também nunca disse que a culpa era unicamente do VP. Antes apontei responsáveis em todos os lados para os resultados/exibições confrangedores até agora. Não ponho em causa o teu Portismo, mas tens que concordar que criticar não é trair. Uma forma de "traição" pode ser assobiar para o lado e fingir que está tudo bem, quando os resultados/exibições desmentem. Ontem já gostei mais do Porto, viu-se que houve mais garra e atabalhoamento também. Concordo contigo com a indignação dos cânticos. Ainda se estivéssemos a ganhar por muitos..., mas assim não, nesse momento o BA era um "inimigo"...Bom, vamos lá ver já que o VP continua para já, (ele para já, é o elo mais fraco, os jogadores não mostra(m)vam muito respeito)se toda a дерьмо ficou para trás...
Um abraço a todos!

Teófilo disse...

Caros Portistas,

Caro Cian, os erros do VP: 1º desde logo não jogar com o ÚNICO pl disponível quando se é obrigado a ganhar 2º jogar com o Maicon( que fez um brilhante jogo, isso não está em causa) que não é lateral de raiz e não dá profundidade exigida num jogo que tem que de ganhar( aproveitar o erro do Fucile na Rússia e motivá-lo até mais não para fazer o jogo da vida dele, até como desculpa da atitude dele perante os seus adeptos) 3º as bolas paradas sobretudo os cantos tudo ao 1º poste(exactamente como o Prof.JF e resultados 0) o único canto que criou perigo foi o remate do Maicon que era penaltie, esse canto foi marcado para a zona do penaltie(lembrem-se dos cantos ano passado)4º não chamou atenção do Hulk que tem de jogar para a equipa e passar a bola(ainda lhe batia palmas depois de fintar perder a bola e quando tinha colegas a pedir a bola sem marcação)5º o porquê de a equipa só jogar assim agora(quem tem de motivar é o treinador não sou eu).
Como diz e muito bem, eu também sou dos que tive de aturar o Prof. JF 3 anos que por mim tinha ido logo embora no fim do 1º ano, por isso temo que se vá passar o mesmo. O que vai acontecer com VP é exactamente o mesmo com o que se passou com o JF, de vez em quando lá fazem um bom jogo e pronto lá se dá mais uma oportunidade, mas não vai passar de isto(escreva), vamos aguardar para ver estes 2 próximos jogos. Muito sinceramente já me chegou 1 Jesualdo, agora 2 é de mais, lembrem-se com quem foram as últimas vitórias morais, pois é com esse mesmo JF que ganhou alguma coisa no fim de carreira no mágico Porto, lembrem-se também o que deveria ter ganho e não ganhou, com uma equipa muito melhor que a dos outros, só assim de repente perdemos para os calimeros 4 taças, vejam bem, como é possível.
Só lhe digo uma coisa nunca me enganei em relação a nenhum treinador do F.C.PORTO e quem me dera a mim que fosse a 1ª vez a enganar-me, não acredito.

Cumprimentos,

VIVA O F.C.PORTO

André Pinto disse...

Diz o amigo cian:

"Eu entendi bem o que Vitor Pereira queria dos jogadores, viu-se na televisão ele a pedir para os três no ataque alternarem de lados para não haver marcações fixas, sim o Maicon ficou até ao fim do jogo, por isso mesmo é que não perdemos 1 a 0 quando o Danny se deslocou à baliza isolado com a bola nos últimos minutos, vê lá se te lembras quem é que fez um corte primoroso ao caniche?"

Ó cian, então, um tipo que precisa de ganhar, e só ganhar, não tira um central adaptado a lateral nos últimos minutos e coloca um avançado, "para não perder 0-1"? Isto tem sentido? Claro que podia perder, mas também ganhar pela superioridade numérica no ataque. Era colocar a carne toda no assador. O corte primoroso ao caniche? Ele previu isso com a bola de cristal? Tu entendeste uma indicação que ele deu aos jogadores. Palmas. Mas não me explicaste a "big picture", que pretende Vítor Pereira para o modelo de jogo do FCP. Isso é que todos, desde Moutinho aos investigadores do CERN, queremos saber. Circularem a bola, eles lá circulam, mas movimentos tácticos articulados, zero....

"O que vejo é um treinador a tentar implementar uma tática nova, e métodos novos aos mesmos jogadores do ano passado, vejo um treinador a tentar destacar-se do treinador antigo, e sinceramente se continuarmos assim como ontem, teremos então um futebol espetáculo que de certeza nos trará muitas vitórias."

1)Vítor Pereira não foi contratado para implementar nada, cian. Foi contratado por ter sido adjunto de Villas Boas e dar continuidade ao seu trabalho, com praticamente o mesmo plantel. Só.

2)O grande erro de Vítor Pereira foi precisamente tentar destacar-se. Não foi ele que fez o plantel, de grosso modo, e a equipa estava mais que rotinada. Era a mesma, sem Falcão. Só tinha que manter os mecanismos e, já agora, inscrever os dois pontas-de-lança que tinha à disposição. Mas, por ambição, quis imprimir um cunho pessoal a uma máquina bem carburada e destruiu o que havia sido construído. E o paleio de que é tudo falta do Falcão, não me convence. Ao Atlético não tem convencido muito.

