quinta-feira, 22 de novembro de 2012

De volta

Olá, amiguinhos. Já lá vai um mês praticamente desde que o Pobo publicou alguma coisa. E isto não se faz. A sério. Vocês não merecem este deserto de textos. Mas, olhem, imaginem um benfiquista, que não é campeão europeu há quase meio século. Meio século!!! Comparado com isto, que é um mesito sem Pobo do Norte? Nada.

Posto este intróito que, por certo, vos deixou mais aliviados, vamos ao que interessa. Estamos a fazer uma boa época. Só não é muito boa porque temos um certo clubezeco a morder-nos os calcanhares no primeiro lugar do campeonato. Mas essa gente não perde por esperar quando os defrontarmos diretamente. Aposto um treinador do Sporting à escolha em como lhes ganhamos. E nas calmas.

Estamos numa fase em que, mesmo jogando a meio gás, como foi o caso de ontem, as coisas acontecem naturalmente, que é como quem diz, os golos entram na baliza adversária. Só acho que precisávamos de alguém que pudesse disputar o lugar com o Varela, que, apesar de estar a fazer um bom campeonato e de ter o pé sempre quente, emperra demasiadas vezes o nosso jogo. Acho que um brasileiro ficava bem ali naquela ala. De preferência, alguém que já tivesse jogado em Portugal, nas camadas jovens de um clube de Vila Nova de Gaia. Com nome de herói da Marvel. Isso é que era. Mas não sei se há algum por aí, que esteja infeliz, com saudades de jogar numa equipa a sério, e disponível.

Já estou a divagar demasiado. Um facto relevante do pós-jogo de ontem: Defour já fala melhor Português do que Jorge Jesus. Parabéns ao Steven, que é uma excelente alternativa a Fernando. Também ouvi as declarações de Helton, que está cada vez mais filosófico e espiritual a falar para os jornalistas. Quando lhe perguntaram quais os objetivos para o futuro, ele preferiu destacar o gozo do momento, a fruição do presente, materializado na vitória de ontem. É muito nível, meus senhores. É muito Horácio, muito carpe diem. Não temos apenas jogadores de futebol, temos homens de categoria, gente culta. Adoro este clube.

11 comentários:

Antonio Silva disse...

Quase não? Há mais de meio século. Foram campeões europeus pela última vez em Maio de 1962. Ainda o homem não tinha pisado a Lua, ainda não havia televisão a cores, ainda as missas da igreja católica eram em latim.

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

eu também :D
(é o único Amor que partilho com mais alguém do que eu)

forte abr@ço
Miguel | Tomo II

Ribeiro DeepBlue disse...

Estava assustado com a ausência. Agora sim, o universo voltou ao equilíbrio.
Mas o Defour falar melhor português que o Jebo, é um pouco injusto. Porque o Jesus era aquele rapazinho que gostava tanto, tanto, tanto da escola que ficou 12 anos na primaria...

littbarski disse...

«Um facto relevante do pós-jogo de ontem: Defour já fala melhor Português do que Jorge Jesus.»

Só esta frase valeu bem um mês de espera. Além disso, mais vale um pássaro (ou post) a voar do que dez a moinar. Lembrei-me disto agora, enquanto visualizava o voo glorioso da águia Vitória em direcção ao Alto dos Moínhos. Se calhar plagiei alguém. Se for esse o caso, Don Quixote que me perdoe. E pronto, não divago mais. Mas cá estarei para ler o próximo post.

cian disse...

Espetáculo de post, enorme.

Mas ficava bem um porquê do desaparecimento, mesmo por questões pessoais, valia a pena referir isso, nós por aqui já pensávamos que o mundo tinha acabado.

Que bom que era que esse herói viesse, nenhum portista teria dúvidas que seriamos campeões europeus, de uma assentada, mas não é para o ano que a Champions se decide na luz?...

penso eu de que...

faço já as minhas malas...

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

lembrei-me agora:

e as «amiguinhas» que vos visitam? não merecem um cumprimento especial? ;)

abr@ço
Miguel | Tomo II

cian disse...

Ribeiro, brilhante :D

Miguel Monteiro disse...

Já conhecem o novo restaurante do James Rodrigues? Em Leça da Palmeira

Aproveitem a promoção só até amanhã.

http://pt.dzcount.com/porto/deal/desconto-menu-restaurante-ancora-violeta

condor disse...

Pois seja muito bem vindo Sr Guarda!
O blogue estava em estado comatoso há bastante tempo e eu até pensei que estava defunto!
Ainda bem que me enganei!
Quanto ao facto de falar melhor portugues do que o joca eu não sei se é elogio ou não!
O que eu sei é que o Porto tem uma sorte do caralho por não ter um merdas desses como treinador!

cian disse...

Bem, eu não sei o que dizer do Freitas Lobo "atrasado mental", o jogo todo a apoiar o Braga, a dizer grandes elogios ao Braga nos 90 minutos, depois no fim, a culpa é do Peseiro por mexer muito no meio campo, e só fala dos jogadores do Braga, o Porto é tipo uma equipa de extraterrestres, eles estão lá mas ninguém sabe nada deles ou comenta o que eles fazem, o Freitas Lobo está à meia hora a dizer que o Ruben Amorim descompensou a zona central, como se não houvesse mérito de James, aliás, agora está a falar do Hugo Viana, não fala do homem do jogo, James, nem do resto da equipa do Porto que fez um jogo incrível, Mangala e Otamendi foram imperiais, Mangala foi incrível a anular Éder, mas nenhum elogio ao Mangala, o Porto defendeu impecávelmente, foi um jogo limpo e seco, toda a pólvora do Braga foi secada pela defesa do Porto e do polvo Fernando, mas os comentadores ainda não disseram nada, só têm olhos nos nossos adversários, incrível, até quando para o Porto fazer algo quanto a isto, é uma falta de respeito para o clube, para os jogadores, e para os adeptos que vêm os jogos na televisão, mal comecei a ver o jogo e os rasgados elogios ao Braga, vi logo que iamos ganhar o jogo... nada que não seja novidade nestas ocasiões

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

off-topic
(mas pertinente, se m'adeixarem explanar o raciocínio :D )

caríssimas(os),

na pedreira, onde habita o «salBaduôre», tiBemos mesmo aquela "pontinha de suórte" que o burgesso das madeixas tanto não queria que acontecesse.
com aquele ar de palonço que tanto lhe é característico (e comum a qualquer lampião), até se engasgou quando desejou que «bóm éra que perdêreçem os duois»...
esta noite, vai ter que digerir um mamute. e "inventar" o autocarro de dois andares para não ser muito humilhado em Barcelona. e pensar que o duelo da Segunda Circular é já na próxima jornada. a Vida não lhe sorri e a Sorte não quer mesmo nada com ele, 'tadinho.
(peço desculpa por concentrar a minha raiva na azia lampiónica do abstrôncio em causa, mas estava entaladinho :D)

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II