3)O futebol de ontem não garante futuro nenhum - como se viu, a Champions já era. É o tipo de futebol desgarrado que as equipas com o orgulho ferido e a corda ao pescoço jogam.E a coisa acaba sempre mal. Parecia o Portugal-R. Checa do Euro na Inglaterra. Até agora, tem sido muito mau, mas tu, cian, lá terás as tuas razões para vislumbrares um futuro grandioso com VP. Não será é na Champions deste ano, certamente. Nem na Taça de Portugal.

4) Eu vocifero contra moinhos, pelos vistos. E os tais moinhos já nos atiraram para fora da competição que nos renderia um encaixe financeiro importantíssimo, num contexto económico adverso. Se um planeamento da época inexistente, ou incompetente, e opções tácticas mais que discutíveis, para além da destruição de um modelo de sucesso comprovado, tudo isso são para ti "moinhos", nem quero pensar no que seriam para ti adversidades reais...

5) Decorrendo do que escrevi acima, e com a necessidade de vender activos, gostava que também explicasses aqui aos portistas, como vai Vítor Pereira implementar o seu soberbo futebol e com que jogadores. Com estes, certamente, não será, porque ficamos um bocado curtos de guita, agora que tivemos o percalço menor de sair da Champions num grupo de Liga Europa, e sabendo das contas da SAD...

Só para acabar, dizem amigos portistas: - Ainda há a Liga, a Taça da Liga e a Liga Europa. "Ainda há"??? Mas que padrões são esses, portistas? Não me faltava mais nada, chegar ao Natal, com o campeonato perdido e fora de todas as competições! Mas é aí que temos a fasquia? Tss, tss...

Luís Negroni disse...

Cian disse...
"Volto a perguntar, aonde errou o Vitor Pereira ontem?"

Cian, o Teófilo e o André Pinto já responderam por mim, de forma detalhada. O difícil, em VP, é encontrar alguma coisa onde ele tenha acertado.

cian disse...

"Ó cian, então, um tipo que precisa de ganhar, e só ganhar, não tira um central adaptado a lateral nos últimos minutos e coloca um avançado, "para não perder 0-1"? Isto tem sentido? Claro que podia perder, mas também ganhar pela superioridade numérica no ataque. Era colocar a carne toda no assador."

Ó André, então o Vitor tirou o Otamendi pelo Bellushi(que eu até achei uma má substituição, o Bellushi não fez um cú, mais valia ter um Bigorna, ou meter um Kelvin, ou outra coisa qualquer porque o Bellushi não sabia aonde estava quando entrou no jogo) depois mandou o Rolando para o ataque, o Álvaro já lá estava, tu querias tirar o único defesa que estava a cobrir o jogador mais perigoso do Zenit para meter outro jogador no ataque, então é o que eu digo, teriamos perdido, e o dinheiro, pontos na uefa, ainda teria sido pior, acho que essa seria uma tática suicida, mas ok, é a tua opinião, e é uma opinião válida, ninguém pode prever o futuro, nem o Vitor, nem tu, nem eu, mas isso não seria por a carne toda no assador, seria por a equipa toda no matadouro e deixar o Danny fazer a matança do porco.

Quanto à tática, eles não circularam a bola como certas equipas, houve momentos brilhantes no jogo, só faltou mais espirito de equipa na finalização, se tivessem feito isso teriamos goleado, mas é algo para aprender e esperar que nos próximos jogos deixem-se de egoísmos na finalização e passem a bola a quem está isolado e pronto para marcar, e não era preciso nenhum Falcão.
A tática se não a viste, era tentar furar de qualquer maneira a dupla barreira de 8/9 jogadores do Zenit que se instalou à frente da grande área, e vimos de tudo, desde jogadas pelas laterais, desde passes mortais para a entrada da grande área, desde jogadas de tiki taka à Barcelona só faltando a mesma cooperação na finalização, mas o que tu queres é um modelo de jogo simples como no ano passado em que centrava-se para o Falcão e era golo, hoje não temos isso, não temos matador como nos anos passados, talvez precisemos de mudar, apesar de ser difícil, mas acredito que é possível ver um Porto diferente.
Mas nunca te indagaste porque é que o Danny nunca saiu do lado esquerdo do ataque do Zenit? não achas que o Spalleti estava à espera dessa mesma jogada suicida de tirar o Maicon e ir para o ataque? não achaste estranho que quando o Rolando está no ataque o Danny vai finalmente para o meio do ataque e se não tivesse o Maicon atento, como não teve o Fucile em n jogos, teriamos perdido o jogo?

cian disse...

Concordo com a opinião dos cantos e bolas paradas, realmente somos uma lástima nisso, e é algo a reparar.

"1)Vítor Pereira não foi contratado para implementar nada, cian. Foi contratado por ter sido adjunto de Villas Boas e dar continuidade ao seu trabalho, com praticamente o mesmo plantel. Só."

Bem, se tu o disses então deve ser verdade, ou seja o que tu achas do Vitor foi exactamente o que o Mourinho achou do Villas-Boas quando este se quis destacar da função de olheiro, para ti, o Vitor não passa de um adjunto, e nada que possa ser escrito aqui pode mudar essa ideia na tua cabeça, porque o Villas-Boas estudou na Escócia e na Inglaterra tem prestígio, porque o Vitor estudou no Porto é um adjunto, Mourinho estudou em Lisboa e é o melhor treinador do mundo, talvez deveriamos ter mais orgulho no que é feito em Portugal, Vitor é portista e sempre o foi, desde que treinou os juvenis e sempre esteve ligado ao Porto, é de Espinho, o Porto tem a melhor universidade do mundo de Arquitectura, porque não dar uma hipótese de sucesso a alguém formado no Porto? porque o desprezo a alguém que começou por baixo e não num berço de ouro como Villas-Boas(ou até Mourinho acarinhado pelos privilégios da capital), tem mais mérito aquele que começa por baixo e consegue subir no seu percurso do que aqueles que sempre tiveram o seu lugar garantido no topo e não precisaram de fazer nenhum esforço, Vitor desde cedo, mesmo que fosse alguém especial nunca teria as oportunidades de Mourinho ou Villas-Boas, demos então nós essa oportunidade, e como se viu no Dragão, com o apoio dos adeptos tudo sai mais fácil, não digo que Vitor seja um fora-de-série, mas demos a hipótese de mostrar o que pode fazer e não criticá-lo por tudo e por nada, especialmente quando não há razão nisso como é o caso agora, deixemos o Vitor subir a sua escada.

Mas ó André tu deves saber mais do que nós todos porque o Pinto da Costa o escolheu, realmente esse teu pré-juízo tem que se lhe diga, então o Vitor foi contratado apenas para ser um espantalho do que era a tática do AVB? achas mesmo que o PC contrata pessoas para serem espantalhos? achas mesmo que o Vitor, ou qualquer outro treinador quer ser um espantalho? acreditas realmente que no séc. 21 alguém contrata treinadores com esse objectivo? não foi só o Vitor que se quis destacar, Pinto da Costa também se quis destacar de AVB, exactamente dando hipóteses ao VP de se expressar e mostrar que o AVB estava errado na sua saída, é só uma questão de mentalidade, até tu e outros entenderem que não temos um adjunto no poder, mas um novo treinador com ideias novas.

cian disse...

Que raio de comparação o Portugal-República Checa, não perdemos o jogo, nem andámos atrás do prejuízo, o Portugal-República Checa foi em Petersburgo e em Nicosa, não no Dragão.

Sim, não temos a champions nem a taça, mas temos uma oportunidade de ouro de fazer um bi na Taça Uefa(chamo-lhe assim porque não gosto do nome Europa League, e a taça é a mesma, é só politiquices do sr. Platini) e para o ano vir com mais bagagem para a Champions, ainda temos tudo para ganhar o campeonato, e acredito que o iremos ganhar a jogar assim, podemos ainda também fazer o frete ao Benfica na taça da Liga e sem a Taça de Portugal creio que os nossos jogadores querem mostrar serviço na taça da cerveja, não acho que a época está perdida, apesar de ser um rude golpe sair da Champions, como toda a gente viu no último jogo, o Porto, equipa, estádio, adeptos, mostrou ter tudo para ser uma equipa de champions e não mereciamos sair pela última exibição, gostei do que vi, não gostei de sair, mas incrívelmente o Manchester United, equipa irmã do Porto na Champions, decidiu fazer-nos companhia na Europa League para dar mais brilho à mesma competição, o que dirão agora os adeptos do Benfica de uma champions bem pior e com adversários mais fracos do que a que o Porto ganhou e que todos diziam não ter adversários fortes, ahahah, quero ver o esse belo percurso do Benfica na Champions.
Mas também discordo desse discurso do dinheiro perdido, ora o dinheiro perdido foi o mesmo ou mais quando Jesualdo nos eliminou precocemente durante anos na champions, perder agora ou mais à frente é sempre perder dinheiro, mas essa é uma visão distorcida da realidade e que assenta na ideia de que o futuro já nos pertence, nunca perdemos esse dinheiro porque nunca o tivemos, isso já parece como os outros a fazerem contas aos pontos porque o Benfica ganha e o Porto e o Sporting perdem o Benfica ganhou 9 pontos numa jornada, enfim...

cian disse...

Não André, os teus moinhos não nos atiraram para fora das competições, as adversidades reais são o apoio ao clube e à equipa, a luta incessante contra o poder da capital e a sua imprensa falaciosa e ilusionista, a luta pelo campeonato como principal objectivo, a luta contra os processos de má-fé e indole maliciosa e de quem quer mudar a opinião pública com mentiras repetidas até à exaustão, a luta entre poderes na Uefa e os seus presidentes mentecaptos, a luta por um campeonato mais competitivo e sustentável e que possa dar cartas lá fora, as verdadeiras adversidades estão aí e não se temos ou não um bom ou mau treinador, porque isso nunca foi posto em causa, a equipa é boa e o treinador é bom, e os frutos virão no fim da época e não no início, mas se até tu logo nas primeiras semanas criticas acerradamente más exibições e resultados, e se apenas isso foi o resultado da saída de Villas Boas, e não queres ver e acreditar de novo nesta equipa, que está diferente, então fazes-me lembrar a história do Moisés quando chegou a uma fonte depois do exodo e duvidou do que Deus lhe tinha dito para fazer, batendo várias vezes com o bastão para ver se saia água da fonte em fez das três pedidas, mas se até Deus perdoou o Moisés, quem é o Papa para não te perdoar a ti.

A nossa fasquia está em ganhar o Campeonato, ganhar a Liga Europa, e ganhar a Taça da Liga, depois de termos ganho a Supertaça, ganhar 4 títulos este ano é o suficiente para ti André?

Pôncio disse...

Caro Cian, Tens todo o direito de discordar da visão plasmada no post, mas chamar-lhe "lamentável" e de algum modo "cínica" parece-me um exagero. No tocante a este jogo, ao contrário do que sugeres, eu achei que o VP esteve bem e que a equipa tinha feito uma boa exibição. Aliás, a minha única referência negativa é aos excessos do Hulk e aos danos que o seu egoismo causou. De resto, refiro que Varela nada fez (coisa difícil de contestar e que o Kleber não se viu (algo que também me parece evidente). Independentemente disso, elogiei as substituições, a dinâmica da equipa e o empenho de todos (mesmo o daqueles que não conseguiram construir coisa nenhuma. Discordo da insistência no Maicon porque necessitávamos de um defesa que subisse na ala. Mas penso que a escolha do argentino como defesa a substituir foi boa, porque este já tinha um amarelo.
Seja como for, a exibição esforçada e a espaços brilhante da nossa equipa merecia a vitória. "Merecia", mas não a produziu. O jogo colectivo e algumas iniciativas individuais justificariam a vantagem. "Justificariam", mas não a traduziram em golos. Azar? Sim, claro, o mesmo que o Shaktar teve quando perdeu connosco na Ucrânia. E para não dependermos de sorte ou azar, deveríamos ter ganho esta eliminatória antes. E nesses momentos a equipa não esteve bem, VP não esteve bem e as lacunas no plantel, que devem ser atribuídas ao PdC (do mesmo modo que os méritos passados) notaram-se muito. As culpas são colectivas, tal como as responsabilidades pelas vitórias.

cian disse...

Caro Poncio,

Quando disse que discordei da substituição do Otamendi pelo Bellushi, quis dizer que a escolha de Bellushi era errada, nada trouxe à equipa, quanto ao teu post, que já tiveste posts brilhantes e este não tira nada ao teu mérito de escrita e génio, achei de lamentar a crítica a tudo e ao buscar de um bode expiatório.

Primeiro, não saimos da europa como na época de Co Adriense.

Segundo, não estava a falar das tuas opiniões táticas sobre o jogo, referi-me exactamente às suposições irónicas do tipo "eu bem que avisei"

Dizes que quem não ganha ao Apoel não poderia contar com o ovo no cu da galinha no jogo em casa com o Zenit, mas é mesmo disso que se trata, podiamos ter ganho ao Zenit e ser os primeiros do grupo, e ao invés acabámos eliminados e enviados para a Liga Europa, mas a verdade é que era possível, dizer o contrário ou vir cantar de galo no fim do jogo acho sim um desrespeito para todos os que deram o litro neste jogo.
Dizes que não tivemos oportunidades, mas o que não faltou foram oportunidades, cerca de 20 para 0 do Zenit, dizes que o Hulk não está bem na posição de ponta de lança, mas as oportunidades em que criou mais perigo foi quando vinha da direita e rematava ou fingia que rematava para fazer um cruzamento/remate, ou seja Hulk não jogou no centro o tempo todo, um erro que não queres admitir.
A única pessoa rápida no Zenit para nos pôr em sobressalto era o Danny, sem o Maicon terias um Fucile a deixar fugir o Danny sempre e aquela sensação de sempre que tinhamos feito um erro defensivo e tinhamos de virar o resultado, neste caso não fizemos erro nenhum defensivo, fomos perfeitos na defesa, outra coisa que não queres, e outros, não só tu, admitir.
Não precisamos de ninguém para resolver os jogos sozinho, nunca precisámos, outra falácia, se houvesse mais solidariedade, como já foi referido, teriamos goleado o Zenit.
Não concordo com a análise do Djalma, não concordo com a análise do Maicon, parece que ele foi muito bom a defender mas faltou prospecção atacante, mas o que é isso?, querem que o Maicon seja um Deus? ah, ok, já percebi, querias que em vez do Hulk, fosse o Maicon a resolver o jogo, e depois sou eu que não percebo de tática.
Depois ainda dizes que Hélton não fez uma defesa de nome, e eu que não defendo o Hélton tenho de discordar, fez uma defesa importante no fim do jogo quando corta a bola de chegar ao avançado do Zenit, o resto do jogo não precisou porque no resto do jogo o Porto estava a atacar e a deixar o Zenit em apuros, ou era melhor o Porto abrandar e deixar o Zenit fazer um remate para o Hélton aparecer no jogo? nem ao Baía alguma vez vi uma crítica dessas.

cian disse...

Então a vitória na Úcrânia foi feliz? como devem ter sido outras tantas do Porto na Rússia e uma em particular em Istambul com o Quaresma.

"A insistência de VP no 11 de hoje..."

A insistência de VP no 11 de anteontem foi sintomática de que... se o Hulk, na meia dúzia de oportunidades que teve, tivesse passado para um colega, teriamos ganho o jogo por 1-0 pelo menos.

Mas concordo com o avançado, que venha um avançado, venda-se a perna esquerda(Álvaro Pereira) e venha o tal avançado, mas mesmo sem ele, acredito no Kléber.

Acho que é apenas isto que discordo do teu post Poncio, mas tudo bem, damos um aperto de mão e fica tudo esquecido, e digo mais, se me provarem que estou errado, e que o Vitor Pereira não fará melhor que o Jesualdo, aqui virei para expôr as minhas desculpas e pedir o perdão de todos os que pus em causa, até lá, aqui estarei a fazer de advogado do diabo.

Mas ainda digo mais, se as culpas são colectivas, eu pergunto, porquê a insistência na cabeça de Vitor Pereira? não creio que se deva achar culpas quando estamos a sair da crise do início de época, mas se as houve, então são tantas do Vitor, como da SAD, do PC, do Álvaro, do AVB, de Falcão, e da equipa.

Mas a sério Pôncio, se isto é o que temos a apontar a Pinto da Costa, que perdemos uns míseros 3 milhões e meio, depois dos milhões que ganhámos com ele com a prospecção de jogadores, de prestígio ganho por esse mundo fora, de títulos, prémios, e um estádio novinho em folha, e um pavilhão, e um museu em caminho, então acho que devemos estar calados e esperar pelo que aí vem, porque ainda podemos recuperar esse milhões na Liga Europa, e porque ganhando mais um título, podemos ganhar mais do que se tivéssemos ficado na Champions a bater em mortos ou a ser eliminados contra as mãos dum Barcelona ou Real Madrid. Não creio que tenhamos perdido nada, resta enfrentar estas adversidades com coragem, e ganhar o que falta ganhar que ainda é muito.
Agora queremos futebol, e queremos futebol espetáculo, porque as vitórias já ninguém as põe em causa como obrigatórias e imprescindíveis.

Agora, ou somos Porto ou somos comidos.

Sempre ouvi dizer que a união faz a força, o que é que acham que acontece se não estivermos unidos? ficamos mais fortes?

Peço-vos para darem uma última hipótese ao Vitor para trabalhar, depois cortamos cabeças no fim da época.

Ribeiro DeepBlue disse...

Cian,
Darmos uma hipótese, até damos.
O problema é que, com isso, já lá vão 3 possíveis títulos à vida...

Lucho disse...

Só ando aqui a ver escrito, "ah e tal podiamos ter passado á fase seguinte,,ah podiamos ter ganho....."PESSOAL, Não ganhamos, nao passamos á fase seguinte e ainda levamos um banho de uma equipa do chipre onde o treinador diz que a equipa se bateu bem(?) no jogo fora?
muitos de nós nos lembraremos bem da politica do FCP num passado recente,Falam no adrianse,ele que ganhou um campeonato e foi posto na alheta,(PK SERIA), o del neri que nem seker o cu sentou no banco, ou o fernandez que chegou a dezembro ou lá quando foi e foi de vela?Foram despedidos ou por nao por a equipa a carburar,ou pk estavam a tentar inventar algo que nem eles sabiam muito bem o que era.Agora deixem-ca ver uma coisa:
1- VP Inventa e nao é pouco
2- VP nao poe a equipa a carburar

Mas no meio disto tudo há um pequeno aspecto que faz toda a diferença...A lucidez de um presidente...por isso é que vitor pereira ainda esta no banco do dragao,pk pinto da costa sabe muito bem que se o resto da epoca der para o torto a culpa foi da má gestão da direcção no planeamento da epoca...VP é um FLOP,Alex Sandro é um FLOP(um jogador onde se gasta milhares de euros pa ir pa bancada é um flop)e muitos outros...so que estes flops so tem um culpado...direcção....
exibições zenit?Foi um valente caralhovsky,valeu-lhes de muito uma exibição de gala no dragão quando so nao levamos seis na russia por uma valente cagada...Apoel,era pa ganhar,shaktar correu bem.....Agora virem defender que o grupo onde o porto estava inserido era forte(?) e que temos de elogiar a equipa pela exibição?Elogio o cacete?Alem de nao terem feito mais que a obrigação foi preciso chegar á ultima jornada pa fazer uma exibição dakelas?nao tiveram mais cinco anteriores para pensar nisso?
Só falta agora acreditarem que o Benfas fez um brilharete na champions com os caçadores das taipas da romenia, ou com um manchester k de momento joga mal e porcamente...
Ja tivemos barcelonas,milans,inters ,bayerns e muitos mais na fase de grupos e sempre nos batemos bem e asseguramos os nossos propositos,agora num grupo como o que tinhamos não á desculpas para o que aconteceu,...Alguns de nos somos exigentes?paciencia, o clube assim nos habituou,e por isso que nuncas somos alvo de chacota todos os anos como o clube do alto dos moinhos e seu vizinho

Teófilo disse...

Caros Portistas,

Já aí está a convocatória para o jogo com o Beira Mar, nem um lateral direito de raiz, nem um ponta de lança para o banco, enfim prevejo o descalabro, vamos ver...


VIVA O F.C.PORTO

Ribeiro DeepBlue disse...

Manel,

capa do Record (jornal Sportinguista) de hoje:

"Vieira quer o melhor Benfica na Champions. NÃO SAI NINGUÉM"

Um insulto ao "mais maior grande"...

Ribeiro DeepBlue disse...

O que pode levar um animal a conseguir proferir na mesma frase "Ah e tal, a expulsão do Olberdam é para beneficiar o Porto, com quem jogam na próxima jornada" e "O Olberdam foi bem expulso, fartou-se de dar porrada e o SLB não foi nada beneficiado com isso".

Paralisia cerebral talvez...

Ribeiro DeepBlue disse...

Manel, a capa do Sportinguista Record diz que o Benfica continua a lidera a Liga.
Está bom de ver que, mesmo ao arrepio dos regulamentos, que dizem que o FCP é que lidera, o Record continua a malhar forte e feio no Benfica.

Sacanas.

Não perdme uma oportunidade para rebaixar o mais-maior, vês?...

Manuel disse...

Ribeiro DeepBlue, os jornais querem é vender papel. E se é o Benfica que o faz... Eles têm os números das estatísticas para o provar.

Agora compara a capa d O Jogo de hoje, que eu nunca vi igual no Record ou na Bola, e provem-me se estou enganado, 3 dias depois de um jogo do Benfica dizerem que ficou um penalty por marcar a favor do Benfica. Nunca vi e nunca irá acontecer.

Será isto para vender papel? Só se forem os adeptos portistas a comprar o jornal pois não estou a ver os adeptos do Sporting ou Benfica a fazê-lo, com uma capa dessas. Então qual será a finalidade? Penso que não será necessário dizê-lo de tão óbvio que é.

Se há um jornal que está declaradamente próximo de um dos 3 grandes é sem qualquer dúvida o Jogo. Mas apesar disso o Benfica, em questões de especulação, tem muito mais queixas do Record do que do Jogo. A ajuizar pelo que os jornais disseram nas 2 últimas semanas, todo o plantel do Benfica vai ser vendido em Janeiro. lol.

Ribeiro DeepBlue disse...

Nunca viste?!
Mas que memória tão fraquinha...
Vou-te dar uma ajuda.

Suspensão do Lisandro por causa dum suposta simulação para penalty contra o Benfica. Queres que te arranje a imagem da primeira página da Bola?

Arbitragem do BragaxBenfica do ano passado.
Queres que te arranje a imagem primeira página do Record?

Agora que te refresquei a memória, posso dizer-te que estou-me a cagar se o Benfica vende papel ou não.
O que quero é honestidade na análise (sim, é verdade que a primeira página do Jogo de hoje é uma vergonha, mas por cada uma destas, arranjo-te umas 5 iguais no Record ou na Bola).

O que quero é que os nossos jornais deixem de ser a Marca ou o Sport e passem a ser L'Équipe ou Gazzeta dello Sport.
E tenho pena que não percebas isso.


P.S. Que seja do meu conhecimento, a direcção do Jogo nunca se encontrou secretamente com a direcção do meu clube para acertarem uma estratégia global de condicionamento da arbitragem. Pudesse o teu clube dizer o mesmo.

André Pinto disse...

Manel:

O Jogo explora um nicho de um mercado fortemente segmentado e monopolizado. Se a Bola está próxima do Benfica, congregando os jornalistas mais notáveis dessa esfera, seria má gestão e péssima ideia por parte de um diário desportivo tentar concorrer com a Bola para o mesmo público-alvo. A mesma coisa com o Record. Assim, o Jogo aposta no nicho de mercado afecto ao FCP.

Acha a última capa d'o Jogo tendenciosa? E as capas da Bola que comparavam a forma de rematar de Makukula com Eusébio? E quando o FCP se apurou para a final da taça UEFA, a notícia da capa foi a contratação de um tal Alex? A coleção é longa... Mais: a postura d'A Bola não só é de baixo nível jornalístico - com vaticínios quase sempre votados a futuros ridículos - como também assume contornos provocatórios. Nesse aspecto, toda a gente (sobretudo a que importa, os jornalistas)concorda que o Jogo é uma publicação mais sóbria.

Ribeiro DeepBlue disse...

Quanto ao Benfica ser prejudicado com as pseudo-vendas (só come palha quem gosta), é tão prejudicado quanto o FCP pois a Bola vendeu o Otamendi à Roma, o Rolando ao Chelsea, o Fucile a parte incerta, o Hulk vai para o City por 40 milhões (?), o Cebola regressa ao Uruguai, o Maicon interessa ao Inter (?!!) e o Fernando tem pelo menos 4 clubes italianos interessados.

Parece-me portanto que "prejuízo" que falas relativamente ao mais-maior-grande, também acontece com outros clubes.

Next.

Manuel disse...

Pelos vistos todos, mas TODOS mesmo, têm razão de queixa de TODOS os jornais. LOL.

Sendo assim, o melhor é nem falarmos pois estamos a perder tempo. Cada um dos jornais tem a sua lógica comercial e os seus nichos de mercado e como empresas privadas são livres de o fazer. Por mim, estou-me a borrifar. Acho que discutir isso é pura perda de tempo.

Agora que há jornalistas incompetentes e mal intencionados, como existem profissionais incompetentes em todas as profissões, sem qualquer dúvida. E todos os clubes têm razão de queixa.

Ah pois disse...

Capas com o Terminador ou com um nada lacónico "Assim não dá!!!" depois do Benfia empatar com o Boavista salvo erro.

E a capa famosa dos "Vampiros atacam na Luz!"??

Ler um lamp a queixar-se da imprensa é comédia garantida.

Ribeiro DeepBlue disse...

O lobotomizado advogado que bota faladura às segundas na SIC terá dito, perante as imagens que mostram o guarda-redes do Marítimo a levar uma chapada "sim, levou, e daí?!"

Contaram-me. Não vi, porque a dificuldade em suster o vómito quando vejo tal cavalgadura é tal, que deixei de ver tal programa.

Mas há aqui uma mensagem clara.
Quando alguém levar uma chapada, a resposta deve ser "E daí?!"

Trocado por miúdos, se um advogado com cara de cú e inteligência de minhoca levar um estalo...sei lá...no Porto, no Shis, por exemplo, e apresentar queixa na polícia, a resposta deverá ser "Sim, levou um estalo, e daí?!!".

Outro exemplo: se o Baldemerda Duarte levar uma chapada novamente no Dragão, no próxima Sábado, e apresentar queixa ao SJ, a resposta deverá ser: "Sim, levou um estalo. E daí?!"


Manel: Record, "Benfica pesca na Rússia". Letras gordas. Mais uma primeira capa insultuosa do jornal Sportinguista ao mais maior grande.

Manuel disse...

Ribeiro DeepBlue, parece que não entendes, pá. Se fosses o director do Record e quisesses vender jornais, pois tens outros 2 concorrentes à perna, o que é que colocavas na capa? "O Porto pesca na Rússia", sabendo que as vendas desciam 10% ou 20%?? Os gestores vivem dos números e se estes não forem bons acontece-lhes a mesma coisa que aos guarda-redes que dão frangos: são despedidos. Será assim tão difícil de perceber?
E a culpa é do Benfica? Ou será mais do Porto? E o que é que isto tem a ver com a centralização?
É pá, deixem-se dessas coisas. Culpem quem tem, de facto, a culpa. Para mim não é difícil de ver quem é.


PS. Além disso, a capa é mentirosa, pois nada está confirmado. É pura especulação. Mas se não são vendas, são compras. Porra, que já chateia. Por vontade deles, o Benfica vendia um plantel e comprava outro agora em Janeiro, desde que os ajudasse a vender jornais.

Preto no Branco disse...

Cian, és bipolar ou k? olha que eu “bati” muito no Jesualdo (e tu tb) mas, actualmente, este artista ainda consegue ser pior, o k é obra… já destruiu uma grande equipa europeia, já perdeu a taça, o campeonato se não for hoje é nas próximas jornadas, e depois resta-nos, como o Benfas há uns anos, a taça amizade ou a taça Pinto da Costa, que está muito mal na foto este ano…
Já agora e como diz um amigo meu um feliz “bacanal” e umas boas “entranhas”
Gil O.

Ah pois disse...

Vocês adormeceram aqui no blog?

JP disse...

é com pesar que em vez do azulado, foram os autores deste magnifico blog, que se foram juntamente com a torre do Aleixo
estavam à procura de uma tomada para ligarem o computador, para escrever a próxima posta, quando se deu a explosão
aqueles que berravam/gritavam, não eram mais do que os magníficos postadores habituais, fazendo exercícios de aquecimento (hellas: uma frase da bola, coisa rara em mim)antes de darem à tecla, para encherem esta casa de comentários de alto valor cientifico-futebolístico. melhor melhor, só mesmo aquele fdp que escreve livros pró orelhas&ca

çárává
inuite/jp

Ribeiro DeepBlue disse...

Hellas?!
Estavas a pensar no último marujo grego que te foi ao cú, não?
Obrigado por demonstrares, mais uma vez, a tua imensa ignorância, JP.

P.S: Hélas.

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caríssimas(os),

devido a « cenas que me assistem », estarei ausente nos próximos (longos?) tempos. portanto e até ao meu regresso:

votos de Boas Festas! e de um próspero Ano Novo de 2012!, para todas(os) vós e para os que vos são mais queridos! :)

e não esquecer que:
somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todos vós! ;)

Miguel | Tomo II

inuite disse...

ribeiro:faz em 1 gaiolo fdp
as alleys e o fog estão te a afectar a nêspera
já suavas (com ajuda do Djalma) à espera de 1 post meu
agora tens o M<Manuel para te entreteres mas, por mais que te ponhas em bicos de pés, estás uns furitos abaixo, temos pena

André Pinto disse...

Em primeiro lugar, um excelente Natal para todos, na melhor das companhias e recheado de boas supresas.

Uma palavra amiga para o cian, que é portista dos quatro costados e defende com paixão a sua perspectiva. Posso não concordar mas desejo, do fundo do coração, que o cian tenha razão naquilo que diz.

Acabo de ler que o Bruno Alves vê com bons olhos ir para o SCP. A minha alma está parva. Um tipo que saiu do FCP em alta, depois de algumas cenas tristes envolvendo birrinhas do papá, escolheu um novo clube tendo por único critério o montante salarial, e pode agora regressar a Portugal reforçando um rival directo do FCP. Foi aplaudido em peso pelos portistas no Dragão, ainda há semanas.

Há coisas que são inapeláveis mistérios, para mim.

Ribeiro DeepBlue disse...

Claro que estou uns furos abaixo, JP.
Olha, nem durmo com isso...
O resto, desculpa, não percebi. Importas-te de repetir, mas agora, em Português?...

André Pinto, foi o que pensei sobre o Bruno Alves. Pobre alma.

Quanto ao Djaniny da UD Leiria: "Já só penso no Benfica", dizem os pasquins. É claro que o facto dele defrontar esse clube na próxima jornada, no que toca a verdade desportiva, é absolutamente irrelevante.
Mesmo que a transferência se venha a gorar logo a seguir ao jogo (Nilson de Guimarães é um exemplo). Mas nessa altura, o objectivo já terá sido atingido.


Bom Natal a todos!!!

cian disse...

André Pinto,

Nem mais, ouvi essa do Bruno e mais razão têm as minhas palavras sobre o apoio a 10 minutos do fim do jogo no Dragão, enfim, como diz o outro "Hellas".

Também te desejo um feliz Natal e a todos os portistas aqui do blog, um especial para o Poncio e para o Guarda, acho que estamos todos com ansiedade para comentar o nosso Porto, toca a escrever posts, mesmo que sejam a criticar o Vitor Pereira, não me importo, quero é ver este sítio a continuar a sua senda de críticas mordazes, espero não ter ofendido ou faltado ao respeito a alguém nos meus comentários e desejo um feliz natal a todos, até ao Gil :D
Acho que tudo está em aberto, e posso muito bem estar enganado, mas daí a parar o blog já é demais, toca a trabalhar!

Já agora fiquei bastante feliz com o sorteio do Manchester City (a melhor equipa Inglesa da actualidade) não só por ser um sorteio de Champions, mas porque é mesmo ao pé de onde eu vivo, em princípio vou ver o jogo a Manchester dia 22 de Fevereiro, e se alguém daqui for também que me diga para podemos encontrarmo-nos lá, agora estou em Portugal e vou amanhã para cima para o Porto, "Hellas" desejo tudo de bom para o blog e que o Mancini tenha a mesma sorte como naquela noite chuvosa nas Antas que também fui ver ao vivo :D (ou que eu traga essa sorte à equipa do FCP)

Porto, Porto, Porto, Porto!

Ribeiro DeepBlue disse...

O conceito de "Boxing day" do AVB é levar mais um murro no olho.
Aproxima-se o final de 2011.
Há uns anos, uma eminência parda do nosso futebol, imensamente aplaudida por um suíno chamado Fernando Guerra disse que, em 2011, o SLB seria o maior clube do mundo.
Vamos calma.
Como ainda faltam uns bons 5 dias, isso ainda pode acontecer.
Vamos lá rapazes, força!

JP disse...

azulado, estás cada vez mais marado?!!!
bem sei que escrevo coisas nada a ver com o fenómeno desportivo, e não sei Grego, mas já viste a merde que escreves? devias ler, reler treler o que escreveste, e tentares (também perceber) o que é aquilo
voltaste a errar a medicação?

JP disse...

ó ó ó fáxavore, srs donos da xafrica: venham cá por ordem nisto!!!

Ribeiro DeepBlue disse...

Pouco tempo depois da morte de Maomé, o Islão fracturou-se, devido a divergências entre os herdeiros de Maomé.
Surgiram assim, entre outros:
Os Sunitas, sensibilidade maioritária nos cerca de mil milhões de muçulmanos existentes em todo o mundo.
Os Xiitas, maioritários no Irão.
Há ainda outras correntes, como os Wahabitas da Arábia Saudita.

Em Portugal, têm vindo a destacar-se nos últimos tempos, e em especial no Algarve, os Conitas (primos de outro clã com muitos representantes nessa zona geográfica, os Cabritas).

Os Conitas têm como principal característica o facto de não gostarem de futebol, preferindo o famoso desporto chamado "mete-nojo".
Os Conitas, por seguirem clubes que normalmente se limitam a ganhar umas pívias chamadas "campeonato de atletismo de sub-19" ou "torneio de bisca de 9", outorgam-se o título de Clube com Mais Títulos no Mundo, mas quando encetam conversa sobre o desporto mais popular do mundo, ficam afectados, emitindo uns estranhos grunhidos (coisas como "Apitos" ou "Olá sou o JP, faz-me um filho".

Os Conitas, quando apresentam um novo jogador levam-no num estranho ritual a visitar a sala de troféus, onde a aquisição, nova estrela no firmamento do futebol, fica estarrecida a ver as etiquetas dos dois últimos campeonatos ganhos: 1982 e 2002, intervalo que já começa a roçar a mesma regularidade de alguns cometas de órbita média.

Os Conitas, infelizmente, são também pessoas muito sós.
E por isso, numa ação de "queres ser meu amigo?" vão aos blogues dos clubes adversários tentar chamar a atenção sobre si.

Sr. Conita, não se canse mais pois este é o meu último post de 2011.

Bom ano a todos!!